img

Aprenda a combater a bacteriose(PSA) no kiwi

/
/
/

Adaptado da  Circular nº 12 de 2019, da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

BACTERIOSE (PSA) na ACTINÍDEA
(Pseudomonas syringae pv. actinidiae )

Nos pomares afetados são visíveis os sintomas nas folhas (manchas necrosadas com halo amarelo). Há também ramos secos e mortos nas plantas doentes.
O tempo incerto, alternando dias de sol com outros de humidade e chuva ou chuviscos são favoráveis à reprodução e disseminação da bactéria pelos pomares.
Nestas condições, desaconselha-se a poda em verde nos pomares afetados. Se, mesmo assim, optar por a fazer, deve desinfetar regularmente as tesouras e aplicar um fungicida à base de cobre à medida que for prosseguindo com a poda.
Aconselha-se a aplicação de um fungicida à base de cobre, que contenha hidróxido de cobre (AIRONE SC; BADGE WG), de modo a impedir a reprodução e dispersão da bactéria durante os períodos de chuva.


Esta circular, bem como edições anteriores, pode também ser consultada e descarregada em:

1 – www.drapn.pt

Fitossanidade > Avisos Agrícolas > Entre Douro e Minho

2 –  http://snaa.dgav.pt/

estações de avisos > Estação de Avisos de Entre Douro e Minho.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar