Hit enter after type your search item

Agricultura biológica/orgânica: vantagens e desvantagens

/
/
/
img

Como surgiu?

A agricultura biológica ou orgânica surgiu como  uma oposição  à agricultura industrializada tendo como  principal objectivo a  reintegração  das actividades humanas na capacidade dos ecossistemas, tornando o sector agrícola mais sustentável.

agricultura biológica

O que distingue a agricultura biológica da agricultura convencional?

A agricultura biológica não usa produtos de síntese química nas suas culturas  como por exemplo  fertilizantes e pesticidas sintéticos tendo como principal  preocupação a  manutenção da fertilidade e capacidade produtiva do solo.

No entanto verifica-se muitas vezes que a definição da agricultura biológica que prima pelo  não-uso de certos factores de produção é considerada redutora por muitos defensores da agricultura sustentável, preferindo por essa razão, apoiar e desenvolver outras correntes de agricultura sustentável muito em voga também ultimamente como apor exemplo a agricultura biodinâmica e a permacultura.

Não obstante, a agricultura biológica  tem cada vez mais adeptos uma vez que permite  diversificar os produtos cultivados com o intuito de garantir o equilíbrio ambiental, sobretudo do solo aumentando a sua fertilidade.

A popularidade crescente alcançada pela agricultura biológica  nos últimos anos pode ser justificada pela adoção de  técnicas de baixo impacto ambiental com foco na sustentabilidade e  preservação dos recursos naturais, o que nos últimos tempos tem sido tido cada vez uma maior procura.

agricultura biológica vantagens

Quais as vantagens associadas à agricultura biológica/orgânica?

  • Os produtos biológicos devido à ausência de resíduos de pesticidas e outros produtos químicos promovem uma alimentação mais saudável e natural;

  • Permite o aumento da biodiversidade local, através do uso de produtos naturais  no cuidado e tratamento das explorações agrícolas;
  • Através da  utilização de fertilizantes orgânicos de baixa solubilidade utilizados nas quantidades adequadas estudos indicam que este facto contribuiu para a diminuição da contaminação de águas subterrâneas e solos;
  • Devido a não se utilizarem pesticidas neste tipo de agricultura, este facto contribui para uma melhor qualidade do ar que respiramos;
  • Estudos apontam que os produtos derivados deste tipo de agricultura são mais ricos nutricionalmente que os produtos provenientes da agricultura convencional.

agricultura biológica em portugal

E quais as desvantagens?

  • Em geral este tipo de produtos biológicos  resultam de uma qualidade inferior no que diz respeito ao seu aspecto (brilho, tamanho, etc.).
  • Os alimentos obtidos neste tipo de agricultura  tem uma durabilidade mais reduzida que os produtos convencionais, pelo que são mais difíceis de conservar;
  • O  preço dos produtos oriundos de agricultura biológica é substancialmente superior aos produtos agrícolas da agricultura convencional uma vez que os seus  sistemas produtivos são mais lentos e necessitam de mais mão-de-obra.

E vocês? Qual a vossa opinião sobre este tipo de agricultura? São consumidores de produtos biológicos? Deixem a vossa opinião nos comentários 🙂

agricultura biológica pdf

5 Comments

  1. Excelente exposição. Como consumidor dou preferência a produtos de origem biológica, já que “somos aquilo que comemos”. Além da responsabilidade ambiental e social, o simples sabor de produtos biológicos é notoriamente mais agradável. Tão simples como isto.

    • Obrigado António! Devemos ter muito cuidado com o que ingerimos! Visto que a agricultura é a principal fonte de alimentação do Homem, esta deve ser o mais sustentável possível e com as melhores práticas culturais!
      Continue desse lado,
      A Cientista Agricola

  2. Na realidade, os preços são mais altos por causa do mercado em geral. Os produtores são, em geral mais pequenos que os de agricultura convencional, portanto obtêm valores relativamente baixos dos grandes centros de distribuição (grandes retalhistas) que então vendem a preços altos por causa da lei da oferta e procura. No entanto vários estudos apontam para que não haja diferenças consideráveis em produtividade entre a convencional e a bio, sendo que as leguminosas apontam produtividades superiores em bio. Os únicos produtos que não seguem esta tendência são os de origem animal, tanto por GMD’s, como pela produtividade em geral.
    Só queria deixar este apontamento 🙂 De resto concordo com a maioria.

    • Bom dia Alexandre!
      Obrigado pelo seu comentário! É sempre benéfico ter diferentes pontos de vista, pois gera diálogo e novas prespectivas sobre um determinado assunto.
      Fico muito grata pelo seu comentário, foi muito enriquecedor para esta temática!

      Cumps,
      A Cientista Agricola

  3. Boa exposição sobre os produtos oriundos de agricultura biológica. No entanto deixo uma ressalva, onde se lê:

    “Os produtos biológicos devido à ausência de resíduos de pesticidas e outros produtos químicos promovem uma alimentação mais saudável e natural;”

    Dever-se-ia ler:

    “Os produtos biológicos devido à ausência de resíduos de pesticidas sintéticos não autorizados e outros aditivos alimentares não autorizados, promovem uma alimentação mais saudável e natural.”

    É por causa destas incorrecções e imprecisões que muitas vezes a agricultura biológica é posta em causa. A agricultura biológica USA PESTICIDAS (produtos fitofarmacêuticos) estes são, no entanto, em número extremamente reduzido e de muito mais baixa toxicidade que os de agricultura convencional/produção integrada.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :