img

Plantas para a horta: 3 plantas indicadas para o interior da sua horta

/
/
/

Plantas para a horta:escolha as plantas adequadas para o interior da sua horta

Escolher as plantas de companhia adequadas para a sua horta é fundamental para a sua gestão equilibrada e garantia de boas colheitas. Saiba neste artigo quais são as plantas mais adequadas para o interior e bordadura da sua horta. Não se esqueça que ao escolher as plantas para a horta adequadas, está a assegurar um bom crescimento e desenvolvimento e simultaneamente a proteger as suas culturas.

É muito importante que não coloque as suas plantas aleatoriamente perto umas das outras. Deve por isso ter em atenção que as plantas têm a capacidade de produzir substâncias através da raiz e assim influenciar as plantas vizinhas.

Resumidamente , as plantas companheiras são aquelas que contribuem para um melhor desenvolvimento das “suas plantas vizinhas”, ou seja, as plantas que estão ao seu redor.

plantas para horta pequena
A protecção das plantas contra pragas e doenças numa horta biológica deve considerar o importantissimo papel da biodiversidade.Algumas técnicas antigas e tradicionais, como as plantas de companhia, têm resultados que antigamente eram mal fundamentados, mas cuja eficácia é hoje confirmada pela ciência. As plantas de companhia podem atuar ao afetarem negativamente os inimigos das plantas, por atrairem inimigos naturais das pragas, ou por repelirem pragas. De uma forma mais simplista, trata-se de criar uma horta com diversas fontes de alimento, capaz de suportar o maior número de seres vivos num espaço limitado, e sempre com vista na produção de bons alimentos. Fonte da imagem: Veja

 

Plantas para a horta: 3 plantas que deve ter no interior da sua horta

1- Cravos-túnicos: um exemplo ideal de plantas para a horta

Os cravos-túnicos são plantas para a sua horta que deve ter em consideração.

São ótimos para o interior da sua horta uma vez que contêm compostos alelopáticos que possuem na sua composição propriedades nematodicidas. Morfologicamente, caracterizam-se por produzirem flores bonitas e não crescerem muito em altura.

Possuem bons resultados se utilizadas como plantas de companhia de solanáceas( tomates por ex.) ou cucurbitáceas(pepinos por ex.). Tal facto justifica-se sobertudo por estas culturas anteriormente referidas serem mais susceptíveis de serem afectadas por nematodes das galhas radiculares (Meloidogyne spp.)

Se quiser saber mais sobre como fazer os seus próprios biopesticidas para combater pragas da sua horta clique aqui.

 

plantas para a horta pequena
Cravos-túnicos (Tagetes spp)- Fonte da imagem:Horta à porta – Blogger

 

Como cultivar cravos-túnicos

Para cultivar cravos-túnicos multiplica-se por sementes ou muitas vezes de forma espontânea durante qualquer época do ano. No entanto, caso se opte pela  sementeira esta deve ser controlada quando efectuada no início da Primavera e com temperaturas entre os 10 ºC a 20 ºC.
germinação  das sementes  após a sementeira acontece 7 a 14 dias após esse período.  Este tipo de cravos desenvolvem-se rapidamente e por essa razão são muito fáceis de cultivar em qualquer tipo de solo. No entanto, apesar de não serem muito exigentes têm preferência por solos solos moderadamente férteis, com uma boa drenagem e com uma boa exposição solar.

O seu período de floração ocorre normalmente 45 dias após a sementeira e durante um longo período, desde o final da Primavera até ao aparecimento das primeiras geadas. Os cravos-túnicos possuem  uma floração intensa por isso  é aconselhável  retirar as flores murchas para estimular ainda mais a sua floração.

 

2-Hortelã

A hortelã é extremamente benéfica para a sua horta uma vez que revela-se muito atraente para insetos auxiliares e polinizadores. Em baldios, a espécie Mentha suaveolens é muito frequente. Esta, produz muita flor no verão e por essa razão atraí insectos em grandes quantidades.

Um informação que deve reter é que esta planta tem um potencial invasor, pelo que, por essa razão, deve ser contida em vasos de forma a limitar que esta se expanda descontroladamente.

plantas para horta vertical
Hortelã (Mentha spp.)-É necessário ter em atenção que a maioria das espécies de  hortelã são invasoras, podendo espalhar-se muito rapidamente. A sua sementeira e/ou plantação deve ser controlada, cortando as plantas para impedir que se espalhem para áreas não desejadas. No caso de hortas domésticas, aconselha-se cultivar a hortelã em vasos ou outros recipientes semelhantes  para dessa forma restringir mais facilmente o seu crescimento e impedir que e invadam o espaço destinado a outras plantas. Fonte da imagem:Veja

 

3-Coentros:outro exemplo de plantas para a horta

Nestas plantas muitas vezes só se aproveita a folha, no entanto, tem uma flor bastante benéfica para muitos auxiliares. Para este fim, é fundamental que se deixe que esta planta ganhe flor, não a cortanto, para que os insectos sejam atraidos mais facilmente.

Este facto revela-se uma desvantagem pois pode limitar o tempo de colheita das folhas, no entanto, permite colher as suas sementes que se revelam um excelente tempero na comida.

 

plantas para horta apartamento
Coentros (Coriandrum sativum)-Deve semear esta cultura no local definitivo da sua horta, com uma profundidade até 1 cm. Os coentros não toleram  bem a transplantação para outro local, pelo que este procedimento deve ser evitado ao máximo. Os coentros podem ser cultivados em vasos ou outros recipientes do género, preferencialmente com pelo menos 30 cm de profundidade, uma vez que  a planta possui uma  raiz primária longa. Caso estas plantas sejam cultivadas em vasos menores, o seu desenvolvimento  poderá ser bastante limitado. Fonte da imagem:Hortas.info      

A utilização de plantas de companhia permite assim obter melhores resultados na horta ao mesmo tempo que a torna esteticamente mais agradável.

Pode também interessar-lhe saber mais sobre:

Boas leituras 🙂

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar