Destaques

Tetra Pak colabora com CODESPA para fortalecer segurança alimentar em Angola

Donativo pretende apoiar sistema de armazenamento sustentável de baixo custo, baseado em tambores alimentares reciclados, que permitem que pequenos grupos de agricultores reduzam as perdas de cereais em até 90%

A Tetra Pak, empresa líder em transformação e embalagem alimentar, doou 50 mil euros à Fundação CODESPA para ajudar a fortalecer a segurança alimentar e nutricional em Angola, face aos graves impactos climáticos, à fome e à pobreza que assolam os setores mais vulneráveis das comunidades rurais. Estima-se que mais de 1,58 milhões de pessoas continuarão em situação de insegurança alimentar entre outubro e março de 2022, devido a uma das piores secas do país nos últimos 40 anos, e ao elevado preço das importações de mercadorias. 

A doação da Tetra Pak ao projeto “Adaptação dos Sistemas Agrícolas para a Melhoria da Segurança Alimenta em Cunene”, que pertence ao Programa da União Europeia FRESAN, pretende impedir essa ameaça. Em concreto, este projeto visa resolver um dos maiores problemas com que os agricultores do país se defrontam: perda de 50% da sua produção agrícola devido à falta de estruturas de armazenamento, o que os impede de garantir os seus próprios alimentos e obter rendimentos que lhes permitam sair da pobreza.

Para evitar esta situação, a CODESPA está a trabalhar no desenvolvimento de um sistema de armazenamento sustentável, de baixo custo e acessível a todos. Após vários anos de investigação e procura por parceiros, a Fundação conseguiu, em 2015, desenvolver um modelo baseado em tambores de alimentos reciclados que, após posterior limpeza e revisão, pode armazenar até 236 kg de sementes.  

Durante estes anos mais de 1.200 famílias dos municípios de Huambo e Bié já beneficiaram desta iniciativa, que lhes permitiu salvar até 50% das suas colheitas. Através de um sistema de microcrédito bastante flexível, os agricultores podem comprar os tambores a um custo muito baixo e pagar o empréstimo após a colheita. Desta forma, não apenas a segurança alimentar melhorou, bem como os agricultores aumentaram os seus rendimentos entre 70 e 80%. Agora, o objetivo é levar esta solução para o sul do país, até à província do Cunene. Os primeiros 750 tambores já foram distribuídos. Com o apoio da Tetra Pak, os municípios de Ombadja e Cuvelai contarão também com 1.700 tambores herméticos, que permitirão o armazenamento de 340 toneladas de grãos e sementes.

Ramiro Ortiz, Director Executivo da Tetra Pak Iberia, afirma: “O nosso compromisso como empresa é tornar os alimentos seguros e disponíveis para a população mundial em rápido crescimento. Para tal, trabalhamos para desenvolver cadeias de valor que garantam as melhores práticas e nos ajudem a alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e promover uma agricultura e produção sustentáveis.”

José Ignacio González-Aller, CEO da CODESPA, diz: “Para ajudar as pessoas a sair da pobreza e colocá-las no caminho de uma prosperidade real, precisamos de parceiros como a Tetra Pak, com espírito empreendedor e preocupação social. Desta forma, podemos abordar as causas estruturais da pobreza, e não apenas os seus indícios. Graças a esta doação podemos avançar com a nossa estratégia em Angola. Só precisávamos de alguém que se comprometesse em ajudar-nos, para que pudéssemos multiplicar o impacto, e esse alguém chegou”.

Tetra Pak, agente de mudança positiva

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) prevê que a população mundial atinja 9,1 mil milhões de pessoas até 2050, exigindo mais 70% de alimentos. Neste contexto, a embalagem tem um papel fundamental a desempenhar para manter os alimentos seguros, protegidos, nutritivos e disponíveis para um número crescente de pessoas em todo o mundo. Além disso, estima-se que 48 milhões de pessoas adoecem anualmente devido à contaminação alimentar, 128.000 das quais são hospitalizadas e 3.000 morrem. O compromisso da Tetra Pak como agente de mudança é o de tornar os alimentos seguros e disponíveis em todas as partes do mundo. Para tal, trabalhamos em conjunto com clientes, fornecedores, e outros interessados, em soluções inovadoras e líderes de mercado no processamento e embalagem de alimentos, contribuindo para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2 (zero fome) e 12 (produção e consumo responsáveis) da ONU.

Mais informações sobre o projeto  AQUI.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo