Sabe quais são as 10 cidades do Mundo onde mais se bebe vinho? Lisboa não está na lista

Autor do artigo: Agricultura e Mar

O Wine Paris — Salão dos Profissionais do Vinho, realiza-se de 11 a 13 de Fevereiro de 2019, no Paris Expo — Porte de Versailles.

Para a preparação da sua primeira edição na capital francesa, a organização do evento encomendou um estudo sobre o “Consumo e distribuição de vinhos nas principais cidades do Mundo”, com o apoio do JFL Conseil / XJ Conseil, empresa de análise de mercado.

Os vencedores das dez cidades que mais consomem vinho no Mundo, os continentes europeu, americano e asiático, colocam Paris no primeiro degrau do pódio. A capital francesa é a cidade onde mais se consume vinho no Mundo.

Grande parte dos mercados e do consumo está concentrada nas grandes cidades, com 54,9% da população mundial vivendo nas cidades, proporção muito maior nos principais países consumidores de vinho: 83% dos ingleses, 82% dos americanos, 80% dos franceses, 80% dos espanhóis, 77% dos alemães vivem, compram e consomem os seus vinhos na cidade.

Paris: 5,3 milhões de hl

Com 5,3 milhões de hectolitros de vinho consumidos em 2017, o equivalente a 709 milhões de garrafas, a região parisiense está à frente do Vale do Ruhr, a região metropolitana mais populosa da Alemanha, cujo consumo no mesmo ano foi de 4 milhões de hl (537 milhões de garrafas) e Buenos Aires (3,6 milhões de hl).

Na quarta e quinta posição estão Milão (3,3 milhões de hl) e Londres (2,95 milhões de hl), seguidos por Nova Iorque (2,8 milhões de hl) e Los Angeles (2,2 milhões de hl), duas cidades dos Estados Unidos— o país que lidera o ranking mundial de consumo de vinho 2011 —, Roma (1,7 milhões hl), Berlim (1,95 milhões hl) e Tóquio ( 1,2 milhões hl), a única cidade asiática neste ranking.

Pontos de distribuição de vinho

Nova Iorque, Paris e Londres têm muitos pontos de distribuição de vinho dentro e fora do comércio tradicional: 38.900 em Nova Iorque, 23.750 em Paris, 17.500 em Londres e 13.350 no Vale do Ruhr. Levando em conta a população de cada cidade, estes números fazem de Paris a área de distribuição de vinho mais densa do Mundo.

Esta posição “líder” da capital francesa é impulsionada por uma rede de parceiros influentes (20.000 hotéis e restaurantes, bares de vinho, cafés, 1.100 comerciantes de vinho, 1.990 lojas de distribuição, 142 estrelas Michelin).

Todos os consumidores franceses e os milhões de turistas internacionais e empresários que Paris acolhe (33,8 milhões em 2017), uma vitrine de vinhos excepcionais, uma diversidade inigualável de terroirs e produções, faz com que a capital francesa continue a ser um forte símbolo de excelência e know-how da produção de vinho aos olhos do Mundo.

O estudo da organização do Wine Paris mostra ainda que as grandes cidades, com Paris na liderança, também são o lugar onde nascem fortes tendências de consumo. A procura por vinho “natural”, vinho orgânico ou a preferência pelo rosé são fenómenos importantes que foram iniciados em Paris, diz o estudo.

acientistaagricola

Olá, sou a Rosa. Nasci e cresci em meio rural e desde cedo percebi o que queria fazer para o resto da vida. Mais tarde, quando entrei no ensino superior tornei-me Técnica Superior do Ambiente e Agrónoma, áreas que sempre me fascinaram. Este blog é mais do que um projecto pessoal...é  o culminar de duas paixões: a escrita e as ciências ambientais e agrárias. Este é um local de encontro entre todos aqueles que partilham destas mesmas paixões.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *