7 regras para uma boa poda de fruteiras

A arte da poda de fruteiras é uma habilidade essencial para qualquer jardineiro ou agricultor. Uma poda adequada não só ajuda a manter as árvores saudáveis e bonitas, como também promove uma produção de frutas mais abundante e de melhor qualidade. Se deseja aprender as sete regras fundamentais para realizar uma poda de fruteiras eficaz e bem-sucedida, está no lugar certo. Vamos explorar essas dicas simples, mas cruciais, que o ajudarão a transformar o seu pomar num oásis de frutas deliciosas. Pronto(a)?

1- Poda no Momento Certo

Poda no Momento Certo: Maximizando a Saúde e a Colheita das Fruteiras

A arte da poda de fruteiras é uma habilidade essencial para qualquer jardineiro ou agricultor que deseje colher frutos saudáveis e saborosos. Uma das regras mais fundamentais e muitas vezes subestimadas da poda é o momento em que ela é realizada. A escolha do período correto para a poda pode ter um impacto significativo na saúde das árvores e na quantidade de frutas que produzem. Neste contexto, exploramos a importância da poda no momento certo e as razões pelas quais o inverno, especificamente entre dezembro e fevereiro em Portugal, é o momento ideal para realizar esta tarefa.

A Ciência Por Trás da Poda no Momento Certo

Para compreender a importância da poda no momento certo, é útil ter alguma compreensão básica da fisiologia das árvores de fruto. Durante a fase de crescimento, as árvores concentram os seus recursos na produção de folhas, ramos e frutos. Este período é crucial para a produção de energia através da fotossíntese, um processo que ocorre principalmente nas folhas.

No entanto, quando as fruteiras estão em plena produção de frutos durante a primavera e o verão, a poda pode causar danos significativos. Cortar ramos durante este período pode interromper o fluxo de seiva, reduzir a capacidade da árvore de produzir energia e comprometer a formação adequada dos frutos.

É aí que entra o inverno. Durante esta estação, as árvores entram em repouso vegetativo. Isso significa que a atividade de crescimento diminui consideravelmente. As folhas caem, os ramos ficam menos ativos e as árvores direcionam a sua energia para as raízes. Esse período de dormência é o momento perfeito para a poda.

Benefícios da Poda no Inverno

Há várias razões pelas quais o inverno é o momento ideal para a poda de fruteiras:

  1. Redução de Stress: Durante o inverno, as árvores estão naturalmente em repouso, o que significa que estão menos stressadas pela poda. Isso reduz a probabilidade de uma resposta negativa ao corte.
  2. Ciclo de Crescimento Não Interrompido: A poda no inverno evita interromper o ciclo de crescimento da árvore. Os cortes feitos durante esse período não prejudicam o desenvolvimento de folhas e frutos na primavera.
  3. Prevenção de Doenças: A poda no inverno reduz o risco de disseminação de doenças, uma vez que os patógenos são menos ativos em temperaturas mais frias.
  4. Melhoria da Penetração de Luz e Ar: Ao podar no inverno, tem-se uma melhor visibilidade da estrutura da árvore, o que facilita a remoção de ramos indesejados e a abertura do dossel (estrutura formada pelas copas das árvores) para a penetração da luz e do ar.

Poda Personalizada para Cada Tipo de Árvore

É importante notar que o momento ideal para a poda pode variar conforme o tipo de fruteira. Por exemplo, árvores de folha caduca, como macieiras e pereiras, são frequentemente podadas durante o inverno, enquanto árvores de folha perene, como citrinos, podem ser podadas no final do inverno ou início da primavera. É essencial conhecer as especificidades da sua árvore para determinar o momento mais adequado para a poda.

O primeiro passo para uma poda bem-sucedida é fazê-la no momento certo. O período ideal para podar fruteiras varia conforme o tipo de árvore, mas, em geral, a melhor altura situa-se durante o inverno, quando as árvores estão em repouso vegetativo. Isso geralmente acontece entre dezembro e fevereiro em Portugal. A poda durante este período evita danos ao ciclo de crescimento das árvores e reduz o risco de doenças.

 

principais erros da poda de fruteiras

2. Utilize Ferramentas Apropriadas na poda de fruteiras

Para realizar uma poda eficaz e benéfica para as suas fruteiras, a escolha das ferramentas adequadas desempenha um papel crucial. Ter as ferramentas corretas à disposição não só facilita o processo, como também contribui para a saúde geral das árvores e minimiza o risco de danos. Vamos explorar abaixo a importância das ferramentas apropriadas para a poda de fruteiras e como mantê-las em condições ideais para o trabalho.

Tesouras de Poda Afiadas: As tesouras de poda, também conhecidas como tesouras de mão, são uma das ferramentas mais comuns utilizadas na poda de fruteiras. Estas devem ser afiadas e mantidas afiadas ao longo do tempo. Tesouras de poda cegas ou em más condições podem rasgar a casca dos ramos, em vez de cortá-los limpa e suavemente. Isto pode levar a feridas nas árvores, que são portas de entrada para doenças e pragas. Portanto, antes de começar a poda, certifique-se de que as suas tesouras estão afiadas e prontas para o trabalho.

Serras de Poda: Para ramos mais grossos e difíceis de cortar, as serras de poda são ferramentas essenciais. Estas serras são projetadas para cortar de forma eficiente através de ramos mais robustos, garantindo cortes limpos e precisos. As serras de poda também devem estar afiadas e em boas condições. Lembre-se de que um corte limpo cicatriza mais rapidamente do que um corte irregular, minimizando o risco de infeções e promovendo o crescimento saudável dos ramos restantes.

Tesourões de poda:também conhecidas como tesouras-alicate são indicados para ramos com um maior diâmetro quando comparados com a situação anterior, sendo por isso aconselhadas em situações em que os ramos das árvores excedem os 2,5 cm de diâmetro.

Muito importante: Uma prática importante, muitas vezes negligenciada, é a desinfeção das ferramentas de poda. A desinfeção ajuda a evitar a propagação de doenças de uma árvore para outra. Utilize álcool isopropílico ou uma solução desinfetante adequada para limpar as lâminas das ferramentas entre as podas. Isso é especialmente crítico se estiver a lidar com uma árvore que está ou esteve infetada por uma doença.

Manter as suas ferramentas de poda em excelente estado é um investimento na saúde das suas fruteiras e na qualidade das suas colheitas. Além disso, o uso de ferramentas adequadas torna o processo de poda mais seguro e eficiente. Lembre-se de que, ao trabalhar com ferramentas afiadas, deve tomar precauções de segurança, como usar luvas e óculos de proteção, para evitar acidentes.

ferramentas para podas de fruteiras

3. Remova Ramos Mortos e Doentes na poda de fruteiras

Uma regra fundamental e muitas vezes subestimada da poda de fruteiras é a remoção de ramos mortos e doentes. Esta prática é essencial para garantir a saúde e a vitalidade das árvores de fruto e para promover colheitas saudáveis e abundantes. Vamos explorar por que a eliminação de ramos mortos e doentes desempenha um papel crucial na poda e como esta prática beneficia as suas fruteiras.

Ramos Mortos e a Ameaça Silenciosa

Ramos mortos são aqueles que já não têm folhas e não apresentam nenhum sinal de crescimento. Pode ser tentador ignorá-los, uma vez que não estão a competir por recursos com os ramos saudáveis. No entanto, os ramos mortos são uma ameaça silenciosa para a saúde da árvore e para a qualidade da colheita.

Primeiro, os ramos mortos são um ponto de entrada para doenças e pragas. Os patógenos e insetos prejudiciais frequentemente infestam ramos enfraquecidos ou mortos antes de se espalharem para outras partes da árvore. Portanto, deixar ramos mortos intocados pode abrir caminho para problemas de saúde generalizados na árvore.

Ramos Doentes e a Propagação de Problemas

Os ramos doentes também devem ser removidos sem hesitação. Estes podem exibir sintomas como manchas nas folhas, crescimento anormal, deformidades ou infecções fúngicas visíveis. Quando ramos doentes não são eliminados, podem servir como reservatórios para patógenos que se espalham rapidamente por toda a árvore. A remoção atempada destes ramos doentes ajuda a conter a propagação de problemas e a prevenir danos mais graves à árvore.

Estimulando o Crescimento Saudável

A remoção de ramos mortos e doentes desempenha um papel fundamental na promoção do crescimento saudável e vigoroso da árvore. Quando ramos problemáticos são retirados, a árvore é capaz de redirecionar os seus recursos para áreas saudáveis. Isso estimula a produção de novos ramos, folhas e flores, criando um ambiente propício para a formação de frutos de qualidade.

