Como cuidar de um manjerico: o essencial a ter em conta

O manjerico (Ocimum minimum) é uma planta aromática amplamente cultivada em Portugal, especialmente associada às festas dos santos populares. Esta planta é conhecida pelo seu aroma característico e pelas suas folhas pequenas e delicadas. Popular nesta altura do ano, cuidar de um manjerico pode ser uma atividade prazerosa e gratificante, que enche qualquer espaço com um toque de verde e um aroma delicioso. Neste artigo, vamos explorar os principais cuidados necessários para manter um manjerico saudável e vibrante. Quer aprender como cuidar de um manjerico? Então este artigo é mesmo para si.

1-O que deve saber sobre esta planta

O manjerico  é uma planta herbácea anual pertencente à família Lamiaceae, que também inclui o popular manjericão (Ocimum basilicum). Esta planta é facilmente reconhecível pelas suas folhas pequenas, ovaladas e extremamente aromáticas. Originário do Médio Oriente, o manjerico tem uma longa história de utilização como planta aromática, condimentar e medicinal. Nos países de origem, é comum encontrar manjerico em diversos pratos culinários, onde as suas folhas adicionam um sabor distinto e refrescante. Além disso, as suas propriedades medicinais são valorizadas, sendo frequentemente utilizado em infusões para aliviar problemas digestivos e promover o bem-estar geral. Mas quais as principais características botânicas a ter em conta para saber bem como cuidar de um manjerico?

1.1- Características Botânicas

O manjerico é uma planta compacta que geralmente atinge entre 20 e 40 centímetros de altura. As suas folhas, embora pequenas, exalam um aroma forte e agradável quando esfregadas ou amassadas. As flores do manjerico são pequenas e brancas, surgindo no verão e contribuindo para a formação de sementes que permitem a continuação da espécie. Esta planta possui um ciclo de vida anual, o que significa que completa todo o seu desenvolvimento, desde a germinação até à produção de sementes, num ano.

Em Portugal, a produção de manjericos é uma atividade importante, com mais de 40 mil plantas produzidas anualmente.
A produção de manjericos começa em fevereiro e é realizada em várias regiões do país, incluindo a Maia e o Porto.

1.2- Usos Culinários e Medicinais

Usos Culinários

O manjerico é amplamente utilizado na culinária pelo seu sabor fresco e aromático. As folhas podem ser adicionadas a saladas, sopas, molhos e pratos de carne, conferindo um toque especial que realça os sabores. Na cozinha mediterrânica, é um ingrediente popular, semelhante ao manjericão, mas com um perfil de sabor ligeiramente diferente.

Usos Medicinais

O manjerico possui diversas propriedades medicinais, embora o seu uso principal seja como planta aromática e condimentícia. Abaixo partilho alguns dos principais usos medicinais do manjerico.

Aromaterapia

O óleo essencial do manjerico é rico em linalol, um composto químico também presente na alfazema. Esse óleo pode ser usado em aromaterapia para aliviar sintomas reumáticos e criar um ambiente relaxante, ajudando a aliviar o stress.

Repelente Natural

O manjerico contém eugenol e estragol na sua composição, substâncias usadas como repelentes naturais de insetos. Portanto, o manjerico pode ser utilizado para afastar mosquitos e outros insetos indesejados.

1.3- Ciclo de vida e tradições

O manjerico entra em floração no verão, produzindo pequenas flores brancas que, ao fim da estação, dão origem às sementes. Este período de floração é crucial, pois marca a fase reprodutiva da planta. As flores atraem polinizadores, como abelhas, que ajudam na fertilização. Após a floração e produção de sementes, a planta completa o seu ciclo de vida anual e morre no outono. Este ciclo natural permite que as sementes caiam ao solo e germinem na primavera seguinte, perpetuando a espécie.

Tradições e Significado Cultural

Durante as festas dos Santos Populares em Portugal, especialmente nas celebrações de Santo António, São João e São Pedro, o manjerico assume um papel simbólico e cultural significativo. É tradicionalmente oferecido em pequenos vasos, acompanhados de cravos de papel colorido e quadras populares — pequenos poemas ou ditos que simbolizam amor, amizade e outros sentimentos profundos. Estas quadras são frequentemente escritas em bandeirinhas de papel que adornam a planta, tornando-a um presente poético e cheio de significado.

dicas para cuidar de um manjerico

Como cuidar de um manjerico: principais cuidados

Antes de mais, o que ter em conta se quiser plantar um manjerico?

Para plantar um manjerico com sucesso, é essencial escolher os vasos adequados e seguir algumas recomendações importantes. Os melhores vasos para esta planta são os vasos de barro porosos, pois permitem uma boa respiração das raízes e mantêm uma temperatura adequada. É recomendável que os vasos tenham pelo menos 20 cm de profundidade, sendo ideais aqueles com 30 a 40 cm de altura e diâmetro. Além disso, é importante que os vasos tenham orifícios de drenagem no fundo, para evitar a acumulação excessiva de água, que pode causar apodrecimento das raízes.

Comprou ou ofereceram-lhe um manjerico e não sabe como cuidar? Então deve mesmo continuar a ler este artigo.

Luz

Coloque o manjerico num local soalheiro, mas evite a exposição direta à luz solar. A incidência forte de luz solar pode queimar as suas folhas sensíveis. Opte por um local com luz indireta ou filtrada para garantir um crescimento saudável. É importante colocá-los em locais com pelo menos 4 horas de sol por dia, mas protegidos da luz solar direta, especialmente à tarde. Esta medida ajuda a garantir que a planta receba a quantidade adequada de luz solar, mas sem o risco de queimar as suas folhas sensíveis.

Temperatura

O manjerico prefere ambientes com humidade no ar e temperaturas amenas. Não tolera frio intenso, geadas ou calor extremo. Manter a planta numa área com temperatura estável e moderada é crucial para o seu bem-estar.

Água

O manjerico necessita de bastante água e humidade para se manter saudável. Certifique-se de que o substrato está sempre húmido, mas não encharcado. Colocar um prato com água debaixo do vaso durante o dia pode ajudar a manter a humidade adequada. Evite que a água se acumule no prato durante a noite para prevenir o apodrecimento das raízes.

Substrato

Plante o manjerico em vasos de barro, que ajudam a manter uma temperatura adequada nas raízes e proporcionam boa drenagem. Utilize um substrato composto por 1/3 de húmus e 2/3 de argila para garantir que a planta recebe os nutrientes necessários.

Drenagem

Certifique-se de que o vaso tem orifícios de drenagem para evitar a acumulação excessiva de água, que pode levar ao apodrecimento das raízes. Uma boa drenagem é fundamental para a saúde do manjerico.

Poda

Para estimular o crescimento do manjerico e mantê-lo viçoso, realize podas leves regularmente. Remova as folhas secas ou danificadas e corte as pontas dos ramos para incentivar o aparecimento de novos rebentos. A poda regular ajuda a manter a planta compacta e cheia.

Transplante

Se optar por vasos menores inicialmente, é aconselhável transplantar a planta para um vaso maior à medida que ela cresce, utilizando sempre um substrato bem drenado e de boa qualidade. Para melhorar a drenagem, pode-se forrar o fundo do vaso com pedras ou cacos de cerâmica ou ainda argila expandida. Todas elas são boas opções.

Se o manjerico crescer além do tamanho do vaso atual, transplante-o para um recipiente maior com solo bem drenado e de boa qualidade. O transplante deve ser feito com cuidado para não danificar as raízes.

Cheirar: podemos ou não?

Embora exista a lenda de que o manjerico não deve ser cheirado diretamente, não há explicação científica para essa afirmação. Para desfrutar do seu aroma, passe a mão sobre as folhas e cheire-as logo de seguida. Este método evita qualquer potencial stress para a planta.

Ler também: O manjerico não se pode cheirar, apenas tocar. Mito ou facto?

A crença popular de que não se deve cheirar o manjerico diretamente, mas sim tocá-lo com a palma da mão e cheirá-lo, é um mito sem fundamentos científicos. Os manjericos podem ser cheirados normalmente, e não há evidências de que cheirá-los diretamente possa prejudicar a planta. Portanto, é seguro e comum cheirar o manjerico para desfrutar do seu aroma característico.

Outras Dicas

O manjerico, apesar de ser uma planta de encanto e beleza, é também uma planta anual, o que significa que tem um ciclo de vida limitado. Após as festas dos Santos Populares, período em que a presença do manjerico é especialmente marcante e significativa, é comum que a planta comece a murchar e secar gradualmente. Este processo faz parte do ciclo natural da planta, e é importante compreender que faz parte da sua vida.

No entanto, o fim do ciclo de vida do manjerico não representa o fim da sua existência. Pelo contrário, é uma oportunidade para aproveitar as suas sementes e garantir a continuidade da espécie. Quando o manjerico começa a secar, as suas sementes estão maduras e prontas para serem colhidas. Estas pequenas sementes, muitas vezes contidas em cápsulas ou flores secas, são preciosas, pois contêm o potencial para dar origem a novas plantas no próximo ano.

Ao colher as sementes do manjerico, está a preparar-se para o futuro, assegurando que poderá desfrutar novamente da beleza e do aroma desta planta no ano seguinte.

Já conhecia estes cuidados sobre o manjerico? Espero que tenha partilhado dicas úteis para saber como cuidar de um manjerico para o(a) deixar mais confiante com os cuidados com esta planta.

Bons santos populares?

More like this

como usar o estrume na horta

Como usar estrume na horta: dicas e cuidados

O estrume é um dos fertilizantes orgânicos mais antigos e eficazes na agricultura. No entanto, o seu...
como melhorar a fertilidade do solo

Saiba como melhorar a fertilidade do solo naturalmente

Melhorar a fertilidade do solo é uma das tarefas-chave para qualquer agricultor, seja ele iniciante ou experiente....
ervas aromáticas e medicinais

Dicas para o cultivo de ervas aromáticas e medicinais

O cultivo de ervas aromáticas e medicinais é uma prática antiga e extremamente benéfica, tanto pela sua...