Como Cuidar de um Bonsai de interior?

Ninguém consegue ficar indiferente à beleza dos bonsais seja numa sala de hotel ou no hall de entrada de uma casa. Estas mini-árvores com tronco torneado resultam de uma técnica oriental que requer paciência e habilidade. Independentemente das suas espécies, os bonsais de interior requerem alguns cuidados e atenção para manter a sua beleza. Se comprou ou ofereceram-lhe um bonsai de interior e não sabe como cuidar dele então este artigo é para si.

como cuidar de bonsai

Origem

Nativo no oriente mais propriamente na China, rapidamente foi comercializada para o Japão e os restantes países.

Local ideal

Por norma um bonsai de interior precisa no mínimo de 4 horas de luz indireta difusa e, não de luz diretamente na sua folhagem. Por isso, o ideal é coloca-lo na beirada de uma janela virada a sul e ir indo virando para evitar que acame de um lado e para que toda a folhagem cresça e desenvolva uniformemente.

Temperaturas

Um bonsai de interior não tolera variações de temperatura ao longo do dia como por exemplo, espaços muito quentes ou muito frios (ou perto de um ar condicionado). Também não toleram correntes de ar, já que isso aumenta as taxas de evapotranspiração que por consequentemente leva a desidratação. A temperatura ideal de um bonsai de interior é entre 14 a 25ºC.

Regar

As plantas de interior sofrem mais com o excesso que a falta de água e os bonsais não são exceção à regra. Se tiver dúvidas que está na altura de regar o seu bonsai, o ideal é verificar o peso do vaso ou colocar um dedo no substrato. Água a mais leva ao apodrecimento das raízes e ao aparecimento de pequenos insetos.

Se optar por verificar o peso vai notar que ao longo do tempo o vaso tornar-se cada vez mais leve, isto significa que há pouca humidade no seu substrato e está na altura de regar. Por outro lado, ao usar o dedo no substrato e se este sair seco, então rege o seu bonsai de interior.

Opte pela água da chuva ou água destilada (pode aproveitar a água dos aparelhos de humidade) já que está é isenta de cloro e calcário como a água da rede pública. Se comprou recentemente um bonsai e não sabe como rega-lo o ideal é colocar o vaso numa bacia com água e deixar repousar durante uns minutos.

Se já tiver mais à vontade com a rega pode por um regador de bico fino e molhe abundantemente o substrato. Tente sempre regar ao inicio da manhã ou ao final do dia para que não haja tanta perda de água por evapotranspiração.

Se for conveniente, use o prato raso decorativo dos bonsais para reter alguma humidade já que a capacidade de retenção destes substratos é menor devido ao tamanho do vaso.

Substrato

Os bonsais de interior como são peculiares necessitam de um substrato especifico leve e poroso devido ao tamanho do seu vaso. Opte sempre por um substrato indicado para bonsais, já que este tem um pH que ronda os 5.5 a 7.5; este encontra facilmente nas lojas de plantas.

Pragas

Os bonsais também podem receber visitas indesejadas como cochonilhas, pulgões, gorgulhos, ácaros, insetos-escamas ou oídio, como qualquer planta no interior de casa. Sempre que o bonsai apresenta sinais de doença ou insetos devemos de redobrar a nossa atenção na poda de limpeza e/ ou arejamento. No mercado existem produtos com ação inseticidas, acaricida e fungicida direcionados para bonsais que controlam estas patologias.

Adubar

A época ideal de adubação para os bonsais de interior é durante a sua fase de crescimento, ou seja, entre a primavera e a meio de outono. No mercado existem opções de adubos líquidos ou sólidos dependendo da sua familiarização com esta prática e respeite sempre as indicações indicadas no rótulo. Se o bonsai estiver em stress devido a uma poda ou transplantação reforce a adubação com vitaminas.

Transplante

O transplante de um bonsai de interior tem como finalidade a renovação seja do substrato, da posição deste no vaso ou a mudança do vaso. O torrão de um bonsai é das zonas mais sensíveis, já que para além de dar estabilidade no vaso (ancoragem) também aloja todos os nutrientes essenciais à sua sobrevivência; sem esquecer a sua hidratação.

Esta prática não deve ser recorrente, ou seja, todos os anos. Dependendo sempre do estado sanitário do bonsai de interior o transplante de ser feito de 3 a 4 anos entre dezembro a fevereiro no caso de espécies de folha caduca e no caso de espécies tropicais no início da primavera. Mas não deve ser regra uma vez que as raízes do próprio bonsai de interior podem não ter crescido o suficiente para o transplante. Ao verificarmos que as raízes já saem do alinhamento do vaso ou pelo fuso de drenagem aí está uma boa altura para mudar substrato e mudar de vaso.

Como transplantar?

  1. Com a ajuda de um ancinho próprio para bonsais, desformamos o torrão para que as raízes estejam soltas.
  2. De seguida, com uma tesoura cortamos as raízes mortas de forma a que o torrão fique com um aspeto mais leve e limpo.
  3. Escolhido o novo vaso e se este for um pouco maior que o anterior, colocamos uma rede no furo de drenagem para que o substrato não escoa durante a rega.
  4. Com o auxilio de um arame, prendemos o bonsai ao vaso e aos poucos vamos colocando o substrato próprio para bonsais de interior à volta do vaso pressionando para que este fique bem ancorado e as raízes todas cobertas com substrato.
  5. Por fim, regamos o substrato com agua e vitaminas, mas não adubamos. Nesta fase as raízes estão muito sensíveis e se adubamos acabamos por as queimar, o que não é esse o objetivo. A rega após um transplante serve para verificar erros na drenagem. Um torrão saudável deve promover a permeabilização e o arejamento.

 Podas

Podar corretamente um bonsai de interior significa manter o seu aspeto exótico que tanto gostamos e por isso que na hora de cortar os seus ramos ficamos com dúvidas se estamos a faze-lo corretamente. Senão tiver tanta prática o ideal é começar por cortar ramos que estejam doentes ou tortos (poda de limpeza). A poda de formação tem como objetivo manter o seu tamanho inicial e deve ser realizada entre dezembro e janeiro com ferramentas próprias para o efeito. Uma tesoura de poda de um bonsai é especifica para o efeito e por isso deve estar limpa e bem afiada para não danificar os ramos. Para isso, pode os ramos mais novos quando estes tiverem entre 5 a 6 folhas deixando apenas as 2 primeiras folhas.

Onde comprar

Como se trata de uma planta que requer mais atenção nos seus cuidados, deve sempre optar por comparar em garden center ou em lojas especializadas em plantas. O importante é comprar o bonsai tendo em conta às suas necessidades: opte sempre por um substrato, adubo ou musgo indicado para bonsais de interior se for o caso.

Exemplares de espécies de bonsais de interior:

Ulmus parvifólia

Bonsais de interior

Fonte da imagem. https://luzdaimagem.files.wordpress.com/2017/07/15-dsc_4068_dxo.jpg

Ligustrum rotundifólia

bonsais de interior

Fonte da imagem. https://hortodocampogrande.pt/produto/bonsais/bonsai-ligustrum-chines-de-6-anos/

Carmona Macrophylla

Tipos de bonsai de interior

Fonte da imagem. https://www.brycus.pt/bonsai-carmona-microphylla-b71ea/

Sageretia Theezans

Espécies de bonsai para iniciantes

Fonte da imagem. https://www.brycus.pt/bonsai-sageretia-theezans-ameixa-b7224/

Ficus retusa 

Espécies de bonsai para iniciantes

Fonte da imagem. https://hortodocampogrande.pt/produto/bonsais/ficus-bonsai/

Zanthoxyllum piperitum

Tipos de bonsai

Fonte da imagem. https://www.planetahuerto.pt/venda-bonsai-zanthoxylum-piperitum-16-anos_01040

Em suma, dependendo sempre do ambiente em que esteja um bonsai de interior cuidar é estar atento aos seus sinais (vitalidade das folhas e aspeto do substrato). Numa fase de transplantação ou adaptação ao novo espaço o bonsai pode ressentir-se um pouco com folhas amarelas ou a sua queda: basta estar atento às regas e a luz difusa.