Hit enter after type your search item

Beldroegas: as infestantes que têm mais valor do que imagina!

/
/
/
img

beldroega cujo nome científico é  Portulaca oleracea, faz parte de uma daquelas plantas infestantes que a maioria  das pessoas ignora chamando até de “mato”, não vendo por isso qualquer tipo de utilidade.

Neste artigo, venho refutar essa opinião, salientando os beneficios e utilidades desta infestante que é muito mais que isso!

As beldroegas crescem praticamente em qualquer lugar,em condições de sol ou sombra,crescendo e desenvolvendo-se practicamente em qualquer tipo de solo (seja ele mau, bom, pedregoso, arenoso, argiloso, enfim….).

As beldroegas são uma infestante muito comum na cultura do milho, mas aparecem muito frequentemente em muitas outras culturas, sendo possível encontrá-la até na calçada 🙂

Sabia por exemplo que as beldroegas são um exemplo de uma  planta medicinal extraordinária?

beldroega
Fonte da imagem:MundoBoaForma

Características das beldroegas

Características da planta

Deve estar a perguntar como pode identificar esta planta facilmente?

Veja abaixo a lista de características mais comuns da beldroega

  •  suculentas;
  •  rasteiras;
  • com pequenas folhas carnudas;
  • folhas ovais;
  • Folhas verdes com um tom brilhante;
  • Caules com uma cor roxa-acastanhada ramificam-se e as plantas crescem horizontalmente, “rastejando pelo chão”.
  • As suas flores são amarelas;
  • Planta selvagem que pode ser encontrada em países de clima temperado, mediterrâneo e quente.
  • Tem propriedades curativas e medicinais;

beldroega

 

Em Portugal, por exemplo,esta  planta que também aparece em qualquer lado,  é integrada uma grande diversidade de pratos culinários, nomeadamente na famosa sopa de beldroegas que é nutricionalmente riquíssima.

beldroega
Sopa de beldroegas– Fonte da imagem:TeleCulinária

A sopa de beldroegas é um típico prato alentejano bastante saboroso e muito fácil de fazer.

Receita de sopa de beldroegas (do blog Pão e Beldroegas)

Ingredientes que vai necessitar

  • 1 molho grande de beldroegas
  • 1 cebola
  • 2 folhas de louro
  • azeite
  • sal e pimenta
  • batatas
  • água
  • ovos
  • pão alentejano
  • queijo de cabra curado

 

Como preparar esta sopa?

1- Pique  a cebola e leve a refogar numa caçarola juntamente com o azeite, o louro, o sal e a pimenta.

2-Acrescente as beldroegas arranjadas e lavadas e refogue mais um pouco.
3-Junte a água , as batatas às rodelas e deixar cozer.
4-Entretanto corte o pão em fatias finas para uma tigela grande.
5-Quando as batatas estiverem cozidas, verificar se o caldo é suficiente para a sopa, se achar pouco juntar mais um pouco de água, deitar os ovos e deixar escalfar.
6-Deitar o caldo, as batatas, e as beldroegas por cima do pão, e servir com os ovos escalfados e o queijo de cabra em lascas.
beldroega

Salada de beldroega

Pode também usar esta planta (todas as suas partes aéreas)cozidas ou cruas para a preparação das mais diversas saladas.

As folhas desta planta, que possuem na sua constituição  mucilagem (secreção rica em polissacarídeos), são caracterizadas por um  sabor levemente ácido e salgado e  que podem ser combinadas com outros hortícolas nomeadamente  com tomate cereja e pepino.

As beldroegas podem ser muitas vezes usadas em substituição dos espinafres, principalmente refogadas.

beldroega
Fonte da imagem:Projeto Alimento Desperto

Beldroegas utilizadas para fins medicinais

As beldroegas são uma rica fonte de ómega-3 e tem sido usadono tratamento de problemas cardiovasculares e pode também  atuar na manutenção do equilíbrio do colesterol total.

As beldroegas são   ricas em vitaminas A, B e C e sais minerais e possuem também   propriedades diuréticaspurificantesanalgésicasanti-glicémicas e anti-hemorrágicas.

Nas “mesinhas populares” a beldroega  é usada para minimizar casos de vómitosdiarreia e combate às hemorróidas.

As folhas frescas da beldroega são também usadas para aliviar as picadas de insetos mas também podem ser usadas contra a acne uma vez que esta planta possui a sua ação anti-inflamatória e purificante da pele.

16 Comments

  1. Maravilhoso o artigo com as beldroegas,voltei a muitos anos atras ; eu conhecia mas tinha dúvidas sobre a verdadeira utilização ,não sei se por medo de ser vista como matuta ou vergonha .Mas agora vou voltar a comer e dar para minha família .

  2. Faço muitas vezes caldo de beldroegas. Por acaso vi este post, e não tinha ideia do que fazer para o jantar, tenho uma pequena horta vou apanhar umas beldroegas e vou fazer para o jantar. Mas faço com uma posta de bacalhau e ovo ligam muito bem,, obrigado por esta dica

  3. Gosto muito de beldroegas. O meu filho com 5 meses, tem hoje 30 anos, comeu sopa de beldroegas no Alentejo. Eu não conhecia a planta, a sopa estava uma delícia….
    Quando encontro utilizo-as de diversas maneiras, gosto muito do seu sabor.

  4. Realizo e apresento o “Diário da Agricultura e Pescas”, espaço diário de informação na Rádio Fóia de Monchique.
    E acho este site extraordinário e tomei já nota dele como fonte de informação. Parabéns.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :