img

5 dicas impreencindíveis para reduzir os custos da sua exploração agrícola

/
/
/

Autora do artigo: Rosa Moreira, promotora do blog A Cientista Agrícola

Como posso tornar o meu agronegócio mais rentável?

Confira 5 dicas para controlar os custos do seu negócio agrícola

Além do mais, como todo o agronegócio de sucesso que tem como base  permitir a obtenção de  bons retornos financeiros, necessita de uma gestão de contas eficaz, tornando-se dessa forma completamente imprescíndivel controlar os custos da sua exploração agrícola.

Se quer saber mais sobre como diminuir os custos associados ao seu agronegócio e dessa forma entender de que forma a gestão agrícola é fundamental, continue a ler este artigo que preparei para si.

Dou-lhe ainda 5 dicas bónus para aprender a controlar os custos associados aos seu agronegócio. Boas leituras!

diminuir custos na empresa agrícola agronegócio

O que podem ser considerados custos do seu agronegócio?

Em primeiro lugar devemos ter em consideração que  os custos de produção na exploração agrícola devem incluir os inputs  que estão envolvidos neste tipo de negócios.

Para obter o custo de produção do seu agronegócio, é necessário somar todos os custos provenientes da sua produção agrícola  e dividir o resultado obtido pelo rendimento que foi obtido.

Desengane-se se acha que isto é uma operação simples.

Apesar de parecer uma conta simples à primeira vista, são múltiplos os factores que devem serem considerados sejam o mais realistas possível. Existem vários tipos de custos que devem ser considerados no seu agronegócio, podendo estes ser dividos em :  custos fixos e custos variáveis. Vou explicar mais abaixo como deve diferenciar este tipo de despesas.

Custos fixos vs Custos variáveis

Distinguir  custos fixos de custos variáveis não é uma tarefa difícil. Mas antes de explicar o que os distingue, é muito importante perceber o quanto os custos de um agronegócio são importantes no âmbito do planeamento e gestão da empresa agrícola.
Os custos fixos caracterizam-se como despesas que  não se alteram com a variação dos níveis de produção e que se aplicam a recursos cuja quantidade não se altera ao longo do ano.

Exemplo de custos fixos: custos administrativos (escritório, contabilidade, manutenções de construções e equipamentos, juros, depreciações, etc…)

Contrariamente, os custos variáveis aplicam-se a recursos cujas quantidades podem ser alteradas ao longo do tempo. Os custos variáveis dependem da natureza, da dimensão e da intensidade das actividades do seu agronegócio.

Exemplo de custos varáveis: seguros, juros de financiamento, impostos, consultadoria, trabalhadores sazonais, etc…).

diminuir custos na empresa agrícola agronegócio

Porque razão devo fazer a gestão de custos agrícolas?

Bem, a gestão de custos agrícolas é extremamente importante, principalmente tendo em conta que se a actividade decorrente de uma exploração agrícola requer grandes investimentos mas também, e chamo a atenção,  está passível de altos riscos a esta associada.

 Quando falo em riscos associados a um agronegócio saliento principalmente as variações climáticas que podem  interferir no ciclo produtivo de uma determinada cultura,mas também,  principalmente devido à variação do mercado que facilmente se observa diariamente.

Este último factor, tem um efeito direto nos custos dos inputs agrícolas que são necessários para o pleno funcionamento de uma exploração agrícola tais como sementes, suplementos alimentares animais, fertilizantes, herbicidas, etc.) assim como no valor pelo qual a o produto final  será vendido.

agronegócio pdf

 

Quais os factores que têm influência nos custos inerentes a uma exploração agrícola?

Com tantos elementos de influência no seu agronegócio, fica evidente a necessidade de ter um controlo efetivo de todos os custos inerentes a uma actividade agrícola. Identificar os factores que influenciam a produção de uma exploração agrícola  permite obter uma visão mais realista desta situação, conseguindo dessa forma estimar  lucros bem como prejuízos. Os principais factores a ter em conta num agronegócio e que podem ter uma grande influência nos custos inerentes ao mesmo são:

  • Solo/terra: é principal meio para produção agrícola, sendo por isso a base da produção animal, vegetal ou mineral;Embora a hidroponia esteja também na moda, o solo continua a ser essencial para o sector agrícola e representa uma das principais despesas para uma exploração ( muitos agricultores não possuem terrenos próprios e por isso não vêm outra solução se não arrendar terra).
  • Colaboradores/Trabalhadores agrícolas: outro factor essencial e que pode acarretar variações significativas no orçamento de qualquer agronegócio. Essenciais para qualquer exploração agrícola, a mão de obra  pode ser familiar ou contratada e é baseada no trabalho manual ou mecanizado. Dentro deste grupo, podemos também incluir a mão de obra mais especializada tais como técnicos, investigadores, engenheiros agrónomos, etc.
  • Capital: este factor refere-se aos recursos financeiros e económicos direccionados para a produção agrícola, incluindo-se neste ponto as máquinas utilizadas, o montante investido, as propriedades rústicas, etc;
  • Negócios agrícolas: focados principalmente no empresário agrícola, , fazem uso de técnicas que viabilizam atingir os objetivos traçados e que se pretende alcançar. É neste ponto que entram os empreendedores agrícolas, que felizmente são cada vez mais.

diminuir custos na empresa agrícola a importância do agronegócio

Depois de referir quais os principais factores que podem ter influência nos custos de qualquer agronegócio, vamos agora ao mais importante. O que é que qualquer empresário agrícola pode fazer para minimizar estes custos? Leia abaixo aos dicas que tenho para si 🙂

5 dicas para controlar os custos do seu agronegócio

1. Planeie tudo

Mesmo que seja fundamental salientar que nada é totalmente previsível é imprescíndivel fazer  um planeamento da sua exploração agrícola para conseguir mais facilmente controlar os custos tanto variáveis como fixos e estudar a melhor forma de lidar com estes.

Agora que 2019 está a chegar aconselho-o(a) a pegar num caderno e anotar no que vai investir, quais as culturas que vai produzir, qual o espaço demarcado para cada uma bem como tudo o que estas precisam para garantir um bom desempenho do seu ciclo produtivo. Muito importante: reserve sempre algum dinheiro para poder usar como emergência financeira quando estiver mais aflito de finanças e dessa forma irá evitar recorrer a mais empréstimos ( que tal guardar 10% do lucro da sua exploração todos os meses para “construir” esta reserva? Pense nisso.

dicas para gerir o seu agronegócio
Ter uma reserva financeira para usar em situações de emergência é fundamental.

2. Registe tudo

É fundamental fazer um registo de todos dos custos que vai tendo com o seu agronegócio, nomeadamente aquisição de inputs, manutenção de equipamentos agrícolas, rendas de terrenos, custos administrativos, etc.

Todo este tipo de informações devem ser o mais completas possível incluindo sempre que possível: datas, fornecedores, custos de matérias primas, custos dos inputs, consultadoria, entre outros.  Neste tipo de situações, é fundamental que tenha uma contabilidade o mais organizada possível, com relatórios completos e o panorama de despesas e receitas.  Desta forma, gastos elevados podem ser rapidamente identificados e mais facilmente eliminados, aumentando os lucros do seu agronegócio.

gestão do agronegócio dicas para poupar dinheiro

3. Tenha controlo de todas as  atividades

Para obter bons resultados,uma exploração agrícola  requer rotina e organização.

Dessa forma,experimente usar um cronograma de cada actividade que tem de fazer durante cada ciclo produtivo de cada cultura . Além disso deve ainda perder algum tempo do seu dia em actividades como anotar datas, produtos usados, previsão de duração de todos os processos envolvidos.

Muito importante também é registar quantas horas foram dispensadas pela sua mão de obra contratada nomeadamente (hora de início e de fim por cada dia de trabalho), dessa forma garante que cumpre a lei e os direitos dos trabalhadores.

gestão do agronegócio

4.Faça a gestão de todo o stock

Devido a serem os stocks dos que mais exercem influência nos gastos de uma exploração agrícola, os custos variáveis devem merecer a sua atenção redobrada. Por isso mesmo, deve gerir bem o stock  para evitar desperdícios e gastos desnecessários..

Sendo assim, é necessário fazer o registo de todos os produtos que entram e que saem, assim  como o destino final dado a estes na atividade agrícola.

5. Use a tecnologia a seu favor

Acho que todos nós concordamos que a tecnologia facilita a vida de qualquer empresário agrícola no que diz respeito ao controlo dos custos do seu agronegócio. Quer seja através do registo de informações ou na criação de relatórios , o fato é que é preciso fazer bom uso destes  recursos tecnológicos  para que se consiga obter uma boa gestão dos seus negócios agrícolas. Utilize apps agrícolas, computadores, softwares de gestão agrícola a seu favor para gerir o seu agronegócio e verá as vantagens.

gestão do agronegócio dicas

Apesar de parecer uma tarefa árdua, controlar os custos de uma empresa agrícola  é imprescindível para que se tenha uma gestão responsável, eficiente e que gere lucros no seu agronegócio. Conhecendo a importância dessa prática e com algumas das dicas que lhe dei, ficará ainda mais fácil  ter sucesso no seu negócio agrícola.

De que está à espera para colocar estas dicas em prática já em 2019? Se este artigo foi útil para si, deixe um comentário e partilhe com os seus amigos agricultores ou técnicos agrícolas!

3 Comments

    • Obrigada António! Fico muito feliz que este artigo lhe tenha sido útil! Se é iniciante neste sector, não perca a série de artigos que estou a preparar para 2019!
      Continue desse lado,
      A Cientista Agrícola

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar