Domingo, Junho 16, 2024

Cereais de Inverno afectados pela seca. Superfície instalada é a menor dos últimos 100 anos

Fonte do artigo: Agricultura e Mar

As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 28 de Fevereiro, apontam para uma campanha de cereais de Inverno muito condicionada pelos efeitos negativos da seca meteorológica que, no final de Fevereiro, afectava 96% do território continental.

“O risco associado à instalação destas culturas em período de escassez hídrica, conjugado com o aumento dos preços dos meios de produção, contrariou uma eventual resposta positiva dos produtores à subida das cotações destas commodities, prevendo-se que a superfície instalada (102 mil hectares) seja a menor dos últimos cem anos”, pode ler-se no Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Março de 2022, do INE.

O desenvolvimento vegetativo “tem sido muito deficiente, sendo que apenas as searas instaladas nos solos com maior aptidão cerealífera ainda poderão beneficiar da precipitação do final de Inverno/princípio da Primavera”, acrescentam os técnicos do INE, estimando, para a aveia, uma diminuição de 40% na produtividade, face a 2021.

De referir que o sector agropecuário também está a ser bastante afectado por estas condições meteorológicas e de mercado, com necessidades crescentes de utilização de alimentos conservados, a preços superiores aos habitualmente observados.

Áreas semeadas em queda

Segundo o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Março de 2022, as áreas de cereais de Inverno deverão ser inferiores às da campanha anterior (-10% no trigo mole e -5% nos restantes cereais praganosos), consequência do prolongado período de escassa precipitação e de baixos teores de água no solo, coincidente com a época normal de realização dos trabalhos de instalação destas culturas.

Por outro lado, a incerteza provocada pela forte subida do preço dos meios de produção, contrariou o potencial investimento na produção de cereais impulsionado pela tendência altista dos preços destas commodities nos mercados internacionais (agravada, a partir da última semana de Fevereiro, pela instabilidade na Ucrânia e Rússia).

acientistaagricola
acientistaagricolahttp://acientistaagricola.pt
Olá, sou a Rosa. Nasci e cresci em meio rural e desde cedo percebi o que queria fazer para o resto da vida. Mais tarde, quando entrei no ensino superior tornei-me Técnica Superior do Ambiente e Agrónoma, áreas que sempre me fascinaram. Este blog é mais do que um projecto pessoal...é  o culminar de duas paixões: a escrita e as ciências ambientais e agrárias. Este é um local de encontro entre todos aqueles que partilham destas mesmas paixões. 

Related Articles

Queres receber as nossas newsletters?

Preencha os campos abaixo para se inscrever.

* ao clicar em "inscrever", está a aceitar as nossas condições de marketing.
- Publicidade -spot_img
spot_img

Últimos artigos