Adubos NPK: o que são, principais características e como escolher

Os adubos NPK desempenham um papel fundamental na nutrição das plantas, fornecendo os nutrientes essenciais necessários para o seu crescimento saudável. Neste artigo, Saiba

Mas afinal, o que são adubos NPK?

Os adubos NPK são uma categoria específica de fertilizantes que desempenham um papel vital na nutrição das plantas. Estes fertilizantes contêm três elementos essenciais para o crescimento saudável das plantas: azoto (N), fósforo (P) e potássio (K). Cada um destes elementos desempenha funções distintas e cruciais no desenvolvimento das plantas.

Afinal, qual a função de cada macronutriente principal?

O azoto (N) é fundamental para estimular o crescimento vegetativo das plantas. Desempenha um papel crucial na síntese de proteínas, promovendo o desenvolvimento de folhas verdes exuberantes e caules fortes. Além disso, o azoto é essencial para o metabolismo das plantas, ajudando na absorção de nutrientes e na produção de energia necessária para o crescimento e desenvolvimento.

O fósforo (P) é responsável por promover o crescimento das raízes das plantas, fortalecendo a sua estrutura e facilitando a absorção de água e nutrientes do solo. Além disso, o fósforo desempenha um papel crucial no processo de fotossíntese, ajudando as plantas a converter a energia solar em energia química utilizável.

Por fim, o potássio (K) é essencial para manter a saúde e a resistência das plantas. Desempenha um papel fundamental na regulação do equilíbrio hídrico das plantas, ajudando na abertura e fecho dos estomas, que são pequenas estruturas nas folhas responsáveis pela troca gasosa. Além disso, o potássio fortalece as defesas das plantas contra doenças, pragas e condições adversas, garantindo a sua resistência e vigor.

As proporções destes nutrientes nos adubos NPK podem variar conforme as necessidades específicas de cada tipo de planta e estágio de crescimento. Por isso, é importante escolher o adubo NPK adequado com base nas características individuais das plantas e nas condições do solo.

adubos npk o que são

Como escolher o adubo NPK certo?

Ao selecionar o adubo NPK mais apropriado, é crucial considerar as necessidades específicas das plantas e as condições do solo. Por exemplo, durante a fase de crescimento inicial das plantas, pode ser vantajoso usar um adubo com uma maior concentração de azoto para promover um desenvolvimento vegetativo vigoroso. À medida que as plantas entram na fase de floração e frutificação, a aplicação de um adubo com uma proporção mais elevada de fósforo e potássio pode estimular uma produção abundante de flores e frutos.

Recomenda-se realizar uma análise do solo para determinar os nutrientes já presentes e as suas proporções. Com base nesta análise, pode-se optar por um adubo com a formulação que complemente as necessidades específicas das plantas.

Outro ponto a considerar ao escolher o adubo NPK certo é o tipo de solo em que as plantas estão a ser cultivadas. Solos com características específicas, como pH elevado ou baixa fertilidade, podem exigir formulações de adubo NPK específicas para corrigir essas deficiências e melhorar a saúde do solo.

Além disso, é importante ter em mente que o uso excessivo de adubos pode resultar em problemas de salinidade do solo e poluição da água. Por isso, é fundamental seguir as recomendações de dosagem e aplicação fornecidas pelo fabricante e evitar a aplicação excessiva de fertilizantes.

Por fim, a escolha entre adubos orgânicos e sintéticos também é um ponto a considerar.

Exemplo de adubo npk orgânico aqui

Exemplo de adubo npk sintético aqui.

nutrientes essenciais para as plantas

Quais são as proporções de nutrientes presentes nos adubos npk?

As proporções de nutrientes nos adubos NPK variam conforme a formulação específica. Aqui estão três exemplos de adubos npk que pode encontrar no mercado.

  • NPK 04-14-08

O NPK 04-14-08 é um adubo formulado com 4% de Azoto (N), 14% de P2O5 (fósforo) e 8% de K2O (potássio), recomendado para o plantio devido ao seu alto teor de fósforo, essencial para o desenvolvimento das raízes.

Este adubo é versátil, adequado para hortícolas, pastagens, relvados e fruteiras, com quantidades e formas de aplicação variáveis conforme a planta e a fase de crescimento. De alta solubilidade, o NPK 04-14-08 favorece o aparecimento de flores e frutos, fortalece raízes e aumenta a resistência a pragas e doenças.

  • NPK 20-05-20

O NPK 20-05-20 é um tipo de adubo formulado que contém proporções específicas de nutrientes essenciais para as plantas. Este adubo possui 20% de azoto (N), 5% de P2O5 (fósforo) e 20% de K2O (potássio) na sua composição.  O NPK 20-05-20 é um fertilizante  que exerce papel fundamental no fortalecimento da estrutura das plantas, sendo essencial para que elas consigam se desenvolver fortes e saudáveis, especialmente em solos com baixa disponibilidade natural de nutrientes.

  • NPK 20-20-20

Com 20 partes de cada nutriente – Azoto, Fósforo e Potássio. É indicado para uma ampla variedade de plantas devido à sua composição equilibrada de nutrientes essenciais. Algumas plantas, especialmente beneficiadas pelo uso do adubo NPK 20-20-20 incluem:

  • Plantas em vasos
  • Jardins
  • Hortas
  • Plantas ornamentais

Este adubo é recomendado para todas as fases de crescimento das plantas, pois fornece uma fonte balanceada de azoto, fósforo e potássio, fundamentais para um desenvolvimento saudável e vigoroso.

A sua acção ajuda a fortalecer as estruturas das plantas, promovendo um crescimento robusto e resistência a doenças e infestações.

É importante reter que…

Existem dezenas de formulações diferentes deste tipo de adubos no mercado, com formulações mais ou menos distintas. O importante é ajustar o adubo ao tipo de plantas que está a produzir e à fase do ciclo de vida em que se encontra. Relativamente aos exemplos dados acima, ficam abaixo algumas das principais vantagens e desvantagens de cada um dos adubos mencionados.

Quais são as vantagens e desvantagens de diferentes proporções de nutrientes nos adubos NPK referidos como exemplo anteriormente?

  1. NPK 20-20-20:
    • Vantagens:
      • Proporção equilibrada de nutrientes essenciais para um crescimento saudável e vigoroso das plantas medicinais.
      • Favorece o desenvolvimento geral das plantas, incluindo raízes, folhas, flores e frutos.
      • Potencializa os efeitos dos nutrientes, promovendo uma floração exuberante e uma produção de alta qualidade.
    • Desvantagens:
      • Pode ser excessivo em determinados nutrientes, levando à acumulação no solo e possíveis problemas de salinidade.
      • Em algumas situações, a proporção igual de nutrientes pode não atender às necessidades específicas de certas plantas.
  2. NPK 20-05-20:
    • Vantagens:
      • Ideal para épocas de floração e frutificação, fornecendo um estímulo extra para o desenvolvimento dessas estruturas.
      • Baixo teor de fósforo, adequado para situações em que há excesso desse nutriente no solo.
    • Desvantagens:
      • Pode não ser suficiente em fósforo para plantas  que necessitam uma maior quantidade desse nutriente.
      • A proporção desequilibrada pode limitar o crescimento e a produção de algumas espécies de plantas.
  3. NPK 04-14-08:
    • Vantagens:
      • Rico em fósforo, essencial para o desenvolvimento das raízes das plantas.
      • Indicado para o plantio e mudanças de vasos, promovendo um enraizamento saudável.
    • Desvantagens:
      • Baixa concentração de azoto e potássio, o que pode limitar o crescimento e a produção de folhas e frutos.
      • Não é adequado para todas as fases de crescimento das plantas, sendo mais específico para o início do ciclo.

como nutrir as plantas adubos npk

Como escolher um adubo npk?

Para escolher um adubo NPK, é importante considerar as necessidades específicas das plantas e as características do solo. Aqui estão algumas dicas para ajudar na escolha:

  1. Análise do solo: Antes de escolher um adubo NPK, é fundamental analisar o solo para determinar quais nutrientes estão presentes e em que quantidades. Isto ajudará a identificar quais nutrientes estão em falta e qual a proporção ideal de NPK necessária.
  2. Fase de crescimento: considerar a fase de crescimento das plantas também é essencial. Por exemplo, durante a fase vegetativa um adubo rico em fósforo (P) pode ser mais benéfico, enquanto durante a fase de floração e frutificação, um adubo com uma proporção mais equilibrada de NPK pode ser mais adequado.
  3. Tipo de planta: diferentes plantas têm necessidades nutricionais específicas. Por exemplo, plantas folhosas podem beneficiar de adubos com uma proporção mais alta de azoto (N), enquanto fruteiras podem requerer mais fósforo (P) e potássio (K).
  4. Proporção de nutrientes: A proporção de nutrientes no adubo NPK é fundamental. Adubos com uma proporção equilibrada de NPK, como o 20-20-20, podem ser mais adequados para uma ampla variedade de plantas, enquanto adubos com uma proporção mais específica, como o 04-14-08, podem ser mais benéficos para plantas que requerem mais fósforo.
  5. Forma de aplicação: A forma de aplicação do adubo NPK também é importante. Adubos solúveis em água, podem ser mais fáceis de aplicar e de serem absorvidos pelas plantas, enquanto adubos granulados podem ser mais económicos e duradouros.
  6. Preço e benefícios: É importante avaliar o preço do adubo NPK relativamente aos benefícios que proporciona. Adubos de alta qualidade podem ser mais caros, mas podem proporcionar resultados mais significativos em termos de crescimento e produtividade das plantas.
 Em suma…
Escolher o adubo NPK mais adequado envolve considerar as necessidades específicas das plantas, as características do solo, a fase de crescimento, o tipo de planta, a proporção de nutrientes, a forma de aplicação e o preço em relação aos benefícios.

More like this

como usar o estrume na horta

Como usar estrume na horta: dicas e cuidados

O estrume é um dos fertilizantes orgânicos mais antigos e eficazes na agricultura. No entanto, o seu...
como melhorar a fertilidade do solo

Saiba como melhorar a fertilidade do solo naturalmente

Melhorar a fertilidade do solo é uma das tarefas-chave para qualquer agricultor, seja ele iniciante ou experiente....
ervas aromáticas e medicinais

Dicas para o cultivo de ervas aromáticas e medicinais

O cultivo de ervas aromáticas e medicinais é uma prática antiga e extremamente benéfica, tanto pela sua...