Quarta-feira, Junho 12, 2024

Pedido Único 2023 recebe candidaturas de 184.458 agricultores

Fonte:Agricultura e Mar 

O Ministério da Agricultura e da Alimentação, os agricultores e as suas associações e confederações concluíram, ontem, 1 de Agosto, “mais um passo fundamental para a implementação do Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC 23.27). 184.458 agricultores submeteram as suas candidaturas ao PU2023, o que corresponde a um montante de apoio de cerca de 950 milhões de euros”.

Refere uma nota de imprensa do Ministério que se trata de um processo que teve início a 1 de Março de 2023 e que se prolongou até 1 de Agosto, “tendo decorrido sempre com base num diálogo participado e transversal”.

“As prorrogações promovidas, tal como as flexibilizações implementadas, procuraram não só corresponder a todas as expectativas do sector agrícola, mas principalmente assegurar a resolução de um conjunto de constrangimentos naturalmente gerados pelo período de adaptação ao novo PEPAC, que implicou a adaptação às novas regras e medidas de apoio directo ao sector”, acrescenta a mesma nota.

“Foi um processo exigente”

Para a ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, este “foi um processo exigente, marcado por mudanças e por uma adaptação às alterações implementadas. E, por isso, queremos hoje reforçar o nosso agradecimento a todos os intervenientes (técnicos, agricultores, confederações, Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas), a todos que contribuíram para alcançar dos objectivos estabelecidos e para que ninguém tenha ficado para trás. Da administração pública às confederações, foi sempre evidente o esforço, a dedicação e a disponibilidade para o diálogo”.

A governante sublinha ainda que, “mais uma vez, ficou provado que o sector está empenhado em aproveitar os incentivos para produzir mais e melhores alimentos, em reforçar os níveis de sustentabilidade e, assim, crescer, também, em competitividade. O sector agrícola é um pilar de futuro. Determinante para a sustentabilidade dos sistemas alimentares. O plano estratégico nacional quer contribuir para estes desígnios nacionais e europeus”.

Inicia-se, agora, uma nova etapa do PU2023, “muito importante, da responsabilidade de todos, dedicada à entrega de documentos que foram sujeitos à flexibilização de entrega, acordada com as confederações, verificação e controlo das candidaturas, até final de Setembro, por forma a garantir que, dentro dos prazos regulamentares e no menor período temporal possível, os agricultores possam receber os seus apoios”, realça a mesma nota de imprensa.

acientistaagricola
acientistaagricolahttp://acientistaagricola.pt
Olá, sou a Rosa. Nasci e cresci em meio rural e desde cedo percebi o que queria fazer para o resto da vida. Mais tarde, quando entrei no ensino superior tornei-me Técnica Superior do Ambiente e Agrónoma, áreas que sempre me fascinaram. Este blog é mais do que um projecto pessoal...é  o culminar de duas paixões: a escrita e as ciências ambientais e agrárias. Este é um local de encontro entre todos aqueles que partilham destas mesmas paixões. 

Related Articles

Queres receber as nossas newsletters?

Preencha os campos abaixo para se inscrever.

* ao clicar em "inscrever", está a aceitar as nossas condições de marketing.
- Publicidade -spot_img
spot_img

Últimos artigos