Além disso, a poda de ramos mortos e doentes ajuda a melhorar a circulação de ar e a penetração de luz no interior da árvore. Isso é vital para a fotossíntese, o processo pelo qual as árvores convertem a energia solar em energia química para o crescimento e desenvolvimento. Com uma melhor circulação de ar e mais luz disponível, a árvore é capaz de otimizar a fotossíntese e, portanto, a produção de frutos.

poda de fruteiras

4. Crie Espaço para a Luz e o Ar

Outro aspeto fundamental da poda de fruteiras é a criação de espaço no interior da árvore. Esta prática tem um objetivo claro: permitir que a luz e o ar alcancem todas as partes da árvore, promovendo assim a fotossíntese e contribuindo para uma árvore mais saudável e produtiva. Vamos explorar por que é essencial criar espaço e como isso beneficia as suas fruteiras.

A Importância da Fotossíntese

A fotossíntese é o processo pelo qual as plantas, incluindo as árvores frutíferas, convertem a energia solar em energia química, armazenada nas moléculas de açúcar. Esta é a base da produção de alimentos para a árvore e, no caso das fruteiras, para os frutos que produzem. A fotossíntese ocorre principalmente nas folhas, onde a clorofila, o pigmento verde, captura a luz solar.

Acesso à Luz Solar

Para que a fotossíntese ocorra de forma eficaz, as folhas das árvores precisam de acesso direto à luz solar. No entanto, se a árvore estiver densamente arborizada, com ramos congestionados e sobrepostos, algumas partes podem ficar à sombra, prejudicando a produção de energia. Isso resulta em áreas da árvore que são menos produtivas em termos de frutos.

Eliminação de Ramos Congestionados

A poda é a solução para este problema. Ao eliminar ramos congestionados e sobrepostos, cria-se espaço no interior da árvore, permitindo que a luz do sol alcance todas as partes. Isso garante que todas as folhas possam realizar a fotossíntese de forma eficaz, produzindo a energia necessária para o crescimento e desenvolvimento da árvore e, é claro, para a formação de frutos.

Melhoria da Circulação de Ar

Além do acesso à luz solar, a circulação de ar adequada é igualmente importante para a saúde da árvore. Ramos densos e congestionados podem restringir a passagem do ar, criando um ambiente propício ao desenvolvimento de doenças fúngicas, como o oídio e a ferrugem. A remoção de ramos em excesso permite uma melhor circulação de ar, o que ajuda a prevenir a proliferação de doenças.

como fazer a poda de fruteiras

5. Mantenha um Equilíbrio Adequado

Uma das nuances mais importantes da poda de fruteiras é manter um equilíbrio adequado entre o crescimento vegetativo (folhas e ramos) e o crescimento reprodutivo (frutos). Esta prática visa otimizar a produtividade da árvore, garantindo que ela direcione sua energia de forma eficaz para produzir frutos saudáveis e saborosos. Vamos explorar por que manter esse equilíbrio é essencial e como você pode fazê-lo.

Compreendendo o Equilíbrio

Uma árvore saudável tende a crescer vigorosamente, desenvolvendo novos ramos e folhas a cada temporada. Embora esse crescimento vegetativo seja importante para a saúde geral da árvore, ele deve ser equilibrado com o crescimento reprodutivo, ou seja, a produção de frutos. Um excesso de crescimento vegetativo pode resultar em uma árvore que parece exuberante, mas produz poucos ou nenhum fruto.

Poda Seletiva

Para manter esse equilíbrio, é necessário realizar uma poda seletiva. Isso significa identificar e eliminar ramos que competem entre si ou que estão crescendo de forma desproporcional em relação à produção de frutos. Geralmente, ramos que crescem verticalmente e têm muitos rebentos laterais podem ser podados, redirecionando a energia da árvore para ramos que estão destinados a dar frutos.

Promovendo a Produção de Frutos

A poda seletiva não é apenas sobre a remoção de ramos indesejados; também envolve a poda de ramos saudáveis para estimular a formação de frutos. Isso é feito cortando ramos em excesso que não contribuem significativamente para a produção de frutos e direcionando a energia da árvore para ramos mais promissores. É importante lembrar que a quantidade de poda necessária pode variar de ano para ano, dependendo da saúde da árvore e da quantidade de crescimento vegetativo.

Resultados de um Equilíbrio Adequado

Manter um equilíbrio adequado entre o crescimento vegetativo e reprodutivo resulta em uma árvore que produz uma colheita abundante e saudável. Os frutos são mais propensos a serem de melhor qualidade, pois a árvore não está sobrecarregada com um excesso de frutos. Além disso, uma árvore equilibrada é menos suscetível a doenças, pois a circulação de ar é melhorada e a exposição ao sol é otimizada.

poda de árvores de fruto

6. Não Exagere na Poda

Enquanto discutimos as melhores práticas de poda de fruteiras, é essencial enfatizar a importância da moderação. A poda é uma ferramenta poderosa para moldar o crescimento e a produtividade da árvore, mas o uso excessivo dessa ferramenta pode causar mais mal do que bem. Aqui, exploramos o princípio da moderação na poda de fruteiras e por que é crucial para a saúde da árvore e a produção de frutos.

