O azevinho é uma das plantas mais usadas para fins ornamentais, especialmente na quadra festiva do Natal. Esta planta caracteriza-se por ser espontânea e protegida que possui folhas persistentes e madeira dura e uniforme. Saiba mais sobre o azevinho assim como obter, plantar e quais os cuidados que deve ter com esta planta.

Tudo o que deve saber sobre o azevinho e suas principais características

Talvez nunca tenha ouvido falar sobre o azevinho através do seu nome científico Ilex aquifolium L., mas duvido que nunca tenha comtemplado a beleza desta planta nem que seja nos múltiplos arranjos florais que se fazem por esta altura do ano. Mas não só as suas folhas e as famosas “bolinhas vermelhas” são utilizadas… sabia que devido à dureza da sua madeira, esta é frequentemente utilizada no fabrico de instrumentos musicais e na marcenaria?

Certamente já se deu conta que por esta altura do ano o azevinho é extremamente procurado… Mas será que sabia que por ser uma espécie protegida, a sua colheita está interdita em Portugal? Para saber mais sobre a legislação em vigor, consulte o Decreto-Lei nº423/89 de 4 de dezembro.  Deve estar a perguntar-se a si próprio o que poderá fazer para proteger esta planta tão especial? Bem, pode sempre plantar azevinho no seu jardim e aproveitar esta planta para decorar a sua casa quer com as suas folhas, quer também com os seus ramos e frutos.

Conheça mais caraterísticas do azevinho

O azevinho apresenta normalmente um porte arbustivo ou arbóreo, crescimento lento e pode atingir até dez metros de altura. ´

As suas folhas são verde-escuras, muito duras, com brilho e margens onduladas e uma espécie de “dentes em forma de espinho”. A partir da inserção destas folhas surgem as flores (normalmente por altura da primavera) normalmente brancas ou rosáceas, apresentando-se “sozinhas” ou em forma de ramalhete. A formação dos frutos ocorre nas plantas de azevinho do sexo feminino, resultando nas famosas “bolinhas” que podem ser vermelhas ou amarelas e que perduram na planta por muito tempo, sendo também um atrativo para os insetos.

O seu tronco apresenta uma superfície lisa com coloração esverdeada e os seus ramos à medida que vão “envelhecendo” tornam-se mais lisos e sem os espinhos característicos.

Se pretende comprar uma planta de azevinho para posteriormente plantar no seu jardim, saiba que a maioria destas espécies são monoicas o que significa que não necessita de comprar a planta-macho para que ocorra a fertilização já que a planta possuí os dois sexos na mesma planta.

Antes de comprar esta planta para o seu jardim garanta que possui as condições necessárias para o seu crescimento e desenvolvimento. O azevinho gosta de ambientes sombrosos ou de meia-sombra, com pluviosidade considerável e são bastante resistentes a ambientes com temperaturas bastante baixas. O azevinho gosta de solos frescos, bem drenados, leves e com um nível de matéria orgânica elevado.

Como adquirir esta planta

Se está com ideias de adquirir uma planta de azevinho para sua casa, saiba que pode comprá-la envasada em viveiros licenciados pois é legal.

Pode também propagá-la através de uma planta de azevinho já existente, tendo em conta que será um processo mais moroso e que exigirá de si mais cuidados de forma a que esta propagação e posterior manutenção seja realizada com sucesso.

Pode fazer a propagação do azevinho por semente, mas tenha em consideração que é um processo demasiado lento.

Se optar por este método, selecione alguns frutos/bolinhas vermelhas para este processo, pois encontram-se nesta parte da planta algumas sementes que pode utilizar. A partir destas podem desenvolver-se algumas plântulas que pode depois transplantar para local definitivo.

No entanto, se pretende mesmo propagar azevinho aconselho-o(a) a utilizar o método de propagação por estaca. Para tal, providencie pequenas estacas/ramos com cerca de 15 cm de comprimento que possuam gomos lateralmente ou na extremidade. Depois, coloque-as num substrato adequado para promover a formação de raízes.

 Para esta tarefa aconselho a que use o substrato SIRO Multiplicação.

Para fazer estacas de azevinho com sucesso, aconselho também a que as prepare entre os meses da primavera e verão e faça um pequeno corte a 1/2cm da base da estaca. Esta incisão deve ser realizada especialmente antes de estas serem mergulhadas numa solução que promova o enraizamento como a hormona auxina.

Principais dicas que deve ter em conta para plantar azevinho

Tal como tenho vindo a falar em outros artigos do género, a preparação do solo antes da plantação representa uma das principais etapas que deve ter em atenção para ter sucesso no seu cultivo.  Para tal, mobilize ligeiramente o solo e remova quaisquer vestígios de pedras e plantas que possam existir no local. Garanta também que planta azevinho quando as temperaturas forem mais agradáveis, coincidindo este com o fim das geadas.

 O terreno deve ser húmido mas não encharcado e caso este seja pobre em nutrientes,  adicione o substrato Siro Royal que já possui Fertilizante 14 meses na sua composição.

Depois do local escolhido, faça uma cova com uma profundidade substancial de forma a conferir ao azevinho o espaço necessário para que este consiga desenvolver-se como esperado. Depois de colocada a planta na cova, preencha o espaço disponível com o substrato SIRO Royal e regue em quantidade. Depois de absorvida a água de rega, adicione mais substrato até que complete a profundidade total da cova.  Comprima a terra em redor da planta e regue novamente (sem encharcar).

Principais cuidados que deve ter com azevinho

O azevinho é frequentemente atacado por pragas como as cochonilhas (trate com óleo de verão) ou doenças de origem fúngica como a fumagina.   Felizmente, é uma planta bastante resistente e que não necessita de muitos cuidados, sendo os problemas fitossanitários anteriormente referidos bem como outros possíveis, bastante simples de se resolver.

Quanto às regas, evite regar o azevinho abundantemente. Apenas deve fazê-lo no caso de períodos bastante secos em que é necessário repor os níveis de humidade do solo.

Para controlar o aparecimento de plantas infestantes pode utilizar o mulching também conhecido como cobertura morta, utilizando materiais como folhas, Siro Decor (Casca de Pinho), restos de podas ou palha.

Se está à espera que o seu azevinho produza muito logo nos primeiros tempos de vida, desengane-se. A produção plena ocorrer por volta do 6/7 ano após plantar esta espécie.

As podas apresentam-se também como práticas essenciais para manter o seu azevinho bonito e produtivo. Para tal, pode especialmente na estação primaveril quando esta entra em floração e no verão, quando o azevinho começa a frutificar.

 Nos primeiros anos de vida após a plantação a poda não é uma operação muito importante. Porém, após o 4º ano é uma operação extremamente necessária de forma a promover o arejamento e o desenvolvimento pelo deste arbusto.

No caso de querer dar um “boost” de fertilização a este tipo de plantas, faço-o especialmente no início da primavera ou do outono. Recomendo a utilização de um fertilizante indicado para este tipo de plantas ou para o buxo, planta com necessidades nutricionais semelhantes.

Uma curiosidade final: além da questão ornamental, sabia que pode utilizar as folhas de azevinho através de uma infusão. Benefícios como o alívio de cólicas, problemas gástricos e intestinais ou reumatismo, são alguns exemplos.

Espero que tenha gostado deste artigo! Agora, mãos à terra 😊

Artigo feito em parceria com a Siro-Substratos Profissionais. #pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here