Hit enter after type your search item

O mercado europeu de frutas e legumes: estatísticas e tendências

/
/
/
img

 Autora do artigo: Sara Sousa, Agroop

FRUITLOGISTICA, feira internacional dedicada aos hortofrutícolas, lançou o European Statistics Handbook, um guia sobre o mercado europeu de frutas e legumes. O documento mostra quem são os maiores produtores, importadores e exportadores de diferentes frutos e legumes.“A Europa pode não ser o mercado mais dinâmico para hortofrutícolas, mas vai certamente continuar a ser o mais importante durante muito tempo,” sublinha o guia.

O continente é um produtor importante de fruta e hortícolas frescos – cerca de 12% da produção mundial. Nos últimos anos, maçãs e cebolas têm assumido cada vez mais importância nas exportações europeias. Como importadora, a Europa também tem lugar de destaque: as exportações de fruta que a têm como destino são entre 45% e 70%.

No que toca a tendências que marcam o setor, a FRUITLOGISTICA destaca as exportações cada vez mais comuns para destinos distantes e a procura, pelos consumidores, de hortofrutícolas mais sustentáveis e locais.

mercado europeu agrícola

 

União Europeia: tomate e maçã no topo

“O clima da Europa é extremamente variável, o que significa que pode produzir uma grande diversidade de produtos em grande escala, com a exceção notável dos frutos tropicais,” lê-se no guia.

Os maiores produtores de hortícolas são a Espanha e a Itália – juntas produzem 42% dos hortofrutícolas europeus. Seguem-se a Polónia, a França e a Holanda. Portugal é o oitavo maior produtor, com 2,5 milhões de toneladas produzidas em 2016 (Espanha produziu 15 milhões de toneladas no mesmo ano.) Os vegetais mais produzidos na União Europeia são tomate, cebola e cenoura.

No que toca a frutos, os maiores produtores são também a Espanha e a Itália, seguidas da Polónia, da França e da Grécia. No topo dos mais produzidos estão a maçã, a laranja e outros citrinos. Morangos e outros frutos vermelhos têm vindo a tornar-se mais relevantes.

Apesar da “produção com elevado potencial,” a União Europeia depende da importação de hortofrutícolas, especialmente frutos como bananas e outros frutos tropicais.

O European Statistics Handbook reúne dados sobre o mercado de frutos e legumes em vários países europeus. Eis alguns dos destaques.

 mercado agricola europeu

Bélgica

  • Maior produtor de vegetais congeladosda Europa.
  • Frutos mais produzidos: pera, maçã e morango.
  • Hortícolas mais produzidos: tomate, alho-francês e cenoura.

 França

  • Clima variado permite-lhe produzir grande variedade de produtos, incluindo bananas e outros tropicais.
  • As exportações de vegetais do país têm vindo a diminuir e as importações a aumentar.
  • Frutos mais produzidos: maçãs, melões e bananas.
  • Hortícolas mais produzidos:tomate, cenoura e cebola.

Alemanha

  • A produção de vegetais e frutos é limitada devido ao clima e, embora se tenham construído novas estufas recentemente, o país continua a depender muito dasimportações.
  • A Alemanha é o maior produtor de espargosda Europa e um dos mais importantes a nível mundial.
  • A produção de mirtilostem vindo a aumentar.
  • Frutos mais produzidos: maçã,morango, pera.
  • Hortícolas mais produzidos: cenoura, cebola e couve branca.

 Itália

  • Produtor-chave de figos, quivis e citrinos.
  • Maior produtor europeu de peras, nectarinas, alperces, quivi, uvas de mesa, tomate e beringela.
  • Frutos mais produzidos: maçã, laranja e uva de mesa.
  • Hortícolas mais produzidos: tomate, curgete e funcho.

mercado europeu agricola

 

Holanda

  • É um pólo de trocas comerciaisde hortofrutícolas.
  • 85% da produção doméstica consiste em peras e maçãs.
  • É o segundo maior exportador mundial de
  • Frutos mais produzidos: pera, maçã e morango.
  • Hortícolas mais produzidos: cebola, tomate e cenoura.

 Espanha

  • Maior produtor e exportadorde frutos e vegetais na Europa.
  • Frutos mais produzidos: maçã,citrinos e melancia.
  • Hortícolas mais produzidos: tomate,cebola e pimento.

 Reino Unido

  • Produção doméstica relativamente
  • Grande produtor de maçãs “culinárias”, que não são consumidas cruas.
  • Um dos maiores importadoresde hortofrutícolas da Europa.
  • Frutos mais produzidos: maçã, morango e pera.
  • Hortícolas mais produzidos: cenoura, cebola e ervilha.

 Polónia

  • Maior produtor europeu de maçã.
  • Grande produtor de cenoura, couve, ginja e cogumelos.
  • Maior produtor mundial de groselheira-negra.
  • Segundo maior produtor europeu de legumes congelados.
  • Elevado foco na produção desumos e néctares de fruta.
  • Frutos mais produzidos: maçã, morango, groselha.
  • Hortícolas mais produzidos: couve, tomate, cenoura.

 Países nórdicos (Dinamarca, Finlândia e Suécia)

  • O clima destes países faz com que a sua produção seja reduzida. Este facto, associado ao seu alto poder de compra, leva a que importem muitos hortofrutícolas.
  • Os três juntos produzem 1,5% da produção de frutas e legumesna Europa.
  • Frutos mais produzidos: maçã, morango, pera.
  • Hortícolas mais produzidos: cenoura, cebola, tomate.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :