Quarta-feira, Maio 22, 2024

Fevereiro é o momento ideal para cultivar: conheça 7 culturas indicadas

Exemplos de o que cultivar em fevereiro

A primavera está a chegar e é hora de começar a pensar na renovação do seu jardim e horta. Se quer transformar o seu espaço verde numa explosão de cores e fragrâncias, então fevereiro é o momento ideal para começar a semear. Neste artigo, apresentamos-lhe 7 culturas indicadas para semear em Portugal neste mês. Desde hortícolas, flores e ervas aromáticas, há opções para todos os gostos e necessidades. Com estas dicas, vai poder desfrutar de um quintal florido e produtivo ao longo de toda a primavera e verão. Então, mãos à obra e vamos transformar o seu quintal num paraíso verde! Já tem ideia de o que cultivar em fevereiro?

O que cultivar em fevereiro?

1-Tomates

O cultivo de tomate em fevereiro em Portugal é uma excelente escolha para aqueles que procuram uma cultura relativamente fácil de cuidar e que produza frutos saborosos ao longo da primavera e verão. É importante escolher uma variedade adequada à época do ano e ao clima local, e preparar o solo com adubo orgânico e uma boa drenagem antes de iniciar o cultivo. O tomate precisa de muita luz solar e calor para crescer bem, por isso é importante escolher um local ensolarado e protegido do vento.

O tomate também precisa de rega frequente, especialmente durante períodos de seca, para evitar que o solo se torne demasiado seco. A poda desta cultura também é importante para manter as plantas saudáveis e produtivas. Além disso, é importante evitar a polinização cruzada entre as diferentes variedades de tomate para garantir que os frutos sejam de boa qualidade. É importante ainda ter em conta que deve proteger as plantas de temperaturas frias, ventos fortes e geadas que podem acontecer neste mês. Uma boa opção é cobrir as plantas com uma manta térmica para manter a temperatura do solo elevada ou semear em cama quente. O tomate é uma excelente cultura que encaixa bem em o que cultivar em fevereiro.

Compre sementes de tomate aqui.

Foto grátis fazenda de alimentos orgânicos

 2- Pimentos

O cultivo de pimentos em fevereiro em Portugal pode ser uma excelente opção para aqueles que desejam adicionar cor e sabor aos seus pratos. Cultivar pimentos é relativamente fácil e pode ser feito tanto em vasos como no solo.

Antes de iniciar este cultivo, é importante escolher uma variedade adequada para a sua região uma vez que algumas variedades são mais apropriadas para climas quentes, enquanto outras preferem temperaturas mais amenas. Mais uma vez, a preparação do solo com adubo orgânico e boa drenagem antes da sementeira é fundamental.

Os pimentos necessitam de muita luz e calor para crescerem bem, por isso é importante escolher um local bem iluminado e protegido do vento. Proceda à rega dos pimentos com frequência para evitar que o solo fique muito seco, mas evite o excesso de água, pois isso pode prejudicar as raízes e levar à sua asfixia.

A poda das plantas é outra das tarefas que deve ter em conta para cultivar pimentos corretamente e manter as plantas saudáveis e produtivas.  É importante ainda saber que existem muitas variedades de pimentos diferentes, cada uma com seu próprio sabor, forma e cor.  Escolha por isso a variedade mais adequada para a sua região e clima.

Em resumo, cultivar pimentos em fevereiro em Portugal é uma boa alternativa para aqueles que anseiam por um quintal produtivo e saboroso.

Compre sementes de pimento aqui.

Foto peper sino fresco crescendo no jardim conceito de horta

3-Beringelas

Caso pretenda começar a cultivar beringelas, a primeira coisa a fazer é escolher o local certo para as cultivar. Esta cultura precisa de muita luz solar e calor para crescer bem e por essa razão deve  escolher um local ensolarado e protegido do vento para garantir o sucesso. Além disso, é importante preparar o solo com adubo orgânico e garantir que tem uma boa drenagem para garantir o crescimento saudável das plantas. Após o seu cultivo, é importante regar as plantas regularmente, sempre tendo em consideração que o solo não pode ficar muito seco nem demasiado encharcado pois pode prejudicar as raízes.  Algumas doenças e pragas como o míldio e pulgões podem afetar o cultivo de beringelas. É importante monitorizar as plantas regularmente e tomar medidas preventivas para evitar grandes ataques.  A colheita de beringelas normalmente ocorre a partir de maio ou junho, mas tudo depende da variedade e condições climáticas da sua região. As beringelas são uma excelente cultura que encaixa bem em o que cultivar em fevereiro.

Compre sementes de beringelas aqui.

4-Manjericão

O manjericão é uma planta herbácea anual que é cultivada com frequência para fins culinários e medicinais. É amplamente utilizado na culinária mediterrânea e é conhecido por sua fragrância distintiva e sabor forte. O cultivo de manjericão é relativamente fácil e pode ser feito em ambientes internos ou externos no mês de Fevereiro.

Para cultivar manjericão, necessita de um solo rico em nutrientes e bem drenado. O manjericão prefere um solo húmido e temperaturas moderadas, entre 21 e 27ºC. Esta aromática necessita de muita luz solar direta para crescer bem. Caso esteja a cultivá-lo no interior, é importante fornecer-lhe luz artificial suficiente para mantê-lo saudável.

O manjericão é normalmente cultivado a partir de sementes que germinam após cerca de uma semana. É importante regar o manjericão regularmente mas deve evitar molhar demasiado as suas folhas dado que  pode levar ao aparecimento de doenças fúngicas.

Ao cultivar manjericão, é importante podá-lo regularmente para estimular o crescimento de novas folhas. A poda também ajuda a manter esta aromática compacta e de aspeto saudável.

Compre sementes de manjericão aqui

Foto grátis foto de foco seletivo de folhas de manjericão

 5-Alecrim

O alecrim é uma erva aromática muito popular usada na culinária e medicina, por exemplo. É uma planta perene com ramos eretos e folhas verdes-escuras. As flores são pequenas e de cor rosa ou azul.  Para cultivar alecrim, é importante escolher um local ensolarado com solo bem drenado. Estas plantas precisam de sol direto pelo menos seis horas por dia. O solo deve ser fértil e rico em matéria orgânica, e a rega deve ser moderada. Evite regar demais dado que pode levar à podridão das raízes.

Pode cultivar alecrim quer por sementes quer através de estacas. Se optar pela sementeira garanta que mantêm o solo húmido até que as plantas germinem, período que demora cerca de duas a três semanas. Caso pretenda propagar através de estacas, corte uma parte de uma planta adulta e plante-a diretamente no solo.

O alecrim pode ser cultivado em vasos desde que garanta que escolhe um vaso grande o suficiente para acomodar as raízes da planta. Se plantar alecrim no solo, garanta um espaçamento entre plantas de pelo menos 30 cm uma das outras. A poda regular desta aromática é muito importante para manter a forma da planta e estimular o crescimento de novos rebentos.

O alecrim é uma aromática resistente e pouco propensa ao aparecimento de doenças e pragas. No entanto, o alecrim pode ser atacado por pulgões, ácaros e caracóis. Como forma preventiva, mantenha o solo bem drenado e remova regularmente as folhas mortas e/ou danificadas.

Compre plantas de alecrim aqui.

6-Salsa

O cultivo de salsa na horta é uma ótima maneira de ter acesso a esta erva aromática fresca e versátil. Para cultivar salsa deve escolher um local ensolarado na sua horta, dado que esta aromática precisa de sol direto pelo menos 6 horas por dia. O solo onde p plantará a salsa precisa ser fértil e ter boa drenagem para evitar que as raízes apodreçam. Garanta que adiciona matéria orgânica ao solo antes de plantar.

Regue a salsa regularmente, mas evite encharcar o solo. Esta aromática precisa de solo húmido, mas não precisa de ficar encharcada.  Pode as plantas regularmente pode ajudar a mantê-las saudáveis e estimular o crescimento de novos rebentos.

A salsa é uma planta resistente e pouco propensa ao aparecimento de doenças e pragas, mas pode ser atacada por pulgões, ácaros, caracóis, entre outras. Mantenha o solo bem drenado e remova regularmente as folhas mortas ou danificadas para ajudar a evitar problemas.

Algumas das pragas mais comuns na salsa incluem ácaros, pulgões e mosca-branca. Os ácaros podem causar manchas escuras nas folhas e teias de aranha, enquanto os pulgões sugam a seiva da planta prejudicando o seu crescimento. A mosca-branca pode ser controlada removendo manualmente as larvas da planta ou usando inseticidas orgânicos.

Além de pragas, a salsa também pode ser afetada por doenças como podridão, ferrugem e mofo. A podridão é causada por um excesso de água e solo compactado, enquanto a ferrugem é reconhecida por manchas amareladas nas folhas. O mofo pode ser prevenido mantendo a planta bem ventilada e seca.

Para prevenir e controlar problemas comuns da salsa, é importante praticar boas técnicas de jardinagem, como regar adequadamente, manter a planta bem iluminada e garantir um solo saudável. Além disso, remover regularmente as folhas mortas e secas pode ajudar a prevenir a disseminação de doenças. Se a salsa estiver gravemente afetada por pragas ou doenças, pode ser necessário removê-la para evitar a contaminação de outras plantas no jardim.

A  salsa é uma excelente cultura que encaixa bem em o que cultivar em fevereiro.

 

Foto grátis verdes verdes de vista superior, frescos e maduros na folha de salada verde marrom

Comprar sementes de salsa aqui

7-Rabanetes

Como deve saber, para cultivar rabanetes corretamente deve ter em consideração premissas como o local, características climáticas e aspetos culturais.
Relativamente à exposição solar, saiba que pode cultivar rabanetes em praticamente todos os locais da sua horta desde que garanta que que o local escolhido seja “brindado” com um número de horas de luz solar considerável por dia.

O solo deve ser solto, bem drenado, “arejado” e com um bom nível de matéria orgânica e nutrientes. Para garantir esta condição, fazer uma boa preparação do solo e ligeira mobilização do mesmo é fundamental antes de cultivar rabanetes. Após este passo, aconselho que utilize um substrato adequado a hortícolas.

No que diz respeito a cultivar rabanetes, o modo de cultivo mais comum é a sementeira em local definitivo. Pode também semear em tabuleiros e transplantar as plântulas para o local definitivo quando estas já tenham tamanho suficiente para tal (duas folhas), mas esta não é a prática mais usual. Caso opte pelo segundo método, distancia as plântulas pelo menos 10 cm umas das outras.
Se optar pela sementeira (em linha), distancie as sementes pelo menos 20 centímetros umas das outras e posteriormente, faça um desbaste das plantas que estejam mais próximas umas das outras de forma a garantir o espaçamento indicado acima e a promover o desenvolvimento correto da planta.

Comprar sementes de rabanetes aqui

 Artigo patrocinado pela Projardim*

Espero que tenha ficado com ideias de o que cultivar em fevereiro! Bons cultivos

acientistaagricola
acientistaagricolahttp://acientistaagricola.pt
Olá, sou a Rosa. Nasci e cresci em meio rural e desde cedo percebi o que queria fazer para o resto da vida. Mais tarde, quando entrei no ensino superior tornei-me Técnica Superior do Ambiente e Agrónoma, áreas que sempre me fascinaram. Este blog é mais do que um projecto pessoal...é  o culminar de duas paixões: a escrita e as ciências ambientais e agrárias. Este é um local de encontro entre todos aqueles que partilham destas mesmas paixões. 

Related Articles

Queres receber as nossas newsletters?

Preencha os campos abaixo para se inscrever.

* ao clicar em "inscrever", está a aceitar as nossas condições de marketing.
- Publicidade -spot_img
spot_img

Últimos artigos