20 Plantas companheiras para a horta: o que plantar junto

Se és um agricultor iniciante, provavelmente já ouviste falar de “plantas companheiras”. Este conceito pode transformar a tua horta, tornando-a mais saudável, produtiva e resistente a pragas. Neste artigo, vamos explorar o que são plantas companheiras, os seus benefícios e algumas combinações eficazes que podes usar.

Ler também:

Conheça 10 boas plantas companheiras para usar na bordadura da horta

Mas afinal o que são plantas companheiras?

Plantas companheiras são espécies vegetais que, quando cultivadas juntas, ajudam-se mutuamente de diversas formas. Esta prática, baseada tanto em conhecimentos tradicionais como em estudos científicos, é uma técnica essencial na agricultura biológica. As plantas companheiras trabalham em harmonia para criar um ecossistema equilibrado e sustentável, resultando em hortas mais saudáveis e produtivas.

Ler também:

Consociação de culturas favoráveis e desfavoráveis em Agricultura Biológica

Benefícios das Plantas Companheiras

As plantas companheiras podem beneficiar-se entre si de várias maneiras, contribuindo para a saúde e produtividade da horta de forma natural e sustentável.

1-Melhoria da Fertilidade do Solo

Fixação de Azoto: Algumas plantas, especialmente as leguminosas como o feijão e a ervilha, têm a capacidade de fixar azoto no solo. Elas formam uma simbiose com bactérias específicas que convertem o azoto do ar em formas que as plantas podem usar. Este processo enriquece o solo, beneficiando outras plantas que necessitam de azoto.

Reciclagem de Nutrientes: Plantas com sistemas radiculares diferentes exploram diferentes camadas do solo. Por exemplo, plantas de raízes profundas como a beterraba podem trazer nutrientes das camadas inferiores do solo para a superfície, onde plantas de raízes mais superficiais como a alface podem beneficiar-se.

2-Atração de Polinizadores

Flores Atraentes: Plantar flores como calêndulas, capuchinhas e manjericão entre as culturas pode atrair polinizadores como abelhas e borboletas. Estes insetos são essenciais para a polinização de muitas plantas, o que resulta em melhores colheitas.

Habitat para Insetos Benéficos: Algumas plantas proporcionam um habitat adequado para insetos predadores que se alimentam de pragas. Por exemplo, a calêndula atrai joaninhas, que são predadores naturais de pulgões.

Saiba onde comprar joaninhas

Aromas Repelentes: Plantas como o alho, cebola e cebolinho emitem aromas fortes que podem repelir várias pragas. O alho pode afastar pulgões, moscas-da-cenoura e outros insetos indesejáveis.

Plantas Armadilha: Algumas plantas atraem pragas específicas, afastando-as das culturas principais. A capuchinha, por exemplo, atrai pulgões, protegendo outras plantas.

4-Fornecimento de Sombra e Proteção

Sombra Parcial: Plantas altas como o milho podem proporcionar sombra a plantas mais sensíveis ao sol intenso, como a alface e o espinafre, ajudando a prevenir queimaduras solares e a reduzir a evaporação da água do solo.

Barreiras contra o Vento: Plantas robustas podem servir como barreiras contra o vento, protegendo culturas mais delicadas.

quais são as plantas companheiras

20 exemplos de Combinações de Plantas Companheiras

1-Tomate e Manjericão

  • Benefício: O manjericão pode repelir moscas-brancas e melhorar o sabor dos tomates. Além disso, a presença do manjericão pode aumentar a produção de frutos do tomateiro.
  • Dica: Planta o manjericão próximo aos tomates, mas assegura-te de que haja espaço suficiente para o crescimento das raízes de ambas as plantas.

2-Cenoura e Alho

  • Benefício: O alho ajuda a repelir pragas que atacam as cenouras, como as moscas-da-cenoura. A cenoura, por sua vez, não interfere no crescimento do alho.
  • Dica: Planta o alho nas margens do canteiro de cenouras.

3-Milho, Feijão e Abóbora (Três Irmãs)

  • Benefício: Esta combinação tradicional dos nativos americanos funciona de forma sinérgica. O milho fornece suporte para o feijão trepador, o feijão fixa azoto no solo, e a abóbora cobre o solo, suprimindo ervas daninhas e conservando a humidade.
  • Dica: Planta o milho primeiro. Quando tiver cerca de 15 cm de altura, planta o feijão e a abóbora.

4-Pepino e Endro

  • Benefício: O endro atrai insetos benéficos, como joaninhas, que se alimentam de pragas que atacam os pepinos. Além disso, o endro também pode melhorar o crescimento dos pepinos.
  • Dica: Planta o endro próximo aos pepinos, mas dá-lhes espaço suficiente para se espalharem.

5-Alface e Rabanete

  • Benefício: O rabanete cresce rapidamente e ajuda a quebrar o solo, facilitando o crescimento das raízes da alface. Além disso, a alface pode beneficiar do sombreamento proporcionado pelas folhas dos rabanetes.
  • Dica: Planta os rabanetes entre as filas de alface para maximizar o uso do espaço e os benefícios mútuos.

6-Couve e Hortelã

  • Benefício: A hortelã ajuda a repelir várias pragas que atacam a couve, incluindo pulgões e lagartas. A presença de hortelã pode melhorar a saúde geral da couve.
  • Dica: Planta a hortelã ao redor da couve, mas controla o crescimento da hortelã para evitar que se espalhe excessivamente.

7-Espinafre e Morangos

  • Benefício: O espinafre pode ajudar a cobrir o solo ao redor dos morangos, reduzindo a evaporação da água e a proliferação de ervas daninhas. O espinafre também beneficia da sombra parcial proporcionada pelas folhas dos morangos.
  • Dica: Planta o espinafre entre os morangos, mantendo uma densidade adequada para permitir a circulação do ar.

plantas companheiras

8-Pimento e Cebolinho

  • Benefício: O cebolinho pode repelir pragas como os pulgões, que frequentemente atacam os pimentos. Além disso, o cebolinho pode melhorar o sabor dos pimentos.
  • Dica: Planta o cebolinho ao redor dos pimentos para criar uma barreira natural contra pragas.

9-Beterraba e Alface

  • Benefício: A beterraba ajuda a melhorar a estrutura do solo, permitindo que a alface cresça de forma mais saudável. A alface, por outro lado, pode fornecer uma cobertura leve ao solo, ajudando a manter a humidade.
  • Dica: Planta a beterraba e a alface em filas alternadas para maximizar os benefícios mútuos.

10-Feijão e Milho

  • Benefício: O feijão fixa azoto no solo, beneficiando o milho, que é uma planta que necessita de muitos nutrientes. O milho, por sua vez, fornece um suporte natural para o feijão trepar.
  • Dica: Planta o milho primeiro e, quando estiver com cerca de 15 cm de altura, semeia o feijão próximo ao milho para poder usar os caules do milho como suporte.

11-Batata e Feijão

  • Benefício: O feijão ajuda a fixar azoto no solo, melhorando a fertilidade e beneficiando o crescimento das batatas. Além disso, o feijão pode ajudar a cobrir o solo, reduzindo a evaporação da água.
  • Dica: Planta o feijão nas margens dos canteiros de batata ou entre as filas de batata.

12-Couve e Alecrim

  • Benefício: O aroma forte do alecrim ajuda a repelir pragas como a mosca-branca e as lagartas que atacam as couves. O alecrim também pode melhorar a saúde geral das couves.
  • Dica: Planta o alecrim em torno das couves, assegurando que o alecrim tenha espaço para se espalhar sem sufocar as couves.

13-Cebola e Cenoura

  • Benefício: A cebola ajuda a repelir a mosca-da-cenoura, enquanto a cenoura ajuda a repelir a mosca-da-cebola. Estas plantas protegem-se mutuamente das pragas comuns.
  • Dica: Alterna filas de cebola e cenoura para maximizar os benefícios de proteção mútua contra pragas.

14-Cenoura e Ervilha

  • Benefício: As ervilhas fixam azoto no solo, beneficiando as cenouras que necessitam deste nutriente. As ervilhas também ajudam a manter o solo fresco e solto.
  • Dica: Planta as ervilhas ao redor das cenouras para melhorar a qualidade do solo e o crescimento das cenouras.

15-Tomate e Calêndula

  • Benefício: As calêndulas ajudam a repelir nemátodos e outras pragas do solo que podem atacar os tomates. Além disso, atraem polinizadores que beneficiam os tomates.
  • Dica: Planta as calêndulas ao redor dos tomates para criar uma barreira natural contra pragas.

16-Alface e Cebola

  • Benefício: A cebola pode repelir pragas que atacam a alface, como lesmas e caracóis. A alface cresce rapidamente e pode ser colhida antes que a cebola atinja seu pleno desenvolvimento.
  • Dica: Planta a alface entre as fileiras de cebola, aproveitando o espaço e os benefícios de proteção contra pragas.

17-Rabanete e Espinafre

  • Benefício: O rabanete cresce rapidamente e pode ser colhido antes do espinafre, permitindo uma colheita contínua. Além disso, ajuda a soltar o solo para o espinafre.
  • Dica: Planta os rabanetes entre as fileiras de espinafre para maximizar o uso do espaço e os benefícios mútuos.

18-Brócolos e Funcho

  • Benefício: O funcho atrai insetos benéficos que se alimentam de pragas que atacam os brócolos, ajudando a manter as plantas saudáveis. Além disso, o funcho pode melhorar o sabor dos brócolos.
  • Dica: Plante o funcho ao redor dos brócolos para criar uma barreira natural contra pragas.

19-Espinafre e Cenoura

  • Benefício: O espinafre cresce rapidamente e pode ser colhido antes que as cenouras atinjam seu pleno crescimento, permitindo uma colheita contínua. Além disso, o espinafre ajuda a soltar o solo para as cenouras.
  • Dica: Plante o espinafre entre as fileiras de cenouras para maximizar o uso do espaço e os benefícios mútuos.

20-Tomate e Tagetes (Cravo-de-defunto)

  • Benefício: O tagetes libera compostos que repelem nematóides do solo, ajudando a proteger os tomateiros contra essas pragas. Além disso, as flores do tagetes podem atrair polinizadores benéficos para os tomateiros.
  • Dica: Plante o tagetes entre as fileiras de tomateiros ou como bordadura ao redor da área de cultivo dos tomates.

Considerações Práticas

Ao planear a tua horta, considera não apenas as plantas que gostarias de cultivar, mas também como elas podem interagir entre si. Aqui estão algumas dicas práticas para te ajudar a maximizar os benefícios das plantas companheiras:

  • Rotação de Culturas: Evita plantar as mesmas famílias de plantas no mesmo local ano após ano para prevenir o esgotamento do solo e a propagação de doenças.
  • Diversidade: Mantém uma horta diversificada para aumentar a resistência a pragas e doenças. A diversidade de plantas pode criar um ambiente mais equilibrado.
  • Observação e Adaptação: Observa como as plantas interagem na tua horta e ajusta as combinações conforme necessário. O que funciona bem num lugar pode precisar de ajustes noutro.

consociação de culturas plantas

Em suma…

A prática de usar plantas companheiras na horta é uma estratégia eficaz para melhorar a saúde e a produtividade das culturas. Ao combinar plantas de forma estratégica, podes aproveitar os benefícios naturais que elas oferecem umas às outras, criando um ecossistema mais equilibrado e sustentável. Experimenta diferentes combinações e observa como respondem no teu ambiente específico. Com o tempo, desenvolverás uma compreensão mais profunda das necessidades das tuas plantas e das interações entre elas.

More like this

como usar o estrume na horta

Como usar estrume na horta: dicas e cuidados

O estrume é um dos fertilizantes orgânicos mais antigos e eficazes na agricultura. No entanto, o seu...
como melhorar a fertilidade do solo

Saiba como melhorar a fertilidade do solo naturalmente

Melhorar a fertilidade do solo é uma das tarefas-chave para qualquer agricultor, seja ele iniciante ou experiente....
ervas aromáticas e medicinais

Dicas para o cultivo de ervas aromáticas e medicinais

O cultivo de ervas aromáticas e medicinais é uma prática antiga e extremamente benéfica, tanto pela sua...