Domingo, Junho 16, 2024

Dicas úteis para ter uma horta urbana em casa: o que deve saber

A popularidade das hortas urbanas chegou e veio para ficar!À medida que a vida das cidades fica cada vez mais preenchida e irrespirável, cresce o apelo e a necessidade da criação de hortas em ambiente citadino, de forma a reforçar o compromisso social com o meio ambiente e ao mesmo tempo tirar proveito das mesmas cultivando os alimentos que mais gostamos. De facto, de acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), as hortas urbanas conseguem ser mais ecológicas e eficientes do que as convencionais, para além de proporcionar poupança na compra de alimentos dos cidadãos.  Continue a ler este artigo para saber mais.

Mas o que são hortas urbanas?

As hortas urbanas são espaços verdes no centro ou na periferia das cidades (ao ar livre ou interiores) usados ​​para o cultivo de plantas aromáticas e medicinais, legumes e frutas. A sua criação remonta aos tempos antigos, quando as pessoas que viviam em áreas urbanas cultivavam alimentos para si mesmas em pequenos lotes de terra, tendo tido um papel mais importante durante a Revolução Industrial como forma para lidar com a pobreza e degradação ambiental.

Atualmente, as hortas urbanas são cada vez mais populares, pois as pessoas interessam-se mais por alimentos home made e de origem local, bem como pelos benefícios ambientais e sociais da agricultura urbana.

As hortas urbanas podem assumir várias formas:

Hortas de cobertura (vulgarmente conhecidas como rofftop gardens): estas hortas estão localizadas nos telhados dos edifícios e fornecem uma série de benefícios, incluindo redução nos gastos de energia, pois funcionam como isolamento, atenuam o escoamento de águas pluviais e melhoram a qualidade do ar;

rofftop gardens hortas urbanas
rofftop gardens

Hortas comunitárias:  Este tipo de hortas são lotes de terra compartilhados e cultivados coletivamente por um grupo de pessoas da comunidade. As hortas comunitárias geralmente são criadas e disponibilizadas por uma organização comunitária ou governo local e podem oferecer oportunidades de interação social, educação e recreação;

Canteiros de hortas urbanas com plantas em crescimento             – Hortas na janela: São pequenas hortas que normalmente estão localizados em parapeitos de janelas ou varandas e podem ser usados ​​para cultivar ervas, flores ou pequenos vegetais;

Hortas verticais: Estas hortas são normalmente cultivadas em paredes ou outras superfícies verticais e podem assumir várias formas, incluindo paredes verdes, treliças e jardins suspensos. São muito usadas ​​para embelezar espaços urbanos, melhorar a qualidade do ar e fornecer habitat para polinizadores.

dicas hortas urbanas

Benefícios de ter uma horta urbana              

As plantações domésticas proporcionam numerosas vantagens às cidades, nomeadamente:

Acesso a alimentos frescos e saudáveis: As hortas urbanas podem fornecer produtos frescos a quem não tem acesso a opções de alimentos saudáveis ​​nas suas cidades.

Benefícios ambientais: As hortas urbanas ajudar a mitigar os efeitos da urbanização no meio ambiente, melhorando a qualidade do ar e aumentando a biodiversidade. Além disso, as hortas urbanas fornecem poupança em termos de transporte, embalagem e armazenamento. Assim, os horticultores ganham mais e poluem menos.

Benefícios sociais: As hortas urbanas podem unir comunidades e oferecer oportunidades para as pessoas se conectarem umas com as outras e com a natureza. Também se calcula que a criação e manutenção de hortas urbanas pode criar emprego, principalmente para grupos sociais desfavorecidos.

Oportunidades educacionais: As hortas urbanas podem ser usadas como salas de aula ao ar livre para ensinar as pessoas sobre jardinagem, agricultura, nutrição e sustentabilidade.

