Destaques

Uvas Dona Uva crescem ao ar livre e de forma tradicional

Chegou a época da uva de mesa!

As primeiras uvas Dona Uva já estão a chegar aos consumidores.

Cadafais, 26 de julho de 2021 – As primeiras uvas Dona Uva já estão a começar a ser colhidas nas regiões do Oeste e do Ribatejo e, em breve, vão chegar à mesa dos portugueses. A Frutalmente, Organização de Produtores que detém a marca Dona Uva, estima uma produção de três milhões de quilos de uva, em linha com o ano passado.

“Esta é a altura mais importante do ano e para a qual trabalhamos diariamente no campo, com dedicação e cuidado. A amostra que temos dá-nos boas expetativas para a colheita, que deverá ficar em linha com o ano passado. A uva está bonita e prevemos uma boa produção, em qualidade e sabor”, diz Mário Rodrigues, diretor executivo da Frutalmente.

A Frutalmente tem cerca de 200 hectares de uvas de mesa e, entre julho e novembro, produz sete variedades: Cardinal, Red Globe, Rosadas sem grainha, Michele Palieri, Brancas sem grainha, Vitoria e Dona Maria. 

A uvas Dona Uva seguem o modo de Produção Integrada e crescem ao ar livre de forma tradicional, nos sistemas de cordão bilateral e em Y. “Neste último sistema, os cachos crescem em troncos mais altos, o que nos permite, por um lado, aumentar a produção e a rentabilidade da colheita e, por outro, reduzir a utilização de água e de fertilizantes, comparativamente com a produção em pérgola”, explica Mário Rodrigues. De destacar, que cerca de 80 hectares são em agricultura de sequeiro.

A Dona Uva venceu, pelo terceiro ano consecutivo, o Prémio Cinco Estrelas na categoria Fruta. A marca de uvas de mesa 100% produzidas em Portugal, obteve uma classificação final de 79,4%, a mais elevada desde 2019, ano em que concorreu pela primeira vez a este prémio. 

Sobre a Frutalmente:

Fundada em 2012 e reconhecida como Organização de Produtores em 2013, a Frutalmente tem como missão produzir a melhor fruta portuguesa, respeitando a natureza e o meio ambiente. É a única Organização de Produtores de Uva de Mesa em Portugal e detém as marcas Dona Uva (para uvas de mesa) e Adoora (para outros frutos, como damascos, dióspiros, pêssegos, figos, maçãs, peras ou romãs). Com 21 produtores associados, tem 200 hectares de vinha e 200 hectares de outras frutas em produção e uma faturação superior a quatro milhões de euros.  Na sua génese esteve a família Rodrigues, pioneira na produção de uva de mesa em finais dos anos 1950.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo