Domingo, Junho 16, 2024

Atenção às queimadas. Sabe que pode ser preso? Trabalhos de manutenção e limpeza de caminho florestal podem levar a coima grave

Fonte do artigo: Agricultura e Mar

O Comando Territorial de Vila Real, da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Destacamento Territorial de Chaves, no dia 24 de Agosto, identificou um homem de 35 anos por incêndio florestal, no concelho de Chaves. Incendiário? Não. Apenas um trabalhador agrícola.

Diz a GNR, em nota de imprensa que, no decurso de uma investigação decorrente de um incêndio que teve lugar no dia 23 de Agosto, nas freguesias de Bobadela e Oucidres, “os militares da Guarda apuraram que o foco de incêndio teve origem em trabalhos de manutenção e limpeza de um caminho florestal, nos quais foi utilizada uma máquina agrícola que acidentalmente fez deflagrar o foco de incêndio numa zona de mato, consumindo cerca de sete hectares de vegetação”.

“No decorrer das diligências policiais foi identificado o responsável pelos trabalhos de limpeza, e os factos foram remitidos para o Tribunal Judicial de Chaves”, acrescenta a Guarda em nota de imprensa.

No corrente ano, o Comando Territorial de Vila Real já identificou 54 suspeitos de incêndios florestais, dos quais quatro foram detidos em flagrante.

“A protecção de pessoas e bens, no âmbito dos incêndios rurais, continua a assumir-se como uma das prioridades da GNR, sustentada numa actuação preventiva e num esforço de patrulhamento nas áreas florestais”, acrescenta a mesma nota.

A GNR relembra:

  • As queimas e queimadas são das principais causas de incêndios em Portugal;
  • Em qualquer altura do ano é proibido queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração florestal ou agrícola bem como efectuar queimadas sem pedir autorização ou fazer comunicação prévia;
  • Para evitar acidentes siga as regras de segurança, esteja sempre acompanhado e leve consigo o telemóvel.
acientistaagricola
acientistaagricolahttp://acientistaagricola.pt
Olá, sou a Rosa. Nasci e cresci em meio rural e desde cedo percebi o que queria fazer para o resto da vida. Mais tarde, quando entrei no ensino superior tornei-me Técnica Superior do Ambiente e Agrónoma, áreas que sempre me fascinaram. Este blog é mais do que um projecto pessoal...é  o culminar de duas paixões: a escrita e as ciências ambientais e agrárias. Este é um local de encontro entre todos aqueles que partilham destas mesmas paixões. 

Related Articles

Queres receber as nossas newsletters?

Preencha os campos abaixo para se inscrever.

* ao clicar em "inscrever", está a aceitar as nossas condições de marketing.
- Publicidade -spot_img
spot_img

Últimos artigos