Quinta-feira, Maio 23, 2024

Conheça as medidas preventivas para evitar o aparecimento de tumores bacterianos na vinha

Artigo adaptado da Circular nº 3 de 2020, da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho.

Esta circular, bem como edições anteriores, pode também ser consultada e descarregada em:

1 – www.drapn.pt

Fitossanidade > Avisos Agrícolas > Entre Douro e Minho

2 –  http://snaa.dgav.pt/

estações de avisos > Estação de Avisos de Entre Douro e Minho.

TUMORES BACTERIANOS na vinha

(Agrobacterium vitis; A. tumefaciens)

Esta doença tem sido observada ocasionalmente na Região, onde parece ter importância secundária. Os tumores são causados principalmente por Agrobacterium vitis, específica da Vinha, mas também por Agrobacterium tumefaciens.

As bactérias penetram na planta pelos ferimentos causados no tronco e ramos por instrumentos de poda, por roçadoras, pelas geadas e ainda por instrumentos de lavoura nas raízes, durante os trabalhos de mobilização do solo. As principais fontes de infeção são as plantas de viveiro infetadas e a presença da bactéria solo.

Videiras atacadas podem transmitir a bactéria às vizinhas. A doença é mais frequente em videiras jovens. Não existe tratamento.

Devem ser tomadas medidas preventivas.

MEDIDAS PREVENTIVAS

  • Plantar vinhas novas em locais com boa circulação do ar, pouco atreitos a formação de geadas e em solos bem drenados.
  • Plantar material são – portaenxertos e garfos de enxertia.
  • Optar pela não mobilização do solo, instalando enrelvamentos. Evitam-se assim, os ferimentos nas raízes pelas alfaias.
  • Evitar os ferimentos no tronco e sobretudo no colo das videiras (zona fora da terra, entre a raiz e o tronco).
  • Durante a poda, eliminar videiras ou ramos de videira com sintomas. Se for atacado o porta-enxerto, arrancar e queimar toda a planta; retirar todos os restos de raízes cuidadosamente.
  • Desinfetar as ferramentas de poda.
  • Reduzir as adubações azotadas, favorecendo o atempamento das varas, tornando-as mais resistentes a eventuais geadas fortes.
  • Especial cuidado, cumprindo todas as regras preventivas, nos viveiros e campos de pés-mãe.

tumores na vinha
acientistaagricola
acientistaagricolahttp://acientistaagricola.pt
Olá, sou a Rosa. Nasci e cresci em meio rural e desde cedo percebi o que queria fazer para o resto da vida. Mais tarde, quando entrei no ensino superior tornei-me Técnica Superior do Ambiente e Agrónoma, áreas que sempre me fascinaram. Este blog é mais do que um projecto pessoal...é  o culminar de duas paixões: a escrita e as ciências ambientais e agrárias. Este é um local de encontro entre todos aqueles que partilham destas mesmas paixões. 

Related Articles

Queres receber as nossas newsletters?

Preencha os campos abaixo para se inscrever.

* ao clicar em "inscrever", está a aceitar as nossas condições de marketing.
- Publicidade -spot_img
spot_img

Últimos artigos