Portugal foi o 3º país da UE que mais reduziu venda de fitofarmacêuticos nos últimos 10 anos

Fonte do artigo: Agricultura e Mar

O Eurostat, Gabinete de Estatísticas da União Europeia, revela que Portugal surge em terceiro lugar dos países que mais reduziu a venda de produtos fitofarmacêuticos nos últimos 10 anos (até 2021), com uma redução de 32%. A nível global dos Estados-membros que declararam as vendas, registou-se um aumento de 2,7% relativamente ao ano anterior.

O grupo ‘fungicidas e bactericidas’ foi o grupo de pesticidas mais vendido na União Europeia (UE) em 2021. Alemanha, Espanha, França e Itália juntos representaram mais de dois terços do volume total de vendas de pesticidas da UE a cada ano no período entre 2011 e 2021.

Em 2021, os fungicidas inorgânicos representaram cerca de 60% dos “fungicidas e bactericidas” vendidos na UE. Esses fungicidas inorgânicos referem-se a compostos de cobre, enxofre inorgânico e outros fungicidas inorgânicos, muitos dos quais são permitidos também na agricultura biológica.

Os “herbicidas organofosforados” (incluindo o glifosato) representaram cerca de 38,2% das vendas do grupo de substâncias “herbicidas, destruidores de palha e matadores de musgo” em 2021 As maiores vendas por categoria dentro deste grupo de substâncias foram os “herbicidas à base de amidas e anilidas” (estimado em 15,5% das vendas) e “outros herbicidas” como os herbicidas ariloxifenoxi-propiónico, ácido piridiloxiacético e tricetona (que representaram 13,9% das vendas).

Segundo a ficha informativa do indicador agroambiental da União Europeia sobre o consumo de pesticidas, as vendas de pesticidas na UE cresceram cerca de 6%, para 350.000 toneladas por ano durante o período entre 2011 e 2021.

Realça o Eurostat que os dados sobre vendas de substâncias activas de pesticidas contêm valores confidenciais mesmo quando publicados no nível de agregação mais alto, ou seja, por grupo principal ou vendas totais. No entanto, os valores confidenciais representam menos de 1% do volume total de vendas ao longo de toda a série temporal.

Em 11 dos países da UE que forneceram dados completos para 2011 e 2021, as vendas totais de pesticidas diminuíram no período entre 2011 e 2021; a taxa de declínio mais acentuada registou-se na República Checa (-36%), seguida da Dinamarca, Portugal, Itália, Roménia, Eslovénia, Irlanda, Países Baixos, Suécia, Chipre e Lituânia. Houve também um declínio acentuado na Bélgica entre 2011 e 2020 (-22%).

Pode ler a ficha informativa do Eurostat aqui.

More like this

como usar o estrume na horta

Como usar estrume na horta: dicas e cuidados

O estrume é um dos fertilizantes orgânicos mais antigos e eficazes na agricultura. No entanto, o seu...
como melhorar a fertilidade do solo

Saiba como melhorar a fertilidade do solo naturalmente

Melhorar a fertilidade do solo é uma das tarefas-chave para qualquer agricultor, seja ele iniciante ou experiente....
ervas aromáticas e medicinais

Dicas para o cultivo de ervas aromáticas e medicinais

O cultivo de ervas aromáticas e medicinais é uma prática antiga e extremamente benéfica, tanto pela sua...