Quinta-feira, Maio 23, 2024

Quais os benefícios das aranhas na agricultura? sabe tudo aqui

Não sei se tens medo de aranhas, mas prometo que estas que vão aparecer ao longo deste artigo são inofensivas 🙂 Não sei se tens ideia, mas existem mais de 45.000 espécies de aranhas conhecidas globalmente, mas apenas cerca de 30 delas são venenosas. Isto significa que a probabilidade de estes seres representarem algum perigo para os humanos é quase irrisório. Apesar de quase não representarem perigo para os seres humanos, pragas como pulgões, besouros, mosquitos, moscas e vespas devem temêm-las e neste artigo vais saber porquê. Acho que já dei uma pista de um dos principais benefícios das aranhas na agricultura mas ainda existe muito mais para partilhar. Queres saber mais sobre quais os principais benefícios das aranhas para a agricultura? Então continua a ler este artigo.

aranhas na agricultura

O que deves saber sobre aranhas

Tal como comecei por partilhar no início deste artigo, a diversidade de espécies de aranhas é verdadeiramente impressionante, com uma estimativa de mais de 45.000 espécies catalogadas em todo o mundo. No entanto, acaba por ser reconfortante saber que a grande maioria delas, mais de 99,9%, são inofensivas para os seres humanos.

Estas aranhas não representam uma ameaça significativa para a saúde humana e muitas vezes são mal compreendidas devido a estereótipos infundados. Na realidade, estas aranhas desempenham papéis cruciais nos ecossistemas, especialmente no controlo de pragas.

Agora, das poucas espécies venenosas para os humanos, menos de 30 são consideradas perigosas. Entre essas, algumas são conhecidas como as viúvas-negras e as aranhas reclusas. No entanto, é importante destacar que essas aranhas geralmente não atacam humanos a menos que se sintam ameaçadas, e as picadas acidentais são relativamente raras. Além disso, o tratamento médico adequado geralmente é eficaz na gestão das consequências das suas picadas.

O que é fascinante é que até mesmo as aranhas não venenosas são incrivelmente eficientes como predadores naturais de insetos, desempenhando um papel vital no controlo de pragas. As aranhas alimentam-se de uma variedade de insetos, incluindo mosquitos, moscas, formigas, besouros e muitos outros, ajudando assim a manter o equilíbrio ecológico nos ambientes em que habitam.

Portanto, compreender e respeitar a diversidade de espécies de aranhas é essencial para promover uma coexistência harmoniosa com esses aracnídeos tão importantes para os ecossistemas naturais.

aranhas na agricultura

As aranhas na agricultura e o seu papel como predadores de pragas

As aranhas assumem um papel crucial como predadores naturais no controlo de pragas em ecossistemas naturais e ambientes agrícolas. A sua dieta abrangente inclui uma variedade de insetos indesejados, como mosquitos, moscas, pulgões, besouros e muitos outros. Ao consumirem estes insetos, as aranhas ajudam a manter as suas populações sob controlo, reduzindo assim a necessidade de pesticidas químicos.

Uma das vantagens de contar com as aranhas como predadoras de pragas é a sua eficácia contínua. Ao contrário de alguns métodos de controlo de pragas que podem ser aplicados apenas uma vez, as aranhas estão constantemente presentes no ambiente, caçando e consumindo insetos alvo. Isto significa que oferecem uma forma de controlo de pragas contínuo e sustentável ao longo do tempo.

Além disso, as aranhas são uma opção ecologicamente correta para o controlo de pragas, pois não introduzem substâncias químicas nocivas no ambiente. Isso é especialmente importante em ambientes agrícolas, onde a utilização excessiva de pesticidas pode ter impactos negativos na saúde humana, na biodiversidade e na qualidade do solo e da água.

As aranhas na agricultura e o seu papel na prevenção de doenças

Ao controlarem as populações de insetos, as aranhas desempenham um papel fundamental na prevenção da propagação de doenças nas plantas. Muitos patógenos vegetais são transmitidos por insetos vetores, que transportam os agentes patogénicos de uma planta para outra enquanto se alimentam. No entanto, ao consumirem esses insetos, as aranhas interrompem este ciclo de transmissão.

Ao reduzirem a densidade populacional dos insetos vetores, as aranhas limitam a disseminação de doenças entre as plantas. Este efeito benéfico é especialmente relevante em ambientes agrícolas, onde as doenças das plantas podem causar danos significativos às colheitas e diminuir a produtividade.

Além disso, ao contrário dos pesticidas químicos, que podem ter efeitos colaterais prejudiciais, como a resistência dos patogénicos e a contaminação do ambiente, o controlo biológico exercido pelas aranhas é uma abordagem mais sustentável e ambientalmente segura. Ao promover a presença de aranhas nos ecossistemas agrícolas, os agricultores podem reduzir a necessidade de pesticidas e proteger a saúde das plantas de forma natural e eficaz.

As aranhas na agricultura e os seus benefícios para o ecossistema

As aranhas têm um papel crucial na promoção da biodiversidade e no equilíbrio ecológico dos ecossistemas onde habitam. Como predadoras de insetos, controlam as populações de pragas, contribuindo para a saúde das plantas e, consequentemente, para a diversidade vegetal.

Além disso, as aranhas são uma fonte importante de alimento para outros animais auxiliares, como pássaros, lagartas e pequenos mamíferos. Estes predadores secundários dependem das aranhas como parte essencial da sua dieta, o que ajuda a equilibrar a cadeia alimentar. Quando as populações de aranhas são saudáveis e abundantes, garantem um fornecimento constante de alimento para os animais que delas dependem, promovendo assim a estabilidade do ecossistema como um todo.

Ao contribuírem para o controlo de pragas e para a dieta de outros organismos, as aranhas desempenham um papel multifacetado na manutenção do equilíbrio ecológico. A sua presença nos ecossistemas é um sinal de saúde ambiental e uma peça fundamental na complexa teia da vida.

. Um equilíbrio de cada uma destas espécies cria uma rede complexa de flora e fauna que proporciona muitos benefícios, incluindo controlo integrado de pragas, polinização, reciclagem de nutrientes e observação da vida selvagem.

As aranhas na agricultura e os benefícios para o solo

Enquanto muitas aranhas contribuem para os benefícios do jardim/horta acima do solo, os aracnídeos subterrâneos como as aranhas-lobo melhoram verdadeiramente o solo. O arejamento é a chave para um solo saudável e rico. O solo arejado é fofo, argiloso e mais fácil para as plantas crescerem. O solo sem arejamento é compactado, duro e difícil de trabalhar. À medida que as aranhas terrestres escavam pelo solo do seu terreno, acabam por “afrouxar” o solo para criar mais caminhos para a água e o ar chegarem às raízes das plantas.

Ao mesmo tempo, as aranhas subterrâneas contribuem para a biologia complexa da teia alimentar do solo. Muitos de nós não percebemos que bilhões de microrganismos interagem com as nossas raízes das plantas constantemente do dia e da noite. Estes microrganismos predominantemente benéficos incluem bactérias, fungos, protozoários e nemátodes benéficos.

As aranhas alimentam-se destes organismos, ajudando na reciclagem e decomposição de materiais vegetais e animais mortos. Por sua vez, os nutrientes podem mover-se através do ecossistema do solo e tornar-se disponíveis para as plantas. As aranhas tornam-se alimento para mamíferos subterrâneos maiores, que arejam o solo e produzem mais nutrientes, perpetuando o ciclo natural.

aranhas

Algumas das principais espécies que podem surgir no teu quintal

Entre as aranhas mais vistosas e facilmente identificáveis encontram-se as Argiope, reconhecidas pelas suas teias enormes entre os arbustos em áreas abertas, e as Cyrthophora citricola, quase sempre presentes em  plantas como os cactos. Para além destas, existem espécies igualmente impressionantes ainda por descrever, como algumas pertencentes ao género Eresus, exclusivas de Portugal, com padrões coloridos verdadeiramente espetaculares. Devido à escassez de especialistas, pode levar décadas até que estas aranhas sejam devidamente catalogadas.

Portugal alberga uma rica diversidade de aranhas, contando com mais de 800 espécies identificadas no país. Entre elas, destacam-se tanto a maior como a menor aranha da Europa. A Macrothele calpeiana, com até 4 centímetros de corpo, é a maior aranha europeia, encontrando-se apenas no sul da Península Ibérica, tendo sido descoberta em Portugal em 2007. Por outro lado, a Anapistula ataecina, com apenas 0,5 mm de tamanho, é a menor aranha europeia, habitando apenas em algumas grutas próximas de Sesimbra.

Quanto à questão “Existem aranhas venenosas em Portugal?”, é uma das mais comuns para quem trabalha com estes animais. Na verdade, apenas duas espécies podem causar algum tipo de problema médico: a viúva-negra Mediterrânica (Latrodectus tredecimguttatus) e a aranha-violino (Loxosceles rufescens). Ambas são relativamente comuns em todo o país, sendo que a segunda até pode ser encontrada em ambientes urbanos. No entanto, até à data, não foi registado qualquer caso comprovado de mordedura de aranha que tenha evoluído para infecção ou patologia em Portugal.

1- Aranha do género Argiope

aranhas portugal
Argiope

2- Aranha Cyrthophora citricola

Cyrthophora citricola

3- Aranhas do género Eresus

género Eresus

4- Macrothele calpeiana

Macrothele calpeiana
Espero que tenham gostado deste artigo e aprendido um pouco mais sobre os benefícios das aranhas na agricultura. Costumam ver muitas aranhas?

 

acientistaagricola
acientistaagricolahttp://acientistaagricola.pt
Olá, sou a Rosa. Nasci e cresci em meio rural e desde cedo percebi o que queria fazer para o resto da vida. Mais tarde, quando entrei no ensino superior tornei-me Técnica Superior do Ambiente e Agrónoma, áreas que sempre me fascinaram. Este blog é mais do que um projecto pessoal...é  o culminar de duas paixões: a escrita e as ciências ambientais e agrárias. Este é um local de encontro entre todos aqueles que partilham destas mesmas paixões. 

Related Articles

Queres receber as nossas newsletters?

Preencha os campos abaixo para se inscrever.

* ao clicar em "inscrever", está a aceitar as nossas condições de marketing.
- Publicidade -spot_img
spot_img

Últimos artigos