Ter um pomar nem que seja apenas para consumo próprio é uma ambição de muitos de nós que gostamos de cultivar e ter o prazer de comer aquelo que plantamos. Por isso neste artigo descubra quais as etapas essenciais para fazer a preparação e instalação de um pomar sem que seja uma “dor de cabeça”.

como instalar um pomar

Compre as fruteiras num viveirista

A aquisição das fruteiras previamente antes de as plantar é o primeiro passo que deve adotar. Da mesma forma, é essencial que planeie as plantações das árvores de fruto com alguma antecedência.

Avalie previamente o tamanho máximo que a(s) fruteira(s) escolhidas possam atingir, padrão de sombra da planta adulta, capacidade máxima do número de árvores do seu pomar, entre outras.

Aconselho sempre a  comprar as árvores de fruto em viveiros certificados pois terá dessa forma todas as informações necessárias na altura da compra para que consiga instalar corretamente o seu pomar.

Por essa razão, é essencial que escolha plantas que possuam garantia de qualidade e que estejam isentas de pragas e doenças.

Tenha consciência que a maioria das árvores de fruto são vivazes o que significa que o seu ciclo de vida dura vários anos.  Por essa razão, as árvores de fruto não se adaptam bem a mudanças constantes de sítio até que seja encontrado o sítio ideal.

É imperativo que as plante uma única vez num local definitivo que cumpra as condições de cultivo da fruteira escolhida bem como as suas características intrínsecas. Por essa razão, escolha bem o local onde as vai colocar antes de comprar as plantas.

Irei abordar num próximo artigo o compasso de plantação das principais árvores de fruto.

Limpeza e preparação do terreno

A limpeza e preparação do terreno para a instalação de um pomar é uma das etapas mais importantes e que deve merecer da nossa parte a melhor das atenções.

Uma boa preparação do solo traz várias vantagens:

(1)favorece a germinação das sementes, (2) promove a reserva de água e nutrientes (utilização de água e nutrientes), (3)favorece dimensões e formas dos produtos adequadas (ex.orgãos subterraneos), (4)promove a sanidade da cultura e (5)promove uma boa drenagem do solo.

O nível de preparação do solo que posse ser necessário realizar dependerá do estado do terreno onde pretende instalar o seu pomar, mas na maioria dos casos e tratando-se de um terreno ” a monte” à algum tempo pode ser necessário fazer uma desmatação.

Uma desmatação corresponde à limpeza de toda a vegetação existente no local definido bem como a eliminação de todos os resíduos e pedras de dimensão considerável. Este tipo de procedimentos envolve um conjunto de operações de limpeza e desmatação de terrenos que envolvem  métodos e equipamentos de dimensões consideráveis que são desenhados de forma a responder de forma eficaz e equilibrada às exigências do cliente. A desmatação por ser uma operação muito complexa e com consequências muito nefastas só deve ser feita se extramente necessário.

instalação de um pomar

Mobilização do solo

A mobilização/cava é uma das etapas mais importantes no que diz respeito à preparação do terreno. Estem várias modalidades de mobilização do solo, entre elas: mobilização convencial, mobilização reduzida, mobilização na linha e sem mobilização(sementeira direta).

Saiba mais sobre esta temática aqui.

A mobilização do solo deve ser feita com alguma antecedência relativamente à data da instalação do pomar de forma a promover o arejamento do solo.

Dependendo do tipo de mobilização que escolher fazer no seu futuro pomar, saiba que pode ser necessário utilizar máquinas como uma retro-escavadora de forma a eliminar restos de raízes de árvores que possam ter estado anteriormente no terreno escolhido.

Aconselho se possível que faça uma mobilização que “agrida” o menos possível o solo: uma mobilização mínima, por exemplo. Aproveite para eliminar as raízes de árvores que possam existir no terreno para retirar quaisquer vestígios garantindo assim que o terreno está “limpo” para plantar as próximas de árvores de fruto.

pomar árvores de fruto

Correção do solo e fertilização

pH do solo é um dos factores mais importantes a considerar no equilíbrio e estabilização  do solo. A urbanização crescente da actual sociedade divorcia-nos do mundo rural, e faz-nos perder a noção da importância do solo como suporte de vida no planeta, desempenhando um papel essencial em todos os ecossistemas.

Em solos muito ácidos é frequente observar que as culturas apresentam muitas vezes sintomas de toxicidade ou de carência/falta dos nutrientes essenciais. Neste tipo de situações, é muito provável que exista um risco elevado das culturas instaladas poderem absorver mais frequentemente os metais pesados que podem existir na constituição dos adubos ou corretivos orgânicos, provocando problemas de toxicidade e muitos problemas futuros.

Por essa razão, torna-se muito importante proceder à correcção do excesso de acidez presente no solo, através de um processo de calagem.

A calagem consiste na aplicação de um corretivo que permite a subida dos valores do pH do solo, tornando-o mais alcalino (ex: calcário).

calagem pomar

Saiba mais sobre o processo de calagem aqui.

Pelo contrário, é importante saber que a aplicação de fertilizantes( por exemplo os que possuem azoto amoniacal) nos solos podem contribuir pela diminuição do pH dos solos tornando-os mais ácidos.

Aconselho-o(a) sobretudo a que antes de instalar o seu pomar faça uma análise ao seu solo de forma a perceber o estado do mesmo em termos nutricionais e só depois proceder à calagem e à aplicação de estrumes e adubos.

Saiba também que existem formas de aplicação de adubos distintas, destacando aqui duas delas:

Uma adubação de fundo é normalmente realizada durante a preparação do solo ou na altura da sementeira/plantação de uma determinada cultura.

Uma adubação de cobertura é realizada após a cultura já estar instalada. Pode ser realizada sobretudo durante três momentos distintos: (1) quando as plantas são jovens, (2) para evitar/corrigir alguma carência nutricional e (3) como adubação de manutenção.

instalação do pomar

Colocação de estacas

Uma prática muito comum quando se instala um pomar é proceder à “marcação” da futura plantação das fruteiras, recorrendo à colocação das estacas.

A colocação de estacas obedece a certos critérios tais como a exposição solar, o clima, o compasso de plantação, etc. É importante “estudar” antecipadamente às características de cultivo e adaptação das fruteiras que pretende plantar de forma a garantir todas as condições necessárias para o sucesso da sua plantação.

O sistema de plantação das suas árvores de fruto no pomar deve ser em triângulo, também conhecido como quincôncio.

Soubor:Chambers 1908 Quincunx.png – Wikipedie

Quincôncio ou sistema de plantação em trinângulo. Fonte da imagem: Wikipédia, disponível em: https://cs.m.wikipedia.org/wiki/Soubor:Chambers_1908_Quincunx.png

Abertura das covas para plantação

Outra etapa muito importante no que diz respeito à instalação do pomar é e abertura das covas para a plantação das fruteiras.
As covas e os sulcos podem ser abertos de forma manual ou mecânica recorrendo a brocas e outras máquinas agrícolas para este fim. É necessário que tenha em consideração que deve “desfazer” a parede da cova de forma a permitir a entrada da luz.

A dimensão da cova deve ser de acordo com o tamanho da fruteira, no entanto deverá ter dimensões mínimas entre 50 cm de largura e 50 cm de profundidade.

Plantação das fruteiras

Chegou o momento mais esperado: a plantação das árvores de fruto. Saiba que nesta etapa é muito importante que proceda à poda das raízes no caso de compra de fruteiras de raíz nua. Se comprar as fruteiras em saco, é importante que proceda à picagem do torrão de maneira a que as raízes se consigam “desenrolar”, espalhando-se facilmente.

Pode também incorporar estrume e adubos na cova de plantação da sua árvore de fruto mas tenha em conta que as raízes não podem tocar diretamente nestes, sob o risco de causar problemas futuros.

pomar

Garanta que as necessidades hídricas das fruteiras são asseguradas

Escolher um sistema de rega que se adequa às árvores de frutos que escolheu é fundamental. Como é óbvio a escolha final do sistema de rega depende de vários fatores como: disponibilidade de água, local, acessos a pontos de água, condições edafoclimáticas, etc…

Saiba mais sobre os métodos de rega usados em agricultura aqui.

A rega do pomar é muito importante pois confere às fruteiras grande parte daquilo que elas precisam e é especialmente importante na fase inicial de instalação.

Nesta fase, é crucial que regue abundantemente as suas fruteiras de forma a “aproximar” o solo das suas raízes. Por essa razão, é fundamental que o sistema de rega qye escolher já esteja montado e em funcionamento quando plantar as fruteiras.

Colocação de tutores

É fundamental que coloquem tutores junto às fruteiras plantadas de forma a mantê-las direitas e orientar o seu crescimento e desenvolvimento, protegendo-as de situações climatéricas adversas. Normalmente, usam-se estacas e atilhos para o efeito.

Agora que o seu pomar está instalado, não se descuide com os cuidados de manutenção como por exemplo: a colocação de redes contra ataques de pragas, regas frequentes especialmente nas alturas de maior calor, tratamentos fitossanitários sempre que necessário e adubações em momentos específicos sempre que se justificar.

Espero que este artigo lhe tenha sido útil 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here