Quarta-feira, Junho 12, 2024

Governo quer promover maquinaria agrícola movida a biometano

Fonte: Agricultura e mar

O Governo pretende promover o uso de veículos movidos a biometano e reconversão de veículos utilizadores de energias fósseis para biometano em segmentos estratégicos, como frotas de recolha de resíduos urbanos, autocarros urbanos, transporte pesado de mercadorias e maquinaria agrícola.

A medida faz parte do Plano de Acção para o Biometano, já disponibilizada online pelo ministério do Ambiente e da Acção Climática, que prevê também avaliar a atribuição de incentivos fiscais em sede de imposto sobre os produtos petrolíferos e energéticos (ISP) para o biometano veicular enquanto biocombustível avançado.

Por outro lado, o Plano prevê a promoção da valorização orgânica de efluentes pecuários e agroindustriais para a produção de biometano, adiantando que os chorumes e estrumes provenientes da actividade pecuária apresentam um potencial considerável para a produção de biogás.

Em linha com a a Estratégia Nacional para os Efluentes Agropecuários e Agro industriais (ENEAPAI 2030), o Plano de Acção para o Biometano propõe a valorização orgânica destes resíduos como solução base para a gestão de efluentes pecuários em Portugal.

“A valorização através da digestão anaeróbia, além da produção de biogás e/ou biometano, gera um digerido que pode ser utilizado como correctivo orgânico ou biofertilizante agrícola e possui excelentes propriedades para a remediação de solos”, realça o documento.

E acrescenta que também o uso de efluentes agroindustriais como as águas ruças, entre outros, pode contribuir para o crescimento e reforço do sector do biometano e mercados associados.

A produção de biometano no setor pecuário deve ser incentivada através de procedimentos que incluam:

  • Articular com a ENEAPAI 2030 e conferir prioridade ao encaminhamento de efluentes pecuários para a produção de biogás;
  • Estudar a remuneração, no contexto do quadro de incentivos, o encaminhamento de efluentes pecuários para produção de energia, nomeadamente, biometano;
  • Mapear o potencial de biometano no sector agroindustrial e pecuário;
  • Apoiar projectos bandeira nestes sectores que impulsionem a instalação de unidades técnicas de produção de biometano (com análise custo-benefício);
  • Definir metas para o encaminhamento de efluentes agroindustriais e pecuários para produção de biogás e/ou biometano;
  • Formar e capacitar as empresas do sector agroindustrial e agropecuário para a operação adequada de digestores anaeróbios, incluindo co-digestão anaeróbia.

O Plano de Acção para o Biometano assume a visão estratégica de “promover o mercado do biometano como uma forma sustentável de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, descarbonizar a economia nacional, reduzir as importações de gás natural utilizado nos sectores industriais e doméstico, incluindo o seu uso na mobilidade, aproveitando integralmente os recursos endógenos existentes em vários sectores”.

Pode consultar a primeira versão do Plano de Acção para o Biometano aqui.

acientistaagricola
acientistaagricolahttp://acientistaagricola.pt
Olá, sou a Rosa. Nasci e cresci em meio rural e desde cedo percebi o que queria fazer para o resto da vida. Mais tarde, quando entrei no ensino superior tornei-me Técnica Superior do Ambiente e Agrónoma, áreas que sempre me fascinaram. Este blog é mais do que um projecto pessoal...é  o culminar de duas paixões: a escrita e as ciências ambientais e agrárias. Este é um local de encontro entre todos aqueles que partilham destas mesmas paixões. 

Related Articles

Queres receber as nossas newsletters?

Preencha os campos abaixo para se inscrever.

* ao clicar em "inscrever", está a aceitar as nossas condições de marketing.
- Publicidade -spot_img
spot_img

Últimos artigos