Produção agrícola e técnicas

Sabe em que consiste a agricultura urbana? Este artigo pode ajudar a entender!

Autora do artigo: Mafalda Reis Pereira, Engenheira Agrónoma

Conceito de agricultura urbana: sabe o que é?

Em termos simples a definição de agricultura urbana consiste no crescimento, no processamento e distribuição de comida e outros produtos através de um intensivo cultivo de plantas e criação de animais nas cidades e à sua volta.

A United Nations Development Programme define este tipo de agricultura tendo em conta o uso de recursos, sendo que a classifica como “uma indústria que produz, processa e comercializa comida e combustíveis, largamente em resposta à necessidade diária dos consumidores quer numa cidade ou metrópole, na terra e água dispersa na área urbana e peri-urbana, aplicando métodos de produção intensiva, usando e reutilizando os recursos naturais e resíduos urbanos, para o rendimento da diversidade de culturas e gado”.

agricultura urbana

Fonte da imagem:Thiago Tadeu Campos

Outra definição é dada tendo em conta todos os aspectos da agricultura, associando-a também ao negócio, recursos naturais e as suas influências em humanos, “Agricultura urbana é um sistema complexo abrangendo um espectro de interesses, de um núcleo tradicional de actividades associado à produção, processamento, marketing, distribuição, e consumo, a uma multiplicidade de outros benefícios e serviços que são largamente reconhecidos e documentados.

Isto inclui recreio e lazer; vitalidade económica e empreendorismo nos negócios, saúde individual e bem-estar; melhoramento da paisagem; e restauração e remediação do ambiente” (Butler and Moronek, 2002).

As definições para este tipo de agricultura são várias, alguns autores referem ainda que “A agricultura urbana refere-se não somente à produção vegetal, mas também à criação de animais.

agricultura urbana e periurbana

Fonte da imagem: agriculturers.com

O sistema agrícola urbano pode ser uma combinação de muitas atividades diferentes, incluindo desde a horticultura e o cultivo de cereais como milho e feijão à integração com a produção de animais, aproveitando-se restos vegetais na alimentação destes através de compostagem, isoladamente ou em conjunto com esterco oriundo das criações.” (Aquino e Assis, 2007) e que “agricultura urbana como sendo a produção de alimentos dentro de perímetro urbano e periurbano, aplicando métodos intensivos, tendo em conta a inter-relação homem-cultivo-animal-meio ambiente e as facilidades da infraestrutura urbanística que propiciam a estabilidade da força de trabalho e a produção diversificada de cultivos e animais durante todo o ano, baseadas em práticas sustentáveis que permitem a reciclagem de resíduos” (Gnau, 2002).

agricultura urbana conceito

Fonte da imagem: exame.abril.com.br

 

Principais elementos da agricultura urbana

De facto, os principais elementos de definição da agricultura urbana são: os tipos de actividades económicos desenvolvidas, as categorias e subcategorias de produtos (alimentares e não alimentares), característica locacional (intraurbano ou periurbano), tipos de áreas onde é praticada, tipos de sistemas de produção e destino dos produtos e escala de produção (Mougeot, 2000).

Salienta-se ainda que devido ao facto de mais de metade da população do mundo viver em áreas urbanas (UNFPA, 2007), com tendência para aumentar, tem vindo a levar a um maior distanciamento ao meio rural e com o meio natural, o que culmina num afectar da saúde psicológica e do bem-estar e numa redução da possibilidade de recuperação do stress mental e físico (Lewis, 1995; Maller et al., 2005).

A possibilidade de se desenvolver este conceito de agricultura urbana pode contribuir para a aproximação da população urbana à natureza e à agricultura/horticultura.

agricultura urbana artigos

Fonte da imagem: arquitecturayciudades.wordpress.com

Benefícios da agricultura urbana

A agricultura em meio urbano tem alguns benefícios para os seus praticantes nomeadamente:

  •  assegura parte da alimentação do seu agregado familiar estando a contribuir para a soberanía alimentar do seu país;
  • permite conhecer melhor o processo de desenvolvimento que possuem os alimentos e a verdadeira qualidade dos produtos;
  •  evita o uso em grande escala de agroquímicos tóxicos e potencialmente nocivos (especialmente se o praticante optar por implementar o modo de produção biológica ou um modo de produção mais natural, em que não recorre a químicos de síntese);
  •  contribui para a economia local e familiar ao deixar de comprar produtos nas cadeias de supermercados;
  • permite o aproveitamento da água da chuva e da luz solar;
  • possibilita a redução do nível de ruído através da utilização de certas plantas;
  • ajuda a combater a poluição atmosférica;
  • permite criar um espaço recreativo e de trabalho onde o ser humano se reconecta com a terra e com a natureza;
  • Permite ainda aumentar o potencial da eficiência do uso do solo urbano;
  • Diminueo risco de redução ou mesmo interrupção no fornecimentos de alimentos às pessoas, pela dificuldade de aquisição dos mesmos em decorrência das flutuações salariais e limitações económica;

Dentro dos benefícios sociais alcançados com a sua prática, destaca-se a possibilidade de melhoria na qualidade dos alimentos ingeridos pelas pessoas mais pobres e a criação de alternativa de renda e emprego para habitantes.

Esta prática acarreta ainda vantagens ambientais como a conservação de recursos naturais devida à menor procura por combustíveis fósseis (baseia-se mais em trabalho dependente de humanos e menos operações mecanizadas, tanto na produção como na comercialização) e pela conservação de espaços verdes. Acrescenta-se a isto, a reciclagem de resíduos (reduzindo-se os custos e problemas de maneio associados a estes resíduos).

agricultura urbana ecologica

Fonte da imagem:StartAgro

Principais limitações da agricultura urbana

  •  Ocupação de zonas física e biologicamente instáveis (como, por exemplo, florestas, encostas, etc…).
  • O cultivo e o pastoreio excessivos em áreas urbanas pode acelerar processos erosivos em certas áreas (como as encostas).
  • Existe a possibilidade de uma má utilização da água distribuída publicamente, incluindo o seu desvio, desperdício e contaminação.
  • Zonas localizadas junto a faixas rodoviárias e a zonas industriais podem ainda correr o risco de ter os seus solos e, consequentemente, os produtos que neles se encontram contaminados por organismos patogénicos e metais pesados.
  • Caso haja a aplicação de produtos químicos, existe ainda o risco de ocorrer a volatilização de certos compostos para a atmosfera (por exemplo, certos pesticidas) e a contaminação de alimentos, plantas ornamentais, solos, águas (superficiais e lençóis freáticos) devido à excessiva aplicação de insecticidas, herbicidas e fertilizantes.
  • No que se refere à criação de animais, a lixiviação de resíduos sólidos e líquidos pode promover a contaminação das águas sub superfíciais e os animais podem ser vectores de doenças (transmitidas pela carne e pelo leite por exemplo).
  • Em zonas densamente povoadas podem ainda surgir problemas devido à ocorrência de maus odores, ruídos e riscos de engarrafamento no tráfego.
  • A utilização de resíduos sólidos não compostados ou de águas residuais não tratadas para fins de irrigação ou alimentação animal constitui também um factor de risco.
  • O lixo reciclado e os resíduos industriais podem conter ainda elementos químicos tóxicos.

agricultura urbana o que é

Fonte da imagem:matteroftrust.org

Aquino, A. e Assis, R. (2007), “Agricultura orgânica em áreas urbanas e periurbanas com base na agroecologia”, Ambiente e sociedade, vol.10, Nº1, pp. 137-150.
Butler, L. e D. M. Moronek (eds.) (2002). Urban and Agriculture Communities: Opportunities for Common Ground, Ames, Iowa: Council for Agricultural Science and Technology (CAST).
GNAU- Grupo Nacional de Agricultura Urbana. Lineamentos para los subprogramas de Agricultura Urbana para el año 2002 y sistema evaluativo. Cuba : Ministério de Agricultura, 2002. 84 pp.
UNFPA (2007). State of world population 2007, Unleashing the Potencial of Urban Growth. United Nations Population Fund.
Lewis, C.A. (1995). Human Health and Well-Being: the Psychological, Pshysiological, and Sociological Effects of Plants on People. Acta Horticulturæ. 391: 31-39.
Maller, C.; Townsend, M.; Pryor, A.; Brown, P.; St Leger, L. (2005). Healthy Nature Healthy People: ‘Contact With Nature’ as an Upstream Health Promotion Intervention for Populations. Health Promotion International. 21, 45-54.
Mougeot, L. J., 2000. Urban Agriculture: Definition, Presence, Potentials and Risks. Thematic Paper 1, RUAF.

 

Artigos Relacionados

12 Comentários

  1. Instagram Takipçi Satın Alma Hizmeti

    Kişiler instagram da öncelikle takipçi satın almak isterler çünkü Fazla
    takipçi adedi olan hesaplar, daha çok ilgi çeker daha çok
    kişinin onu takip etme isteğini uyandırır
    Bu sebepten firma, Size dilediğiniz kadar takipçi paketleri sunuyor.
    1000 takipçi den 100.000 takipçiye kadar gönül rahatlığı
    güvenli ödeme ile ,
    instagram takipçi satın al
    hizmetini hemen alabilirsiniz.

  2. Instagram takipçi konusu oldukça büyümüştü kişiler tarafından itibar görmekte.
    Instagram kullanıcılarının yakından ilgilendiği bu hizmetler sayesinde, kullanıcılar Instagram kapsamında ki tüm desteğe sahip
    olmaktadır

    Günümüzde en çok kullanılan toplumsal medya vasıtalarından Instagramı, takipçi kazanarak geliştirmek, normal olarak mümkündür.
    fakat internet ortamında binlerce takipçi site mevcut olduğu benzer biçimde her sitenin de doğal takipçi
    üretmediğini unutmamak gerekiyor. normal olarak web ortamında ki her site, naturel takipçi kazandırmayacaktır.
    Takipçi Satın AL

  3. HC Retinol Serum: Bir A vitamini formu olan Retinol, ince çizgilerin ve
    yaşlanma belirtilerinin görünümünü azalttığı klinik olarak kanıtlanmış güçlü bir aktiftir.

    Retinol aynı zamanda leke oluşumuna ve ciltteki ton eşitsizliklerine karşı mücadele eder.
    Canlı, taze ve daha genç bir cilt görünümü kazandırmaya yardımcı olur.

    HC Retinol Serum’un, en ileri düzeyde konsantre edilmiş saf Hyaluronik Asit, Pentavitin (Saccharide Isomerate), Anadenanthera Colubrina Bark Extract
    ve Bisabolol ile güçlendirilmiş aktif içeriği, güçlü nemlendirici ve canlandırıcı özelliği sayesinde cildi
    sıkılaştırmaya yardımcı olur.

    HC Retinol Serum akneli ve yağlı ciltlerde, lekelerde ve ciltte
    oluşan A Vitamini eksikliğinde kullanılır.

    Bu tür ciltlerde daha iyi bir etki alınabilmesi için HC
    Çay Ağacı (Tea Tree) Temizleme Jeli ile birlikte kullanılması tavsiye edilir.

    Retinol Serum

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo