Protecção das culturas

Como resolver os principais problemas fitossanitários nas pomóideas nesta altura

Artigo adaptado da Circular nº 01 de 2021, da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho.

Esta circular, bem como edições anteriores, pode também ser consultada e descarregada em:

1http://portal.drapnorte.gov.pt/servico/fitossanidade/avisos-agricolas

2 –  http://snaa.dgav.pt/

(MACIEIRA, PEREIRA, NESPEREIRA DO JAPÃO, NASHI, CODORNEIRO)

PEDRADO DA NESPEREIRA DO JAPÃO

Fusicladium eriobotryae

Nas variedades mais sujeitas a ataques de pedrado, devem ser feitos tratamentos com
produtos à base de cobre até ao engrossamento dos frutos, durante os períodos mais chuvosos e húmidos do inverno.

No Modo de Produção Biológico são autorizados fungicidas à base de cobre para
combater o pedrado da nespereira do Japão.

AFÍDEOS

(PIOLHO CINZENTO, PIOLHO VERDE, PULGÃO LANÍGERO)

Dysaphis plantaginea, Aphis pomi, Eriosoma lanigerum

Se costuma ter ataques destes piolhos, aplique um óleo parafínico, próximo da rebentação das árvores e com temperaturas mais amenas.

MANCHAS AMARGAS (BITTER PIT) EM MAÇÃS

A doença das manchas amargas (bitter pit) é causada por uma desordem fisiológica das maçãs, ligada a carência ou ao bloqueio do cálcio no fruto, bem como a excesso de potássio e de azoto no solo.

O bitter pit afeta também as peras e os marmelos, embora de forma menos frequente.

MEDIDAS PREVENTIVAS
Durante o inverno:

 Fazer a poda de inverno sem grandes cortes ou desbastes.
 Proceder à análise do solo do pomar, para poder corrigir com segurança a carência de cálcio ou outros desequilíbrios que sejam detetados.
 Na plantação ou reestruturação de pomares de macieiras, devem escolher-se variedades pouco sensíveis ao bitter pit, visto que este acidente tem origem predominantemente genética.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.