img

Plantar e cuidar da relva: tudo o que deve saber

/
/
/

O relvado é um dos principais constituintes decorativos de um jardim, e é por essa razão muito importante saber cuidar dele corretamente. Por essa razão, saber semear/plantar relva de forma adequada e aprender quais os principais cuidados a ter em conta na sua manutenção são conhecimentos essenciais que deve ter em conta.

Saiba como cuidar corretamente da sua relva neste artigo.

Como semear/ plantar relva no seu jardim?

Proceder à sementeira ou plantação de relva num jardim é um processo de fácil execução e que é muito vantajoso caso feito corretamente. Para semear relva no seu jardim, deve respeitar as seguintes etapas:

Escolha o tipo de relva mais adequado

Estão disponíveis no mercado vários tipos de relva (festuca, poa, relva inglesa, relva castelhana, azevém, bermuda, etc.) que requerem necessidades diferentes. Todas estas variedades são caracterizadas por períodos de germinação diferentes e estão adaptadas a condições climáticas e edáficas distintas. Para perceber qual a melhor relva para o seu jardim, dirija-se a um centro de jardinagem e peça ajuda especializada.

Semear ou plantar?

A escolha entre tapete ou sementeira deve ter em conta as vantagens e desvantagens de cada modo de implementação do relvado, tendo sempre em conta que ter um relvado saudável e de baixa manutenção, que permaneça bonita e saudável ao longo do ano.

 cuidar da relvado

Sementeira: vantagens e desvantagem

Semear relva pode ser bastante vantajoso pois por poder optar por uma mistura de sementes, consegue selecionar as características específicas que pretende para o seu relvado. Por outro lado, a sementeira da relva possui a vantagem de não implicar um custo tão elevado quando comparado com a instalação de tapetes de relva.

No entanto, semear um relvado está limitado às condições meteorológicas decorrentes no momento da sementeira e ao combate de infestantes, o que pode ser considerado uma desvantagem significativa. O risco na instalação quando as plantas são ainda jovens devido a oscilações climáticas e problemas fitossanitários é superior quando comparado a tapetes de relva, pelo que também deve ser um fator a ter em conta no momento da decisão. O gasto de água na sementeira também é elevado.

Tapetes de relva: vantagens e desvantagem

 cuidar da relvadoSe optar pela instalação de um tapete de relva, possui a grande vantagem de conseguir fazê-lo muito rapidamente (na maior parte dos casos, em apenas 1 dia está instalado). A taxa de sucesso na formação de plantas adultas bem desenvolvidas é elevada, conseguindo-se uma superfície uniforme e livre de infestantes. Se optar por tapetes, vai conseguir definir muito mais facilmente os limites do seu relvado e pode instalá-lo em qualquer altura do ano.

No entanto, se optar pelos tapetes de relva, poderá encontrar limitações no que diz respeito à sua disponibilidade no mercado. Relativamente a custos, o preço imediato dos tapetes de relva é mais elevado do que o da semente.

 Depois de optar se quer fazer sementeira do relvado ou instalar os tapetes de relva, deve avaliar a área de superfície possível para o seu relvado. Após isto, consegue mais facilmente determinar a quantidade de sementes necessárias para a sua instalação.

Nas embalagens de sementes de relva, está contida a informação acerca do número de sementes que devem ser colocadas na terra por cada metro quadrado e pode dessa forma, fazer uma estimativa do número de embalagens de semente que necessita

A escolha do substrato adequado

Uma das melhores dicas que posso dar é utilizar um substrato apropriado para relvados, quer para a instalação, manutenção ou renovação dos mesmos.

Uma das melhores opções existentes no mercado para o efeito é o SIRO RELVA, de textura especialmente fina e enriquecida com adubo de libertação controlada e lenta até 3 meses – detém todos os nutrientes que o seu relvado necessita. Para além disso, permite criar todas as condições ótimas à germinação de sementes de relva e revitaliza os relvados desgastados.

Saiba mais sobre este substrato aqui.


 cuidar da relvado

Cuidados básicos que deve ter em conta

  • Fertilização: antes da instalação do seu relvado, deve fertilizar o solo como um adubo específico cerca de dois a três dias antes. Opte sempre que possível por fertilizantes orgânicos.
  • Rega após a sementeira: é essencial que a rega seja feita regularmente. Deve garantir que o solo se mantenha com humidade suficiente para assegurar o pleno crescimento e desenvolvimento da sua relva. Garanta que a pressão com que efetua a rega seja baixa, para evitar que as sementes da relva se dispersem.
  • Cortar a relva:para ter relvado em boas condições, é necessário cortar a relva do seu jardim com regularidade.

Utilize uma boa máquina de cortar relva e apare-o sempre que necessário.  No entanto, evite cortar o seu relvado muito rente uma vez que dessa forma irá exercer uma tensão muito elevado sobre o mesmo, tornando-o mais facilmente seco e com tons amarelados.

  • Frequência da rega:para cuidar da sua relva da melhor forma possível,  deve regá-la regularmente, com uma quantidade suficiente de água. Se a sua relva estiver instalada em climas secos, deve regá-la mais frequentemente. Se pelo contrário estiver instalada em climas húmidos, só deve regá-la caso não chove há algum tempo ou se optar por regar, 1 vez por semana é suficiente.  Evite regar a sua relva nos momentos mais quentes do dia.
  • Mantenha as lâminas do corta-relvas sempre afiadas:as lâminas da sua máquina devem ser afiadas para que a relva seja cortada de uma forma eficaz.
  • Evite pisar a relva:o pisar da relva faz com que esta perca o seu brilho e força. Por essa razão, deve tentar que as pessoas não pisem o seu relvado, mantendo-o saudável por mais tempo.

 cuidar da relvado

Gostou das minhas dicas? Deixe nos comentários quais os cuidados que na sua opinião, devem ser adotados no seu relvado.

1 Comments

  1. Tenho uma cobertura ajardinada com 50cm de altura de terra, em Lisboa, e que gostaría de ver coberta de relva de forma a ser utilizada pelos meus filhos (ser pisada frequentemente). Qual o tipo/especie de relva que acha que seria mais apropriado?

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar