Hit enter after type your search item

5 cuidados essenciais que todas as próteas gostam- conheça-os!

/
/
/
img

As próteas são plantas com flor originárias da África do Sul, estando a ganhar cada vez mais “fãs” um pouco por todo o mundo.

Estas espécies de flor são polinizadas principalmente através das aves, caracterizando-se morfologicamente por serem arbustos com folhas largas com flores de diversas cores que vão mudando de tonalidade consoante a época do ano.

Estas plantas possuem pouco tecido lenhoso e estão geralmente enraizadas.

As suas flores não possuem pétalas nem sépalas separadas. São caracterizadas por possuírem tépalas, que são elementos pertencentes ao perianto (parte externa de uma flor).

próteas

Por serem plantas exóticas, com cores vistosas e flores grandes que captam a atenção de quem as observa, as próteas são um ótimo exemplo de uma planta ótima para ajudar na decoração do seu jardim.

Existem cerca de 100 espécies de próteas conhecidas que pertencem à família das Proteaceae, e dentro destas,  mais de 83 géneros com cerca de 1,660 espécies.

É fã de próteas? Quer aprender alguns cuidados básicos para cuidar delas da melhor forma? Neste novo artigo vou dar-lhe a conhecer 5 cuidados essenciais que todas as próteas gostam! Conheça-os!

próteas

Como cultivar próteas: conheça os principais cuidados

1. Cuidados com o solo

As próteas preferem solos arenosos (pobres em nutrientes) com características ácidas e bem drenados garantindo assim que as raízes recebam oxigénio suficiente que necessitam.

Solos argilosos devem ser evitados ao máximo, pois impedem a oxigenação das raízes por serem mais compactos e pesados.

No que diz respeito a nutrientes, as próteas não toleram fósforo, pelo que deve usar um adubo/suplemento adequado por este tipo de plantas.

No caso de possuir um solo mais alcalino, deve adicionar turfa e sulfato de ferro antes de proceder à plantação desta planta.

próteas

2. Como regar as próteas

Quanto às necessidades de água, e principalmente durante o primeiro ano após a plantação, estas plantas necessitam de mais água do que o necessário habitualmente como o principal objetivo de garantir o desenvolvimento saudável das raízes.

Nos anos seguintes após a plantação, a rega deve ser feita com menos frequência, sendo suficiente regar apenas 1 vez por semana nas alturas de maior calor.

próteas

3. Luminosidade

As próteas gostam muito de luz solar – por essa razão, quanto mais luz solar receberem, mais florescerão.  Por essa razão evite plantá-las em locais onde essa condição não seja garantida não as plante em locais de sombra).

4. Temperatura

Estas plantas toleram temperaturas baixas desde que não haja muito humidade. No entanto, no inverno, se as temperaturas forem de vários graus abaixo de zero, resguarde a planta para evitar problemas futuros.

Por essa razão, tente garantir que as próteas estejam em locais arejados que garantam a circulação do ar, só assim garantirá o sucesso e saúde das mesmas.

Para controlar pragas de forma preventiva, pode aplicar uma “cama de folhas ou casca de pinheiro”, o chamado “mulch orgânico” por cima do solo onde a planta está plantada;

Caso não tenha espaço onde plantar as suas próteas pode plantá-las em vaso.  Para tal, opte por uma espécie de prótea adaptada a estas condições tais como a Protea Little Prince.

próteas5. Use um substrato adequado para próteas

próteasO substrato utilizado neste tipo de plantas deve ser bem drenado e ácido, com uma boa percentagem de perlite na sua composição.

Uma das melhores opções disponíveis no mercado dos substratos é o SIRO Próteas, especialmente concebido para a plantação e o transplante das principais espécies de Próteas.

 É um substrato com fertilização específica para Próteas, de libertação controlada e lenta até 12 meses, promovendo o seu desenvolvimento saudável e vigoroso.

Este substrato possui uma textura leve e porosa, garantindo dessa forma uma drenagem e arejamento adequados.  Para saber mais informações sobre este substrato, clique aqui.

Também é fã destas plantas? Quais os cuidados que costuma ter? Conte-me tudo nos comentários.

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :