O RADIANT é um projeto de investigação com a duração de 4 anos, financiado pela Comissão Europeia através do programa Horizonte 2020. Este projeto tem como objetivo valorizar Variedades Tradicionais e promover, no nosso sistema agroalimentar, ‘Cadeias de Valor Dinâmicas’ (CDVs), mais sustentáveis e com maiores níveis de agrobiodiversidade. O projeto tem como objetivo identificar soluções para aumentar o cultivo destas Variedades Tradicionais, e a sua integração em cadeias de valor rentáveis e resilientes. Para promover esta transição, a “Convocatória Participativa” do projeto tem fundos disponíveis para ajudar agricultores interessados em implementar uma cadeia de valor para as Variedades Tradicionais, fazer recolha de dados, participar em ações de demonstração ou integrar novos modelos de negócio. Neste Manual de Instruções encontrará mais detalhes acerca da Convocatória Participativa e como concorrer.

 

Porquê Cadeias de Valor Dinâmicas (CVDs) e Variedades Tradicionais?

As CVDs são cadeias de valor resilientes que integram uma ou mais Variedades Tradicionais, com sucesso em contextos locais e capazes de suportar lucros e o desenvolvimento económico local. As CVDs pretendem ser transparentes e partilhar abertamente dados de procura e produção entre todos os atores da cadeia de valor, para ajudar a contrariar as incertezas das cadeias de fornecimento não-integradas. No entanto, e apesar das Variedades Tradicionais terem um papel central na redução de problemas como a fome, má-nutrição e desigualdade, o seu potencial é muitas vezes negligenciado.

Uma Variedade Tradicional (em senso lato) é uma espécie, variedade ou cultivar valiosa, com utilização limitada num determinado contexto geográfico, social e económico, e que promete diversificar os sistemas agrícolas, criar agroecossistemas resilientes, diversificar dietas e criar cadeias de valor dinâmicas e economicamente viáveis (para alimentação, ração, ou utilização não alimentar). O projeto RADIANT selecionou uma coleção de 15 Variedades Tradicionais bem-desenvolvidas e adaptadas, que apresentam um grande potencial para alcançar um impacto positivo no ambiente, economia e bem-estar humano. Estas pertencem a três categorias principais: leguminosas (tremoço branco, fava, forragens, amendoim bambara, lentilha, feijão alado, variedades locais de feijão), cereais (variedades locais de trigo, milho ou cevada, milho painço) e hortofrutícolas (variedades locais de tomate, vegetais de folha verde, árvores de fruta tradicionais – tais como, cerejeiras, macieiras, pereiras, figueiras, ameixoeiras, alfarrobeiras).

Como posso participar?

O projeto RADIANT está à procura de Agricultores Participativos que queiram participar no projeto através do cultivo e/ou valorização de Variedades Tradicionais, comparando-as com outras culturas mais comummente cultivadas na região. Os participantes deverão estar disponíveis para recolher dados relativos à performance agrícola e ao sucesso de implementação nas cadeias de valor locais, quer das Variedades Tradicionais quer de outras culturas mais comuns nas suas regiões. Se está interessado em concorrer à “Convocatória Participativa”, basta preencher o Formulário incluído no final deste Manual.

O que vou precisar de fazer?

Os Agricultores Participativos deverão dedicar uma área comercial significativa a uma determinada Variedade Tradicional. Esta área poderá corresponder a um ou mais hectares, ou a uma parcela agrícola individual, ou a uma faixa entre uma cultura já instalada, mas deverá ser sempre uma área perto duma área de cultivo duma cultura convencional para permitir a comparação entre os dois sistemas. Uma vez estabelecidas as áreas agrícolas, o participante será acompanhado por um Mentor (cientistas que têm trabalho reconhecido com a Variedade Tradicional selecionada pelo candidato), que irá providenciar ajuda e diversas ferramentas necessárias para a recolha dos dados necessários, para avaliar o valor utilitário das Variedades Tradicionais. Os dados a recolher poderão ser relativos à composição nutricional e benefícios para a saúde, provisão de serviços de ecossistema (por exemplo, qualidade do solo ou favorecimento de polinizadores), retorno económico e outros aspetos. Entre as atividades esperadas dos candidatos selecionados, está também a manutenção de um ‘Diário de Transição’, que será um pequeno registo ou testemunho da sua experiência em relação ao cultivo/estabelecimento da cadeia de valor da Variedade Tradicional.

Como serei pago?

A ‘Convocatória Participativa’ é uma parte fundamental do projeto RADIANT. Como tal, foram reservados fundos para providenciar apoio financeiro aos candidatos. Estes serão disponibilizados no início e no final dos ensaios, através de três parceiros RADIANT: James Hutton Institute, Reino Unido (para candidatos da região Antlântica); ESSRG, Hungria (para candidatos da região Continental); e CSIC, Espanha (para candidatos da região Mediterrânica). Serão estabelecidos contratos entre os agricultores participativos e uma destas instituições parceiras do projeto, que irão providenciar os fundos após receção de uma fatura relativa às atividades desenvolvidas.

Como é o processo de candidatura?

É muito simples. Complete o Formulário de Candidatura apresentado abaixo e submeta antes de 25 de Novembro de 2022. Tenha em conta os Termos e Condições. Deve ser submetida, também, uma simples estimativa de orçamento (planeamento de gastos) e uma esquematização do ensaio que o candidato se propõe realizar. As candidaturas serão analisadas por uma equipa do projeto e os candidatos serão notificados acerca dos resultados com a maior brevidade possível.

Cada ensaio selecionado será financiado com um total de €1,800, incluindo impostos, apesar de poderem ser aceites candidaturas com uma proposta de orçamento maior ou menor do que este valor – valores superiores podem ser justificados em casos de recolha de dados específicos ou de outra natureza não especificada neste Manual.

Como os fundos disponíveis são limitados, as candidaturas que proponham uma boa relação custo-benefício poderão ser analisadas de forma mais favorável. Por exemplo, agricultores que incluam interação com outros atores da cadeia de valor (finanças, processamento, transporte, retalho, valorização) terão melhor classificação.

Onde posso saber mais?

Para saber mais, por favor contacte diretamente a pessoa que lhe enviou este Formulário de Candidatura, que é parceiro no projeto RADIANT. Pode, também, visitar o nosso website e/ou plataformas nas redes sociais:

RADIANT website

RADIANT Introductory Shortclips

RADIANT EU – Home (facebook.com)

Twitter

Formulário de Candidatura para a Convocatório Participativa RADIANT

Termos e Condições

Ao participar no Projeto, será necessário recolher e processar alguns dados pessoais dos candidatos. Na maioria dos casos, isso será realizado pela organização “parceira” atribuída a cada participante. A organização parceira irá gerir os seus dados pessoais de acordo com os princípios de confidencialidade e apenas dentro consórcio, estritamente para os fins do Projeto. Os seus dados não serão partilhados com terceiros.

Submissão da Candidatura

Se pretender candidatar-se aos fundos da Convocatória Participativa, por favor submeta o formulário de candidatura preenchido para info@radiantproject.eu. Este será enviado para os parceiros do projeto que irão realizar a fase de avaliação.

Se tiver alguma questão acerca do processamento dos seus dados pessoais, ou se tiver alguma dúvida geral em relação à proteção de dados, ou se pretende receber uma cópia da declaração de privacidade, por favor contacte a Responsável pela Proteção de Dados ecbpinto@ucp.pt ou através do telefone +351917477073