Município do Porto e Lipor abrem a Horta de Paranhos

Foi inaugurada hoje mais uma horta urbana no Município do Porto. A Horta de Paranhos é a 13.ª horta do Município da Porto e conta com 32 talhões para cultivo em modo biológico.

Com a abertura desta Horta, o Município do Porto disponibiliza aos seus munícipes um total de 176 talhões municipais a que se somam 331 talhões geridos por entidades parceiras (associações, IPSS, entre outras) num conjunto de 507 talhões que representam um total de 44 114 m2 de área de cultivo.

As hortas urbanas têm despertado um interesse crescente da população, nomeadamente pelo reconhecimento como espaços de promoção do ambiente, da saúde e um espaço de socialização. Nos Municípios Associados da LIPOR o projeto conta, neste momento, com 1 843 talhões distribuídos por 55 Hortas, perfazendo uma área total de 127 291 m2 de cultivo em modo de agricultura biológica. 

Orgulha-nos promover o contacto com a natureza e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

O projeto das Hortas Urbanas pressupõe a criação de espaços verdes dinâmicos e úteis, promovendo a biodiversidade e boas práticas agrícolas. Além disso, pretende-se melhorar o ambiente em diversas comunidades urbanas locais, através de práticas como a compostagem caseira e agricultura biológica.

Este é um projeto desenvolvido em estreita parceria entre a Lipor e os seus municípios associados.

Sobre a LIPOR


LIPOR é a entidade responsável pela gestão, valorização e tratamento dos resíduos urbanos produzidos pelos Municípios associados: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.

LIPOR trata anualmente cerca de 500 mil toneladas de resíduos urbanos produzidos por 1 milhão de habitantes. Sustentada nos modernos conceitos de gestão de RU, a LIPOR desenvolveu uma estratégia integrada de valorização, tratamento e confinamento dos RU, baseada em três componentes principais: Valorização Multimaterial, Valorização Orgânica e Valorização Energética, complementadas por um Aterro Sanitário para receção dos rejeitados e de resíduos previamente preparados.

Ao assumir de forma clara que a gestão de resíduos é realizada na ótica do recurso, a LIPOR firma todos os esforços na sua valorização mais adequada, abordagem esta que tem por base a projeção de um modelo circular de negócios, e é sustentada por projetos demostrativos das práticas circulares de suporte. A atuação da Organização permite consolidar um posicionamento que se preconiza pela criação de valor no ciclo produtivo, caracterizado pela reintrodução do “resíduo” como “recurso” na cadeia de valor.
A nível nacional, a LIPOR pretende ser impulsionadora da temática da Economia Circular, através da partilha de novas estratégias e procura de soluções mais eficazes.

Para mais informações contactar:Sónia Pereira | [email protected] | 939 770 271
Fátima Nogueira | [email protected] | 910 738 139
Portal LIPOR: www.lipor.pt

More like this

como usar o estrume na horta

Como usar estrume na horta: dicas e cuidados

O estrume é um dos fertilizantes orgânicos mais antigos e eficazes na agricultura. No entanto, o seu...
como melhorar a fertilidade do solo

Saiba como melhorar a fertilidade do solo naturalmente

Melhorar a fertilidade do solo é uma das tarefas-chave para qualquer agricultor, seja ele iniciante ou experiente....
ervas aromáticas e medicinais

Dicas para o cultivo de ervas aromáticas e medicinais

O cultivo de ervas aromáticas e medicinais é uma prática antiga e extremamente benéfica, tanto pela sua...