Salicórnia: a planta versátil das zonas costeiras

A salicórnia, também conhecida como “salicórnia europeia” ou “espargos do mar”, é uma planta incrivelmente adaptável e nutritiva que prospera em ambientes de zonas costeiras, especialmente em solos salinos e estuários. Apesar do seu nome, a salicórnia não é um tipo de espargo, mas sim uma planta suculenta que tem sido valorizada por séculos pelas suas propriedades culinárias, medicinais e ambientais. Neste artigo, vamos explorar as muitas facetas desta planta e como ela está a ser cada vez mais reconhecida e utilizada em todo o mundo.

Quais as principais características desta planta?

A salicórnia é uma planta herbácea, anual, que pode atingir entre 3 a 40 cm de altura, apresentando um caule carnudo, único, articulado, direito e ramificado. As suas folhas têm forma de escama, são opostas, carnudas e suculentas, acumulando sal do meio em que a planta vive.

Esta planta é tolerante à água salgada e cresce naturalmente em locais com elevado teor de sódio. Apesar de possuir um sabor salgado devido à acumulação de sal, tal não compromete o seu desenvolvimento.

Apresenta uma elevada plasticidade fenotípica, o que significa que pode manifestar características diferentes dentro da mesma espécie.

A salicórnia é uma planta única, adaptada a ambientes salinos, com folhas suculentas que acumulam sal, conferindo-lhe um sabor salgado característico. A sua morfologia e capacidade de crescer em locais com alta salinidade são as suas principais características distintivas.

quais são os benefícios para a saúde do consumo de salicórnia

Benefícios da salicórnia para a saúde

A salicórnia apresenta uma série de benefícios para a saúde, destacando-se como uma fonte rica em compostos bioativos, como esteróis e ácidos hidroxicinâmicos, que contribuem significativamente para os seus valores nutricionais. As suas propriedades estendem-se para além do simples valor nutritivo, abrangendo também a esfera da saúde com propriedades imunoestimulantes, antioxidantes, anti-inflamatórias, anti-tumorais e diuréticas. Além disso, é uma excelente fonte de vitaminas e sais minerais essenciais.

A salicórnia destaca-se como um substituto saudável do sal de mesa, ajudando a reduzir a ingestão de sódio, o que é particularmente benéfico para a saúde cardiovascular. Rica em ácidos gordos polinsaturados, fibras e uma variedade de minerais como ferro, potássio, cálcio e vitaminas A, B e C,  esta planta  apresenta-se como uma escolha nutricionalmente rica.

A sua versatilidade é outra vantagem: pode ser facilmente incorporada na dieta diária, corrigindo o tempero dos alimentos de maneira mais saudável, graças ao seu baixo teor de sódio em comparação com o sal comum. Conhecida também como “sal verde”, a salicórnia emerge como uma planta com múltiplos benefícios para a saúde, oferecendo uma alternativa saudável ao sal de cozinha e promovendo uma alimentação mais equilibrada, com menor teor de sódio.

Além do seu sabor único, esta planta é uma fonte surpreendente de nutrientes essenciais. Ela é especialmente rica em vitamina A, vitamina C, vitamina B2 (riboflavina), vitamina B9 (ácido fólico), e minerais como cálcio, magnésio, potássio e ferro. Além disso, a salicórnia é uma excelente fonte de fibra dietética, importante para a saúde digestiva e a regulação do açúcar no sangue.

Quais os benefícos ambientais da salicórnia?

Para além das suas notáveis qualidades culinárias e nutricionais, a salicórnia desempenha um papel fundamental na preservação ambiental. As suas raízes profundas exercem uma importante função na estabilização do solo, sobretudo em regiões costeiras suscetíveis à erosão. As folhas densas desta planta proporcionam refúgio e alimento para uma diversidade de vida selvagem, incluindo aves marinhas e pequenos crustáceos, enriquecendo assim os ecossistemas costeiros.

Adicionalmente, esta planta possui um elevado potencial para a remediação de solos salinos e a dessalinização natural. Este atributo torna-a particularmente valiosa em iniciativas de recuperação de terras degradadas e áreas afetadas pela intrusão de água do mar. Ao absorver o excesso de sal presente no solo e na água, a salicórnia contribui para a restauração da fertilidade do solo e a criação de condições favoráveis ao crescimento de outras espécies vegetais, promovendo assim a biodiversidade e a resiliência dos ecossistemas costeiros.

quais são os benefícios para a saúde do consumo de salicórnia

Como cultivar salicórnia em casa?

A melhor época do ano para cultivar esta planta é durante a primavera ou início do verão, quando as temperaturas são mais amenas e propícias para o crescimento saudável da planta. Plantar a salicórnia nesse período permitirá que ela se desenvolva adequadamente e floresça durante o ciclo anual, que geralmente vai de julho a novembro.

Para cultivar salicórnia em casa, é importante seguir algumas orientações específicas:

  1. Ambiente Adequado: A salicórnia é uma planta que tolera bem o sal e a água, ao contrário de muitas outras plantas. Portanto, certifique-se de proporcionar um ambiente com solo salino e húmido para o cultivo.
  2. Cuidados com a Rega: Mantenha o solo húmido, mas não encharcado, para simular as condições naturais de crescimento desta planta.
  3. Luminosidade: A salicórnia necessita de boa luminosidade para crescer saudável. Certifique-se de que ela receba luz solar direta ou indireta durante parte do dia.
  4. Colheita: A salicórnia pode ser colhida quando estiver completamente seca. Certifique-se de colher as partes da planta que estão prontas para consumo.

Comprar planta aqui

As condições climáticas ideais para o cultivo de salicórnia incluem:

  • Ambientes salinos: A salicórnia cresce naturalmente em ambientes salinos, como salinas costeiras, e é tolerante à água salgada.
  • Zonas litorais: A zona litoral é ideal para o cultivo da salicórnia devido às condições favoráveis que oferece para a produção em grande escala.
  • Temperaturas amenas: O cultivo da salicórnia é favorecido durante a primavera e início do verão, quando as temperaturas são mais amenas e propícias para o seu crescimento saudável.

beneficios da salicornia

A produção de salicórnia em Portugal

A produção de salicórnia em Portugal está concentrada principalmente no Algarve, onde as condições climáticas e ambientais são ideais para o cultivo dessa planta. Algumas características da produção de salicórnia em Portugal:

  • Ocorre em ambientes salinos, como salinas costeiras e zonas litorais, onde a salicórnia cresce naturalmente.
  • projetos de produção controlada em estufas, como o da DRAP Algarve, que instalou 4.600 m2 de estufas para produção intensiva de salicórnia em ambiente controlado.
  • A produção em estufas permite um maior controlo das condições de cultivo, como temperatura, rega e salinidade do solo.
  • Algumas empresas, como a Horta dos Pexinhos, produzem salicórnia em modo biológico, sem impacto ambiental e seguindo requisitos de higiene e segurança alimentar.

Embora a salicórnia cresça espontaneamente em muitos locais da costa portuguesa, desde o Algarve até Gales, no Reino Unido, a produção comercial ainda é incipiente. No entanto, o futuro da produção de salicórnia em Portugal é promissor, com projetos em andamento e uma demanda crescente por esse produto saudável e versátil.

Perspectivas Futuras

À medida que a consciencialização sobre os benefícios da Salicornia continua a crescer, muitos países estão a explorar o seu potencial como uma cultura agrícola comercialmente viável. A sua capacidade de prosperar em solos pobres e salinos, juntamente com o seu elevado valor nutricional e ambiental, torna-a uma opção atrativa para a agricultura sustentável em regiões costeiras e áridas. Além disso, a Salicornia está a ser investigada como uma potencial fonte de biocombustíveis e biomateriais, o que poderia ter implicações significativas para a produção de energia renovável e a redução das emissões de carbono.

Em suma…

A Salicornia é uma planta notável que oferece uma gama impressionante de benefícios culinários, nutricionais e ambientais. A sua capacidade de crescer em condições adversas e sua versatilidade na cozinha a tornam uma adição valiosa às dietas e às práticas agrícolas em todo o mundo. À medida que continuamos a explorar e aproveitar os muitos potenciais da Salicornia, podemos encontrar soluções inovadoras para os desafios alimentares, ambientais e energéticos que enfrentamos atualmente.

More like this

como usar o estrume na horta

Como usar estrume na horta: dicas e cuidados

O estrume é um dos fertilizantes orgânicos mais antigos e eficazes na agricultura. No entanto, o seu...
como melhorar a fertilidade do solo

Saiba como melhorar a fertilidade do solo naturalmente

Melhorar a fertilidade do solo é uma das tarefas-chave para qualquer agricultor, seja ele iniciante ou experiente....
ervas aromáticas e medicinais

Dicas para o cultivo de ervas aromáticas e medicinais

O cultivo de ervas aromáticas e medicinais é uma prática antiga e extremamente benéfica, tanto pela sua...