No entanto, existem alguns desafios associados à agricultura urbana, incluindo:

Espaço limitado: muitas vezes, os espaços para a criação de hortas urbanas são limitados, tornando difícil o cultivo de variadas culturas;

Contaminação involuntária:  por vezes, a agricultura urbana pode provocar ruídos e odores, para além de colocar em risco a saúde humana e o meio ambiente, no caso em que os pesticidas e fertilizantes vazam para as fontes de água. Além disso, os solos urbanos podem ser contaminados com metais pesados tornando-se um risco de saúde pública;

   – Acesso a recursos como água e luz solar limitados;

      – Falta de regulamentação: apesar de ser cada vez mais frequente a criação de candidaturas para a obtenção de um espaço para cultivo, não existe ainda muita supervisão sobre os horticultores. Além disso, muitos países ainda não reconhecem esta atividade nas suas políticas e planificação urbanística;

– Manutenção: tal como todas as hortas, estas requerem manutenção regular, incluindo rega, poda e controlo de pestes. Isto pode ser um desafio para os horticultores com tempo limitado para tal.

No entanto, com o planeamento e os recursos certos, esses desafios podem ser superados e as hortas urbanas podem prosperar até mesmo nos ambientes mais urbanos.

               Criar uma horta urbana em casa pode ser uma ótima maneira de desfrutar de produtos frescos, melhorar a qualidade do ar e adicionar vegetação ao seu espaço. Aqui estão alguns passos para começar:

1-    Determine o tipo de horta que deseja: considere a quantidade de espaço que tem e a quantidade de luz solar que esse espaço recebe;

2-    Escolha o que quer cultivar: selecione plantas que sejam apropriadas para o seu espaço e que prosperem no clima local. Algumas plantas fáceis de cultivar nas hortas urbanas incluem ervas como manjericão, tomilho e hortelã, bem como vegetais como tomate, alface e pimentos.

3-    Prepare o seu espaço: limpe a sua área de cultivo e prepare o solo ou recipientes. Escolha sítios/recipientes que permitam introduzir a maior quantidade de substrato possível. Coloque num local que receba pelo menos seis horas de sol por dia e que tenha uma boa drenagem. Dê preferência a substratos orgânicos leves e porosos.

4-    Comece a plantar: siga as instruções para as plantas selecionadas, certificando-se de dar espaço suficiente para crescer e prosperar. Regue as suas plantas de acordo com as necessidades e fertilize conforme necessário. Verifique regularmente as suas plantas para garantir que estão saudáveis ​​e livres de pragas e remova todas as plantas mortas ou doentes.

5-    Colha e aproveite: quando suas plantas estiverem maduras, colha-as conforme necessário e aproveite os produtos frescos em suas refeições. Lembre-se, a agricultura urbana é um processo de aprendizagem contínuo, por isso, não tenha medo de experimentar e tentar coisas novas!

6 exemplos de culturas excelentes para produzir na sua horta urbana
leia também: 6 exemplos de culturas excelentes para produzir na sua horta urbana

Conheçam esta iniciativa gira de parques hortícolas em Lisboa, aqui.

As hortas urbanas representam uma abordagem inovadora e inspiradora para enfrentar os desafios da agricultura nas áreas urbanas. Estes espaços verdes  proporcionam uma série de benefícios, tanto para os indivíduos quanto para as comunidades em geral.

Em suma, as hortas urbanas oferecem a oportunidade de cultivar alimentos frescos e saudáveis ​​em espaços limitados, trazendo a produção de alimentos para mais perto das pessoas. Além disso, elas promovem a segurança alimentar, permitindo que as comunidades tenham acesso a produtos cultivados localmente e de forma sustentável.

Leia também: 6 dicas para fazer a sua horta urbana em casa que vai adorar saber

acientistaagricola
acientistaagricolahttp://acientistaagricola.pt
Olá, sou a Rosa. Nasci e cresci em meio rural e desde cedo percebi o que queria fazer para o resto da vida. Mais tarde, quando entrei no ensino superior tornei-me Técnica Superior do Ambiente e Agrónoma, áreas que sempre me fascinaram. Este blog é mais do que um projecto pessoal...é  o culminar de duas paixões: a escrita e as ciências ambientais e agrárias. Este é um local de encontro entre todos aqueles que partilham destas mesmas paixões. 

Related Articles

Queres receber as nossas newsletters?

Preencha os campos abaixo para se inscrever.

* ao clicar em "inscrever", está a aceitar as nossas condições de marketing.
- Publicidade -spot_img
spot_img

Últimos artigos