Evite Cortar Mais de um Terço da Copa de uma Vez

Uma regra de ouro na poda de fruteiras é evitar cortar mais de um terço da copa da árvore de uma só vez. A copa é a parte superior da árvore, onde as folhas, ramos e frutos estão localizados. Cortar mais de um terço da copa de uma só vez coloca um grande stress na árvore. Isto ocorre porque a árvore depende das folhas para a fotossíntese, o processo pelo qual produz a energia necessária para o seu crescimento e a formação de frutos. Uma poda excessiva reduz a capacidade da árvore de realizar a fotossíntese e, como resultado, pode diminuir a produção de frutos.

A Moderação como Chave para o Sucesso

A moderação é fundamental ao realizar a poda de fruteiras. Em vez de fazer uma poda drástica e intensiva em um único ano, é geralmente mais benéfico optar por uma poda leve e regular ao longo do tempo. Esta abordagem suave permite que a árvore se ajuste gradualmente às mudanças e minimize o stress. Além disso, a poda regular permite uma maior precisão na remoção de ramos indesejados e no direcionamento do crescimento da árvore.

Resultados de uma Poda Moderada

Uma poda moderada beneficia a árvore de várias maneiras. Ela permite que a árvore mantenha uma boa produção de folhas para a fotossíntese enquanto redireciona gradualmente a energia para a formação de frutos. Isso pode resultar em frutos de melhor qualidade e uma colheita mais consistente ao longo do tempo. Além disso, a árvore é menos suscetível a doenças e ao stress causado por uma poda excessiva.

tipos de poda das fruteiras
Fonte da imagem: https://ecodominicana.com/guia-sencilla-de-poda-de-rosales/

7. Aprenda e Ajuste-se

Por fim, a melhor maneira de se tornar um mestre na poda de fruteiras é aprender com a experiência e estar disposto a ajustar sua técnica conforme necessário. A poda de fruteiras é uma habilidade que se aperfeiçoa ao longo do tempo, à medida que você ganha conhecimento prático e compreende as necessidades específicas das suas árvores. Vamos explorar por que a experiência é fundamental e como você pode se tornar um podador habilidoso e adaptável.

Cada Árvore é Única

É importante lembrar que cada árvore é única. As diferentes variedades de fruteiras têm características distintas, assim como as condições do solo, o clima e o ambiente onde estão plantadas. Portanto, o que funciona para uma árvore pode não funcionar da mesma forma para outra. É essencial observar e compreender as particularidades de cada árvore que você poda.

A Aprendizagem pela Observação

A observação é uma ferramenta poderosa para melhorar suas habilidades de poda. Acompanhe o crescimento da sua árvore ao longo das estações. Observe como ela responde às podas que realiza. Isso permitirá que  faça ajustes com base nas necessidades específicas da árvore. Preste atenção aos ramos que produzem frutos de melhor qualidade e aos que precisam de mais atenção.

Esteja Disposto a Aprender e Adaptar-se

Um mestre na poda de fruteiras está sempre disposto a aprender e adaptar-se. Isso significa estar aberto a novos conhecimentos e técnicas, bem como estar disposto a fazer mudanças na sua abordagem quando necessário. À medida que  ganha experiência, pode descobrir que certos métodos funcionam melhor para as suas árvores do que outros. Esteja disposto a ajustar sua técnica com base no que funciona melhor para suas árvores específicas.

Poda de formação. Fonte: Agromania. Disponível em: https://www.agromania.com.br/blog/tipos-de-podas

 

More like this

como usar o estrume na horta

Como usar estrume na horta: dicas e cuidados

O estrume é um dos fertilizantes orgânicos mais antigos e eficazes na agricultura. No entanto, o seu...
como melhorar a fertilidade do solo

Saiba como melhorar a fertilidade do solo naturalmente

Melhorar a fertilidade do solo é uma das tarefas-chave para qualquer agricultor, seja ele iniciante ou experiente....
ervas aromáticas e medicinais

Dicas para o cultivo de ervas aromáticas e medicinais

O cultivo de ervas aromáticas e medicinais é uma prática antiga e extremamente benéfica, tanto pela sua...