DGADR publica -e-book das normas técnicas da produção integrada nas culturas vegetais

Fonte: Agricultura e Mar

A DGADR — Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural acaba de publicar o e-book das “Normas técnicas necessárias ao exercício da Produção Integrada. Culturas vegetais”, que pretende “reflectir práticas agrícolas mais sustentáveis e o reconhecimento enquanto regime de produção sustentável”.

Este trabalho desenvolve-se no âmbito do estipulado pelo Decreto-Lei n.º37/2013, que procede à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 256/2009, no qual a DGADR em articulação com a DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária e o INIAV — Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, estabelecem os princípios, orientações e normas técnicas necessárias à Produção Integrada.

Explica o documento que a agricultura sustentável, de acordo com Ikerd, J. E. (1993) terá de ser capaz de “manter indefinidamente a sua produtividade e utilidade para a sociedade. Tal agricultura deve usar sistemas agrícolas que conservem os recursos, protejam o ambiente, produzam eficientemente, compitam comercialmente e melhorem a qualidade de vida dos agricultores e da sociedade como um todo”. Neste contexto, “a agricultura em modo de Produção Integrada tal como a agricultura em modo de produção biológico são modos de agricultura sustentável”.

Princípios

E adianta que a agricultura em modo de Produção Integrada rege-se por princípios, a saber:

  • Regulação do ecossistema, importância do bem-estar e saúde dos animais e preservação dos recursos naturais;
  • Exploração agrícola no seu conjunto, como uma unidade de implementação da Produção Integrada;
  • Actualização regular dos conhecimentos dos agricultores sobre Produção Integrada;
  • Manutenção da estabilidade dos ecossistemas agrários;
  • Equilíbrio do ciclo de nutrientes, reduzindo as perdas ao mínimo;
  • Preservação e melhoria da fertilidade intrínseca do solo;
  • Fomento da biodiversidade;
  • Entendimento da qualidade dos produtos agrícolas tendo por base parâmetros ecológicos, assim como critérios usuais de qualidade, externos e internos;
  • Protecção das plantas tendo obrigatoriamente por base os objectivos e as orientações da Protecção Integrada;
  • Minimização de alguns efeitos secundários decorrentes das actividades agrícolas.

Pode descarregar o e-book das “Normas técnicas necessárias ao exercício da Produção Integrada. Culturas vegetais” aqui.

More like this

Importância do pH do solo: como medir e ajustar

 Para agricultores iniciantes, compreender a importância do pH do solo é fundamental para o sucesso das suas...
como usar o estrume na horta

Como usar estrume na horta: dicas e cuidados

O estrume é um dos fertilizantes orgânicos mais antigos e eficazes na agricultura. No entanto, o seu...
como melhorar a fertilidade do solo

Saiba como melhorar a fertilidade do solo naturalmente

Melhorar a fertilidade do solo é uma das tarefas-chave para qualquer agricultor, seja ele iniciante ou experiente....