Investigadores descobrem variedade de milho que não precisa de fertilizantes

Autora do artigo: Ana Rita Costa

Fonte: Vida Rural

A descoberta é de uma equipa constituída por investigadores da Universidade UC Davis, da Universidade de Wisconsin-Madison e da Mars, nos EUA: uma variedade indígena de milho, mexicana, que tem a capacidade de extrair nitrogénio da atmosfera e que não precisa de fertilizantes sintéticos.

A investigação foi agora publicada na revista científica PLOS Biology e pode significar, de acordo com os investigadores, um “enorme avanço” numa produção mais sustentável de milho.

Os autores do estudo acreditam que se esta característica se puder reproduzir noutras variedades de milho, poderá ser possível reduzir a utilização de fertilizantes sintéticos na produção deste cereal e ao mesmo tempo aumentar a produtividade em regiões onde o solo é menos rico em nutrientes ou onde os agricultores não têm acesso a fertilizantes.

Nos Estados Unidos da América, estima-se que sejam utilizadas, anualmente, cerca de 5,6 milhões de toneladas de nitrogénio só na produção de milho, um nutriente considerado essencial para o crescimento das plantas.

E apesar de o nitrogénio constituir cerca de 78% da atmosfera, apenas algumas culturas têm a capacidade de o recolher e utilizar em seu benefício, como é o caso da soja.

Nota: fotografia retirada do site da Universidade UC Davis

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *