Cuidados e manutençãoProdução agrícola e técnicas

Conheça as características principais de cada tipo de estrume e em que culturas utilizar

Olá! Espero que se encontrem bem! Hoje venho falar-vos sobre estrumes, uma ótima forma de nutrirmos as nossas culturas de forma orgânica.  Sabe que tipo de estrumes existem? Qual a composição de cada um? Em que culturas pode utilizar?  Neste novo artigo, vou abordar algumas das principais características de cada tipo de estrume para que se sinta mais informado (a) e pode fazer as melhores escolhas para assegurar a nutrição das suas culturas.

Vamos a isso? 😊

melhores estrumes para agricultura

O que são estrumes?

Antes de falarmos de o que são estrumes, é importante salientar o que são corretivos e quais os seus efeitos no solo.

Os corretivos caracterizam-se por serem substâncias que contribuem para uma melhoria das propriedades do solo nomeadamente químicas, biológicas e físicas do solo. Os corretivos acabam também por apresentar um efeito fertilizante e por essa razão, contribuírem para a nutrição vegetal das culturas.

Os corretivos podem se caracterizar quanto à natureza como orgânicos e minerais. Dentro dos minerais, podemos ainda destacar os corretivos alcalinizantes (elevam o pH do solo) e os acidificantes (diminuem o pH do solo).

Os estrumes fazem parte dos corretivos orgânicos de origem animal e, através da matéria orgânica existente na sua composição, exercem efeitos benéficos aos meus diversos níveis.

Destaco alguns dos efeitos dos corretivos orgânicos no solo: melhoria da estrutura do solo, possuem poder tamponizante (reduzem as oscilações bruscas de pH), contribuem para a manutenção da fertilidade, estimulam a atividade microbiana, evitam a erosão bem como a desertificação, fornecem nutrientes às plantas, entre outros.

Em suma, o estrume corresponde a uma mistura de dejetos sólidos dos animais que são compostos por uma quantidade reduzida de urina e que se apresentam sob a forma sólida ou pastosa. De salientar que, também que o estrume pode conter ou não resíduos de origem vegetal tais como matos ou palhas (em menor ou maior grau de decomposição) que compuseram as camas para o efetivo pecuário ou para absorver fezes ou urina. Pode também designar-se como estrume a fração sólida do chorume, resultante da separação de fases.

estrumes

Os estrumes são de facto um exemplo bem claro de corretivos orgânicos que temos à nossa disposição e que podem trazem muitos benefícios ao solo. Quero aqui destacar que a incorporação de estrumes no solo só deve ser feita depois de uma análise detalhada aos resultados das análises do solo. Se estas apresentarem teores de matéria orgânica baixos, a incorporação de estrumes no solo pode ser bastante vantajosa.

É também muito importante ter em conta a quantidade de estrume a colocar num determinado terreno.  Para terem uma ideia, em toneladas, a quantidade de estrume que pode vir a ser incorporada num terreno pode oscilar entre as 30 e 50 toneladas.

De ressalvar ainda que o estrume passa por um processo de fermentação inicial no estábulo e posteriormente, quando é retirado destas instalações deve ser amontoado para ser maturado durante algumas semanas, antes de ser aplicado no solo (estrume curtido).

Mas, que tipo de estrume temos à nossa disposição? Qual a composição de cada um? -perguntar-se-á. Irei responder a estas questões de seguida.

Composição dos estrumes: bovinos, aves, suínos, equinos, ovinos e caprinos*

EspécieMatéria secaMatéria OrgânicaAzoto total (N)Azoto disponível(N) (1)P2O5K2O
Bovinos de leite2201755,02,0-3,02,412,0
Bovinos de carne2201754,21,7-2,52,87,0
Suínos2502009,03,6-5,46,37,0
Poedeiras300200147,0-9,8116,0
Frangos de engorda6504404016-241814,0
Equinos2201755,02,0-3,02,512,0
Ovinos e caprinos2201805,52,2-3,32,512,0

*esta informação é adaptada do Código de Boas Práticas Agrícolas para proteção da Água contra a Poluição com Nitratos de Origem Agrícola-MADRP,1997

  • Parte do azoto pode sofrer perdas através das águas de drenagem ou por volatização. Por essa razão, os valores considerados nesta tabela correspondem ao azoto disponível para as culturas na situação de utilização óptima.
estrumes caracteristicas

Levando em consideração o quadro acima podemos ter em conta o seguinte:

Os estrumes de aviários possuem uma concentração de nutrientes do que os estrumes mais tradicionais produzidos em capoeiras. De facto, os estrumes de aviário devido a uma maior quantidade de camas e até serrim permitem obter uma matéria orgânica mais rica em nutrientes (como fonte de húmus). Numa capoeira convencional, fruto de uma produção mais caseira, o estrume obtido é resultado da mistura dos seus dejetos não separados (fezes e urina) bem como mistura de penas e outros desperdícios resultantes desta atividade.  Este estrume é muito rico em azoto que, quando bem curtido, apresenta-se bem “farelado” e escuro. É um dos estrumes mais popularmente utilizados, especialmente em culturas hortícolas.

estrumes

Os estrumes de bovinos

Este estrume é composto por altos níveis de amoníaco e agentes patogénicos potencialmente perigosos para suas culturas. Por esse motivo, é imprescindível que seja curtido. Normalmente, depois de algumas semanas exposto ao meio ambiente, o cheiro intenso acaba por dissipar-se. É um estrume muito rico em matéria orgânica, mas pobre em NPK. É especialmente indicado para: plantas que gostam de acidez e hortícolas.

Assim como os estrumes de suínos, os estrumes de bovinos por possuírem mais água acabam por fermentar mais lentamente (estrumes frios).

estrumes

O estrume de coelho

É característico por não possuir um odor muito intenso e por não ser muito agressivo para as culturas. É fácil de espalhar e os três macronutrientes (NPK) estão em quantidades consideráveis para fornecerem às plantas os elementos que elas necessitam. Possuí a desvantagem de não ser fácil obtê-lo pelo que muitas vezes é diluído em água para “render” mais. Pode praticamente utilizar estrume de coelho em todas as culturas, especialmente em culturas hortícolas.

O estrume de caprinos e ovinos

Este estrume é relativamente fácil de se obter, podendo depositado em pilhas, leiras ou medas tornando mais fácil o seu manuseamento. O seu cheiro não é muito intenso e é dos mais ricos em matéria orgânica.

O estrume de equinos

Devido ao seu regime alimentar rico em feno e forragem, a composição do estrume que os equinos produzem é bastante rica em húmus o que acaba por ser bastante benéfico. Por ser um fertilizante húmico (possui ácidos húmicos) contribui para a estabilidade e fertilidade do solo atuando sobretudo na absorção de nutrientes, estimulação e desenvolvimento das raízes, entre outros fatores. O estrume de cavalo é especialmente indicado para culturas hortícolas, mas também pomares, floresta, vinha, etc.

Os estrumes de equinos e ovinos por possuírem menos água e fermentarem com o pronunciado aumento da temperatura são também conhecidos como estrumes quentes.

estrumes

Caso não possua atividade pecuária em casa e não tenha forma de produzir os seus próprios estrumes pecuários, existem no mercado soluções comerciais de extrema qualidade prontas a utilizar.

estrumes

O Fertimax Cavalo da Nutrofertil é  um produto autorizado para utilização em Agricultura Biológica e permite regular o pH do solo, incorporar macro e micro nutrientes, melhorar a estrutura do solo, aumentar a capacidade de retenção de água, estimular a formação radicular e  desbloquear  os nutrientes tornando-os assimiláveis.

Pode ser aplicado em horticultura, em árvores e culturas perenes.  Distribuir uniformemente no terreno ou nas linhas de cultura. Incorporar mecanicamente ou manualmente com o solo. É vendido em embalagens com diferentes tamanhos na forma de granulado ou pó.

Caso esteja curioso para experimentar, pode comprar online aqui.

Pode também ser interessante para si o Fertigranu N3, fertilizante orgânico granulado de origem animal, bastante rico em compostos fúlvicos e húmicos. É de fácil distribuição e libertação lenta. Pode comprar aqui.

 

estrumes

Por último, destaco o meu produto favorito que tenho usado cá em casa nos últimos tempos: Húmus, também da Nutrofertil. Este correctivo orgânico com estrume de cavalo e ovelha, em pó, pode ser aplicado numa ampla gama de culturas.  Permite repor imediatamente a matéria orgânica do solo, restituindo-lhe as suas qualidades agronómicas.  Além disso, regula o pH do solo e melhora a sua estrutura.

Agora que já partilhei consigo alguma informação sobre a temática dos estrumes, partilhe comigo que tipo de estrumes costuma utilizar nas suas culturas!

Bons cultivos 😊

Artigo patrocinado pela Nutrofertil*

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo