Tudo o que deve saber sobre os substratos para a sua horta

Tudo o que deve saber sobre os substratos para a sua horta

Substratos: o que são?

Antes de explicar quais as características que deve ter um bom substrato para a sua horta, é fundamental explicar o conceito de substrato e o porquê de este ser uma mais valia para o desenvolvimento das suas culturas.

O substrato é uma mistura orgânica e mineral porosa que retém a humidade de forma equilibrada e que é uma alternativa à terra/solo que usamos para a produção vegetal.  É a partir deste, que as raízes bem como a parte aérea da planta se vão desenvolver e, a par de uma nutrição correta, que as suas culturas se alimentarão ao longo do seu ciclo cultural.

O bom desenvolvimento de um sistema radicular saudável depende também das propriedades físicas e químicas do substrato escolhido. Por essa razão, a caracterização física e química dos substratos é fundamental para a sua exata adequação à cultura, assim como à rega e fertilização.

substratos para horta

Por outras palavras, o substrato é semelhante ao solo no campo, mas mais enriquecido e equilibrado para suprimir as necessidades de cada cultura garantindo que a mesma potencie todo o seu desenvolvimento. Na maior parte das vezes, um substrato resulta de uma mistura de elementos minerais, orgânicos e, em outras, de elementos artificiais também.

Que opções de substratos existem no mercado?

Atualmente, existem diversos tipos de substratos, que podem ser de origem mineral ou orgânica, natural ou sintética, e possuir características distintas. Tal facto impede que haja um  único material ou uma única mistura de materiais que compõem os substratos e que seja considerada universal, sendo impossível considerar que existe um único substrato para todas as espécies de plantas.

De facto, é importante reter que cada cultura tem um substrato mais adequado, pelo que a sua escolha deve ser analisada previamente de maneira distinta. Assim, em função de cada espécie deve-se analisar qual o melhor substrato, que garanta um melhor desenvolvimento da planta de forma a garantir no futuro uma boa colheita.

 É importante salientar também que a maior parte dos substratos é uma combinação de dois ou mais componentes, com o intuito de alcançar as propriedades químicas e físicas mais adaptadas às características específicas de cada cultura.

substratos para horta

Já experimentou colocar as mãos no substrato, e dedicar-se à sua horta? Neste artigo vou explicar-lhe a importância de escolher um bom substrato para a sua horta.

A importância de um bom substrato

Não sei se já parou para pensar no quão fundamental é ter um bom substrato para garantir boas produtividades hortícolas na sua horta. Um bom substrato pode mesmo revelar-se a chave para o sucesso das suas sementeiras e/ou plantações uma vez que é a partir deste que as plantas vão crescer e desenvolver-se.

 Quais as características de um bom substrato?

  • Um bom substrato deve ser rico em matéria orgânica e de cor escura e odor agradável;
  • O volume de um bom substrato deve manter-se constante quer molhado ou seco, nem sofrer muitas alterações ao longo do crescimento e desenvolvimento das plantas.
  • Um bom substrato deve estar bem maturado para impedir a imobilização do azoto e/ou presença de substâncias indesejáveis;
  • Possuir baixo teor em sais;
  • Um bom substrato deve fazer uma retenção de água equilibrada para evitar encharcamentos e ter uma porosidade adequada, para garantir um bom arejamento.
  • Possuir uma boa textura e estrutura;
  • Não conter argila em excesso porque pode levar ao fraturamento do substrato quando este se encontra seco;
  • Possuir elevada retenção dos nutrientes essenciais ao desenvolvimento das culturas;
  • Disponibilizar a quantidade de água e nutrientes adequados consoante as necessidades de crescimento e de desenvolvimento das plantas;
  • Um bom substrato deve ser leve e de fácil transporte;
  • Um bom substrato deve ter uma boa relação qualidade -preço;
  • Um bom substrato deve estar isento de agentes patogénicos e inertes perigosos (ex. vidro, ferro, plástico).

substratos para horta

Qual o substrato para a sua horta que recomendo?

Para o crescimento e desenvolvimento adequado das culturas hortícolas, é necessário que a quantidade de matéria orgânica fornecida seja superior à maior parte das outras plantas.

Na minha opinião, e dentro das opções existentes no mercado, o substrato SIRO Horta é dos mais completos e por essa razão, recomendo-o vivamente.

O SIRO horta é um substrato de cultivo especialmente concebido para plantar todo o tipo de culturas hortícolas. Possui uma fórmula equilibrada que é obtida a partir de matérias-primas selecionadas, sustentáveis e naturais.  Permite uma fertilização orgânica natural, rica em nutrientes essenciais, que estimula um equilíbrio entre a planta e o substrato SIRO HORTA. Este substrato por ser biológico pode ser perfeitamente usado em Agricultura Biológica, de acordo com o Regulamento CE 834/2007.

substratos para horta

Como usar o substrato SIRO Horta?

Caso não tenha muito espaço para ter a sua horta, pode experimentar fazer uma horta em vasos ou floreiras. Nesse caso, deve começar por preencher o fundo destes com o substrato SIRO Horta e depois, colocar a plântula do tabuleiro alveolado e transplantá-la para um vaso ou floreira, conforme o recipiente que tiver disponível.

Depois de colocada a Plântula no vaso/floreira, deve cobrir o restante espaço com o substrato SIRO Horta, sempre respeitando o espaço que é necessário para a planta crescer e desenvolver-se corretamente, não atrofiando as raízes. Posteriormente, utilizando os seus dedos deve aconchegar o substrato à planta e regar o necessário para satisfazer as necessidades da cultura em questão.

substratos para horta

Já conhece este substrato? Para saber mais informações sobre o mesmo, visite o site da SIRO. Pode também conhecer todas as novidades da marca nas suas redes sociais:

Facebook  da SIRO  

Instagram da SIRO

 

acientistaagricola

Olá, sou a Rosa. Nasci e cresci em meio rural e desde cedo percebi o que queria fazer para o resto da vida. Mais tarde, quando entrei no ensino superior tornei-me Técnica Superior do Ambiente e Agrónoma, áreas que sempre me fascinaram. Este blog é mais do que um projecto pessoal...é  o culminar de duas paixões: a escrita e as ciências ambientais e agrárias. Este é um local de encontro entre todos aqueles que partilham destas mesmas paixões.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *