Produção agrícola e técnicasSemear e plantar

Como cultivar agrião-de-rio e de terra: conheça os truques básicos

Com um travo ligeiramente apimentado, o agrião é um hortícola muito usado em sumos, saladas, sopas e refogados muito por causa das suas propriedades e benefícios para a saúde. Neste novo artigo, conheça algumas das principais características desta cultura, principais condições e todas as informações que deve ter em conta para aprender a cultivar agrião. Se quer saber como cultivar agrião-de-rio e agrião-de-terra, continue a ler este artigo para aprender alguns truques.

Agrião-de-rio

Nativo do continente europeu e também do asiático, o Nasturtium officinale R. Br. é comercializado e consumido principalmente em fresco, inteiro ou cortado mas também pode ser consumido cozinhado sob a forma de diversos pratos como saladas ou sopas.

O agrião-de-rio caracteriza-se por ser uma planta aquática e vivaz. As suas folhas são compostas, com vários folíolos com uma superfície lisa. Tal como o próprio nome já indica, as folhas bem como os caules desta cultura estão parcialmente submersos em água durante o seu crescimento e desenvolvimento. No que diz respeito às suas flores, de corola com tonalidade branca, encontram-se agrupadas em espigas.

Condições de cultivo que deve garantir

Antes de cultivar agrião-de-rio, saiba que esta é uma cultura típica de climas temperados e é sensível a baixas temperaturas e pouco tolerante a temperaturas demasiado altas provocando um atraso na sua taxa de crescimento. O ideal é uma temperatura equilibrada para maximizar os resultados deste cultivo.

Dado que é um agrião-de-rio deve ser produzida em vasos ou canteiros, necessitando obrigatoriamente de “uma camada” água a pelo menos 5 cm acima do solo. A situação idelal é que o agrião seja cultivado em zonas húmidas e frescas como áreas inundadas, terrenos encharcados, tanques e vasos com uma camada de água de de pelo menos 5 cm.

O tipo de água a utilizar para cultivar agrião-de-rio deve também ser bem “pensada” dado que não deve ser rica em nutrientes como ferro e calcário, nem devem serem usadas águas residuais para este efeito.

como cultivar agrião

Dependendo se pretende cultivar agrião como como hobby ou de forma mais profissional, a dimensão dos canteiros onde instala esta cultura vai como é natural, variar também.

Como cultivar agrião-de-rio: o passo a passo

Pode cultivar agrião quer por sementeira direta no local definitivo quer por sementeira em viveiro e posterior transplante com raiz protegida para o local escolhido. Pode cultivar agrião praticamente durante todo o ano.

As sementes de agrião são de dimensões muito reduzidas e portanto deve ter algum cuidado quando for proceder à sementeira. Pode ser necessário também tratar as sementes de agrião com ácido giberélico de forma a interromper o estado de dormência em que se encontram.

No caso de escolher a sementeira direta como método de cultivo, deve ter em conta que a cama onde vai efetuar esta operação deve ter um nível de humidade elevado/estar humedecida antes de ser feito a instalação da cultura.

Há medida que as plantas vão crescendo e se desenvolvendo, pode ser necessário aumentar o fluxo de água pois as necessidades também serão maiores.

Na maior parte dos casos onde se pretende cultivar agrião, a sementeira em tabuleiros alveolados e sucessivo transplante com raiz protegida para local definitivo é um dos procedimentos mais usados. Pode também semear em vasos com terra e colocá-los dentro de floreiras com água. O importante é que no cultivo de agrião-de-rio tenha sempre uma camada de água.

Caso entenda que necessita de fazer uma fertilização de fundo pode optar por incorporar matéria orgânica.

Relativamente ao aparecimento de pragas e doenças, o agrião é frequentemente atacado por afídeos, ácaros, , míldio, infestantes e algas.

Saiba que ao longo de cerca de 2 anos pode manter a cultura de agrião-de-rio produtiva, fazendo vários cortes/colheitas. Pode começar a efetuar a colheita a partir dos 70 dias, quando as folhas apresentarem cor verde e brilhante.

Depois de colhidos, os agriões são bastante perecíveis o que pode resultar num amarelecimento das folhas mais pronunciado. Para fazer com que as folhas de agrião se conservem por mais tempo, após a colheita arrefeça as folhas com água ou vácuo.

Nunca é demais ressalvar que a qualidade da água no caso do cultivo de agrião-do-rio é fundamental pois pode comprometer os agrião colhidos. No caso de água contaminada com dejetos de animais, pode ocorrer contaminação da cultura com coliformes e Fasciola hepatica, por exemplo. Tenha isso em atenção.

como cultivar agrião

Agrião de terra

Pertencente à espécie Barbarea verna, o agrião da terra teve origem no continente europeu e rapidamente ganhou popularidade sendo utilizado nos mais diversos pratos culinários.

É uma planta bienal que se caracteriza por ser bastante resistente à geada.

Para cultivar agrião de terra recomendo substratos indicados para aromáticas ou hortícolas ou, em alternativa, solos férteis com uma boa textura e um pH entre 5,8 e 6,5 (ligeiramente ácido).

Quanto ao método de cultivo, pode cultivar agrião de terra por sementeira direta utilizando um compasso de de 25*15. Depois de germinados, pode ser necessário ter de fazer um desbaste para conferir mais espaço para o seu crescimento e desenvolvimento.

Assim como no agrião-de-rio a humidade é fundamental para garantir bons resultados produtivos e agriões de qualidade. No entanto, tente conseguir um equilíbrio hídrico e evite a todo o custo encharcamentos.

A partir dos 60 dias após a instalação da cultura, pode começar a efetuar a colheita. Para tal, corte a parte aérea da planta e remova folhas exteriores sem qualidade para serem consumidas ( senescentes, amareladas, com vestígios de pragas, etc). Depois de colhidas, arrefeça as folhas com água e gelo.

como cultivar agrião

Espero que tenha gostado destas dicas! Já alguma vez cultivou agrião-de-terra ou agrião-de-rio? Conte-me tudo nos comentários 🙂

Bons cultivos!

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo