Produção agrícola e técnicas

Dicas úteis para escolher batata-semente corretamente: o que deve saber

Estamos quase no final de Fevereiro e esta pode ser a melhor altura para cultivar batatas. Cultivar batatas cedo pode trazer algumas vantagens associadas, nomeadamente a contribuição de forma muito eficaz para a diminuição da necessidade de rega, dado que há um aproveitamento das águas das chuvas que por esta altura são mais frequente. Por outro lado, cultivar batatas precocemente irá reduzir a exposição das batatas ao aparecimento de larvas e de outras pragas de insetos que são propícias na época mais quente. Outra vantagem evidente de cultivar batatas cedo é também que o seu armazenamento pode ser feito mais cedo. Conheça neste artigo algumas dicas úteis para escolher batata-semente corretamente.

Saiba mais sobre a cultura da batata: épocas de cultivo e variedades

A espécie (Solanum tuberosum) possui milhares de variedades possíveis de serem produzidas que apresentam diferentes características como tamanho, cor, sabor e até textura.

O cultivo de batata ocorre normalmente no fim do Inverno, quando a temperatura média se situa entre os 10°C e 30°C.

Apesar de se produzir batata ao longo de todo o ano, considera-se duas épocas de colheita mais significativas: o início da primavera ( meses de Março e Abril) e o verão (meses de Julho e Agosto).

No primeiro período, colhem-se as chamadas batatas primor. Estas batatas caracterizam-se por serem batatas colhidas antes da sua completa maturação fisiológica e que são comercializadas logo no imediato após o seu arranque ( sendo a sua pele retirada por fricção).

Já no segundo período, por volta de julho e agosto, procede-se à colheita da chamada batata de conservação que, como o próprio nome indica, tem um alto poder de conservação e armazenamento é colhida quando a sua maturação está completa.

A escolha da batata-semente

Antes de cultivar batatas aconselho que planeie antecipadamente esta tarefa e que sobretudo, ocupe parte do seu tempo no processo de escolher o adquirir a melhor semente desta cultura.

Pode começar por escolher as variedades de batata existente no mercado que mais se adequam à sua zona e suas condições edafoclimáticas, assim como estudar de forma aprofundada as suas princiais caraterísticas.

Estude o máximo de características possíveis das variedades que pretende cultivar e tenha em atenção se são indicadas para cozer, fritar, assar, etc.

É importante que tenha em conta o tempo de armazenamento de cada variedade e também a duração do seu ciclo cultural.

Muitas vezes, só percebemos qual a variedade mais adaptada às nossas necessidades depois de experimentarmos cultivar algumas delas.

De uma forma geral, podemos dividir as variedades de batata em dois grupos: a branca e a vermelha.

A batata branca caracteriza-se ,regra geral, por ser mais precoce, ou seja, necessita de menos tempo para se desenvolver. Fica pronta a ser consumida em cerca de dois meses e meio e é mais suave e de cozedura mais fácil e rápida.

Embora seja bastante saborosa, a batata de pele branca possui a desvantagem de ter um menor tempo de armazenamento devido às suas características.

Se quer saber quais as principais variedades de batata-semente, clique aqui.

As batatas de pele vermelha por sua vez, possuirem um tempo de armazenamento superior, tamanho generoso e boa produção. No entanto, existem disponíveis para venda no mercado variedades de pele vermelha de ciclo precoce.

A escolha agora é sua.

Exemplos de variedades de batata de pele branca: Picasso, MonaLisa, Agria, Vivaldi, Voyager, entre outras.

Exemplos de variedades de batata de pele vermelha: Smester, Désirée, Manitou, Laura, Kondor, Bellarosa, entre outras.

Dentro de todos os exemplos de variedades de batata acima indicadas, a Stemster, a Laura, Agria e Désirée e Picasso são mais duradouras e por isso têm um período de armazenamento superior comparativamente com as restantes. Por serem mais consistentes, são ótimas para fritar ou cozer.

Pode obter a batata-semente através da aquisição de sacos de vários tamanhos (até 25kg) nas várias superfícies comerciais para o efeito.

Depois de adquirir a batata semenete, deve espalhá-las num local protegido que tenha alguma humidade, de preferência colocadas em cima de um pedaço de papel ou num saco de serapilheira. Cá em casa usamos os sacos de sarapilheira, e estendemos a batata-semente o melhor que conseguimos tendo em conta o espaço disponível.

E qual é o próximo passo, depois de espalhar a batata semente?

O passo seguinte é estimular a formação de grelos, podendo usar para o efeito diversas técnicas.

Como “grelar” as batatas?

Aqui em casa, de forma a grelar as batatas, borrifamos-lhas com água de forma a aumentar a humidade e posteriormente e cobrimos com um saco de serapilheira ou plástico preto, que devem estar também húmidos para estimular todo o processo de formação dos “grelos”.

Estes grelos, também conhecidos como “olhos da batata” costumam a surgir duas a três semanas após este último procedimento. O que pode acontecer é que, caso não faça o processo que falei corretamente, as batatas começarão a grelar mais tardiamente.

Como cortar as batatas greladas

Agora que as suas batatas já formaram os grelos, deve aproveitá-los. Eu costumo usar uma faca e pegando numa batata de cada vez, corta-as em tantas partes como o número de grelos visíveis.

Tenha em atenção que os grelos formados são pouco uniformes, e por isso, muitas vezes de difícil identificação. Normalmente, correspondem a pequenos “pontinhos brancos” que ainda tem o seu desenvolvimento atrasado, demorando mais tempo a “aparecer”. Como o seu desenvolvimento nestes casos ainda é reduzido, devem ser semeados separadamente.

Como os grelos das batatas são estruturas muito frágeis, deve manuseá-los muito delicadamente pois correm o risco de partir.

Espero que tenham gostado deste artigo!

Bons cultivos!

Artigos Relacionados

One Comment

  1. Caro Serafim, conheço o seu livro mas não conheço o seu blog. Em, momento algum copio informação de um livro, quanto muito,as fontes bibliográficas que utilizo servem de base/ dão-me ideias dos tópicos mais importantes em cada temática escolhida para redigir um artigo. Não copiei frases do seu livro, tenho a minha linguagem própria e como é óbvio não sou uma ignorante nestes assuntos.
    No entanto, se se sente melindrado, irei apagar este artigo.

    p.s- o seu livro foi uma das fontes que usei como base para este artigo, mas maioritariamente, foram os conhecimentos que me foram transmitidos pelos meus pais agricultores que foram a minha maior fonte bibliográfica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo